Conteúdo

Wolff não acredita em melhora da Mercedes para o GP da Austrália: “não existe solução mágica”

6 de abril de 2022

(por Mattheus Prudente)

O começo da temporada 2022 vem sendo bastante difícil para a Mercedes, com eles se encontrando no meio do grid após anos de dominância. Indo para o GP da Austrália, a equipe está trazendo várias modificações no carro, mas, segundo o chefe da equipe, Toto Wolff, as modificações não serão “uma solução mágica” para os problemas. 

“Estamos numa corrida para o aprendizado, e as duas primeiras corridas mostraram que temos muito a aprender. No momento, nossa performance na pista não está atingindo nossas expectativas, mas todos na fábrica estão focados para encontrar e resolver os problemas.  

Não vai existir uma solução mágica para a próxima corrida, mas estamos trabalhando para, aos poucos, ganhar mais performance nas próximas corridas, para nos colocar de volta no páreo com o topo do grid. Até lá, precisamos maximizar cada oportunidade e fazer o melhor com o que temos.” Disse Wolff. 

Nas primeiras corridas, a Mercedes não esteve perto da Ferrari e da Red Bull, sofrendo com problemas como o porpoising, que atrapalha consideravelmente a velocidade de reta do carro. No Barein, Lewis Hamilton conseguiu um pódio após os dois carros da RBR terem problemas, mas, na Arábia Saudita, o sete vezes campeão do mundo lutou para conquistar um ponto. 

A Austrália tem sido um país bom para a Mercedes, já que eles conquistaram quatro vitórias na última década, sendo três seguidas entre 2014 e 2016. A pista vem com um layout completamente novo, para melhorar as corridas e fazer com que os carros tenham mais oportunidades de ultrapassagem. Com as dificuldades da Mercedes em curvas de alta e retas, podemos ver um longo fim de semana para Hamilton e George Russell. 

O GP da Austrália acontece no fim de semana entre os dias 8 e 10 de abril.