Conteúdo

Você sabe o que Kyler Murray e Scott Burrell tem em comum?

1 de junho de 2020
15h 32

(por Leonardo Costa)

 
Nos Estados Unidos existem quatro grandes ligas - NBA, NFL, MLB e NHL -, além da emergente MLS. E elas são o sonho de consumo de muitos jovens, que se esforçam durante anos para atuar em uma delas.
 
Evidente que ampla maioria não consegue chegar até elas, mas todos os anos os drafts levam inúmeros atletas para suas franquias. Nomes consolidados como ícones do esporte, como Michael Jordan, Tom Brady, Mike Trout e Sidney Crosby, apenas para citar alguns, entraram em seus respectivos esportes através de escolha de draft, inclusive sendo selecionados em mais de uma liga, como o caso de Brady, que antes de ser recrutado pelos Patriots e fazer história no futebol americano, foi escolhido pelo então Montreal Expos da MLB, mas preferiu seguir carreira no mundo da bola oval. Outros atletas também conseguiram a façanha de serem selecionados em duas ligas, mas ninguém supera os feitos de Kyler Murray e Scott Burrell. Ambos são os únicos jogadores da história a serem escolhas de primeiro round em mais de uma grande liga americana.
 
A começar por Scott Burrell, que teve seu nome de volta aos holofotes após o documentário "The Last dance", em um episódio que mostra as implicâncias de Jordan com ele, além de outros bastidores da equipe do Chicago Bulls, na qual ele fez parte do elenco durante a temporada 1997-98. Burrell foi a 20ª escolha do primeiro round do draft da NBA de 1993, e vinha credenciado por grandes temporadas no basquete universitário pela Universidade de Connecticut. Acontece que 4 anos antes de ser escolhido pelos Hornets, Burrell havia sido selecionado pelo Seattle Mariners da MLB como 26ª escolha, também no primeiro round. O atleta até cogitou seguir no esporte, além de, acredite se quiser, se dedicar mais ao futebol americano, porém, um assistente técnico da UCONN o convenceu a jogar pela universidade, o que anos depois culminou em ser o primeiro atleta a ser escolhido no primeiro em duas das grandes ligas americanas.
 
Passaram-se 26 anos para que alguém fizesse companhia a Burrell, e esse jogador é Kyler Murray, do Arizona Cardinals. O quarterback teve escolhas ainda mais altas do que o ex-atleta da NBA, e também teve que escolher entre duas ligas. Murray foi selecionado pelo Oakland Athletics na 9ª posição da primeira rodada do draft da MLB de 2018, e inclusive a equipe ainda detém os direitos do jogador no esporte. Porém, o QB teve uma temporada mágica no futebol americano universitário por Oklahoma, levando o troféu Heisman de melhor jogador da temporada, o que fez despertar ainda mais o interesse de franquias da NFL em escolhê-lo. No draft da NFL de 2019 foi selecionado como 1ª escolha geral pelos Cardinals, e pouco tempo depois anunciou que focaria apenas no futebol americano, frustrando os planos da equipe do "Moneyball".
 
Portanto, o que Scott Burrell e Kyler Murray têm em comum é o fato de serem os únicos jogadores escolhidos por duas grandes ligas americanas na primeira rodada de um draft. E aí, será que veremos outro atleta entrar neste seleto grupo?