Conteúdo

Westbrook sem turnover, vitória dos Grizzlies fora de casa, Suns firmes na luta pelo Oeste e mais

5 de janeiro de 2022

(por Sérgio Viana)
 

O Memphis Grizzlies obteve uma importante vitória fora de casa em jogo apertado contra os Cavaliers. Os dois times são boas surpresas dessa temporada e buscam um bom posicionamento em suas conferências, o momento do Grizz é um pouco melhor, principalmente porque conseguiu se manter competitivo na ausência de Ja Morant, desafio que os Cavs estão passando com a contusão de Rubio e as ausências de Sexton.

O Toronto Raptors em alta, conseguiu importante vitória contra um "indeciso” Spurs, se credenciando a buscar uma vaga no top 6 da Conferência Leste. Nurse tem tirado leite de pedra desse elenco que tem sofrido com contusões e tem tudo para se posicionar bem mais uma vez para os playoffs. Já o time de Popovich precisa de vez decidir o que quer da vida. Vai focar em dar a Pop a glória do maior técnico vencedor da NBA ou focar no futuro e apertar o botão do Tank.

Na mesma linha de decidir o que quer de seu futuro, os Pacers foram a Nova York e perderam mais uma para os Knicks, em grande noite da dupla Barrett/Randle, que combinaram para 62 pontos. Turner e Sabonis, irreconhecíveis, tiraram os poucos cabelos que restam de Carlisle. Já os Knicks seguem instáveis, com uma campanha bem abaixo da expectativa criada em torno do time e hoje fora até mesmo da zona de play in. Mais um time implodido pelo Tibodismo?

O Phoenix Suns foi a Nova Orleans e ganhou sem susto dos Pelicans. Eu fico com a sensação que os Pelicans são um time meio sem pretensões como um todo na liga, eles mesmos se sabotam quando parece que encontram um caminho, tiveram Anthony Davis por quase uma década e não conseguiram montar um elenco em torno de um talento como ele e, quando tem novamente uma pick número 1, selecionam um "fenômeno" que simplesmente é um cosplay de Greg Oden. Tem talento lá, mas você tem certeza que não sairá nada de bom. Já os Suns seguem firmes na briga pela conferência oeste e são um dos 4/5 contenders dessa temporada, com a dupla Booker/Paul mais azeitada e um jogo que parece estar mais equilibrado coletivamente, ontem seis jogadores vieram para 10+ pontos.

Fechando a rodada, no jogo dos times da Califórnia, os Lakers venceram os Kings em casa em uma noite interessante, Russell Westbrook não flertou com triplo-duplo, não desperdiçou bola e o time jogou melhor, com cinco jogadores com 10+ pontos. Destaque para Lebron James com 31 pontos e Malik Monk com 24. O time Angelino que passou por recente instabilidade após a contusão de seu camisa 3 Anthony Davis, emplaca a terceira vitória seguida e luta para se manter competitivo no sempre insano Oeste. Os Kings até que não jogaram mal, mas com um Halliburton apagado, o time foi presa fácil, mesmo com Fox/Hield combinando para 56 pontos.

Cestinha: Devin Booker (PHX) e Fred Van Vleet (TOR), ambos com 33 pontos, destaque para o armador do time canadense que comandou a vitória contra os Spurs e tem os melhores números da carreira nesta temporada.

Melhor jogador: Julius Randle, do NY Knicks, o ala estava pegando fogo na vitória contra os Pacers, contribuiu com um dígito-duplo de 30 pontos e 16 rebotes, com excelente aproveitamento de 60% em arremessos de quadra.

Melhor atuação coletiva: Os comandados de Nick Nurse querem mostrar que o coletivo é maior que as estrelas que se foram e ontem nada menos que sete jogadores contribuíram com 10+ pontos  e foram nada menos que 30 ‘fucking' assistências no jogo. 

Jogada decisiva: Roubo de bola e cesta de Ja Morant no final do jogo contra os Cavaliers, com pouco mais de 20 segundos para o final, sendo decisivo para a difícil vitória fora de casa.

Jogo da rodada: Vitória dos Lakers sobre os Kings, depois de uma série de derrotas, o time angelino emplaca uma série de três vitórias em um jogo que onde o nosso Russell "TurnOver" Westbrook conseguiu a façanha de não ter desperdiçado nenhuma bola!

Sinal vermelho: Quinta derrota seguida do Indiana Pacers, que precisa encaminhar seu futuro, se vai mesmo para um rebuild e mata Carlisle logo do coração ou se vai brigar para se tornar competitivo e lutar por vaga no Play In

Sinal amarelo: Cleveland Cavaliers, J. B. Bickerstaff vem tendo dificuldades de manter o bom desempenho inicial do time de Ohio, principalmente depois da contusão de Ricky Rubio, o time vem de 5-5 nos últimos 10 jogos e precisa solucionar esse buraco na armação para não sobrecarregar Darius Garland nessa missão.

Sinal verde: Phoenix Suns, o time tem sete vitórias nos últimos 10 jogos, vai brigar pela primeira posição da Conferência Oeste e é candidatíssimo ao título.