Conteúdo

Vitória dos Nuggets em duas prorrogações, Jazz derrubam Lakers, Show de Curry e mais

20 de abril de 2021

(por Cassiano Pinheiro e Sérgio Viana)
 

Confira como foi a segunda-feira (19) na NBA.
 

Memphis Grizzlies 137 x 139 Denver Nuggets

JOGAÇO em Denver! Os Grizzlies mostraram que são um bom time jovem e talentoso e deram muito, mais muito trabalho para um dos melhores times da liga, os Nuggets. A partida foi equilibrada do início ao fim, porém, Memphis chegou a ter uma vantagem de 12 pontos (114-102) com pouco mais de três minutos para o fim do jogo. No entanto, os Nuggets fizeram uma ótima corrida empatando o duelo em 116-116 e levando a disputa para a prorrogação. No tempo extra, os Grizzlies novamente estavam levando a melhor, 125-122, até que faltando 15 segundos, Will Barton acertou mais uma bola decisiva de três para deixar tudo igual. Barton já tinha sido essencial para a recuperação dos Nuggets no tempo normal. Resultado? Segunda prorrogação.

Foi aí que Denver disse “chega” ao melhor estilo Paulo Antunes e finalmente conseguiu virar o marcador, graças a uma linda bola de três de Jokic, que praticamente definiu a partida, os times ainda trocaram algumas posses mas os Grizzlies já tinham esgotado todas as chances possíveis de vitória. Destaque para Ja Morant com 36 pontos e 12 assistências, porém, errando algumas decisões nos momentos finais, e o Joker com nada menos do que 47 pontos e 15 rebotes.
 

Utah Jazz 111 x 97 Los Angeles Lakers

Duelo entre duas grandes forças desfalcadas do Oeste. Os Lakers já há muito tempo sem LeBron James e Anthony Davis e o Jazz, mais recentemente, sem Donovan Mitchell. Porém, pelo menos no primeiro tempo, o jogo não decepcionou. O Jazz se mostrou superior desde o início, emplacando seu jogo extremamente coletivo. Muito bom ver a equipe do coach Snyder atuar, Gobert dava aula na defesa tornando qualquer pontuação no garrafão um verdadeiro sacrifício. Do outro lado da quadra, Ingles, Bogdanovic e Clarkson davam o tom, com muita movimentação, bolas de três e bandejas. Mesmo assim os Lakers se mantiveram vivos na primeira etapa, atrás no marcador a grande maioria do tempo, porém, por uma margem pequena. Destaque para Horton-Tucker, com 24 pontos ao final da partida.

No entanto, no segundo tempo, Utah engatou a quarta marcha e os Lakers não aguentaram, o Jazz disparou abrindo 20 pontos, vantagem que os Lakers nem sonharam em tirar. Boa vitória para o líder do Oeste (43-15) e troco nos Lakers, para quem haviam perdido no último sábado.
 

San Antonio Spurs 109 x 94 Indiana Pacers

Os Spurs viajaram até Indiana para encarar os Pacers e saíram de lá com uma bela vitória. Desde o início os texanos mostraram superioridade, vencendo o primeiro quarto por 36-21. A partir daí, San Antonio controlou o jogo, foram muito raras as vezes em que os Pacers conseguiram diminuir a vantagem para somente um dígito, geralmente ela variava entre 10 e 15 pontos de diferença.

Os donos da casa não contaram com seus homens grandes, Miles Turnes e Domantas Sabonis e isso prejudicou seriamente a equipe que não conseguiu encaixar seu jogo sem dois de seus grandes jogadores. Os Spurs, que não tinham nada a ver com isso, aproveitaram muito bem a situação para obter o triunfo e ficar como uma campanha de 50% (28-28). Destaques para Derrick White (25 pts) e mais uma partida completa de DeMar DeRozan (18 pts, 8 rbts e 6 ast).
 

Oklahoma City Thunder 107 x 119 Washington Wizards

Os Wizards aproveitaram muito bem o calendário para emplacar a 5ª vitória seguida. Nada melhor do que aumentar uma boa sequência encarando um time em reconstrução que perdeu as últimas 10 partidas não é mesmo?

Apesar do ótimo começo, quando venceram o primeiro quarto por 38-25 a partida não foi tão fácil assim como parecia que seria. OKC conseguiu se recuperar e não deixou que Washington escapasse muito no placar a ponto do jogo acabar muito cedo. Principalmente, no último quarto, o Thunder deu um calor nos Wizards, diminuindo bastante a diferença. Muito em função da ótima performance do jovem ala Darius Bazley (26 pts e 7 rbts). Pelos Wizards nada de novo no front, Bradley Beal cestinha (30 pts) e triplo-duplo para Westbrook. Com a vitória, a equipe chega a 10ª colocação, e está na briga pelas últimas vagas para o play-in.
 

Houston Rockets 91 x 113 Miami Heat

O Houston Rockets segue firme em seu objetivo ajustado na temporada de ser um dos piores times da liga. Depois da vitória apertada contra um remendado Magic, na noite anterior, o time do Texas parecia querer subverter esse plano, foi para o intervalo com vantagem de 1 ponto no placar. Mas, com uma corrida de 35-19 no terceiro período a vaca foi deitar mais cedo, para alegria do Zé Boquinha.

Com todos os titulares com mais de 10 pontos, os destaques ofensivos dos Rockets foram Kevin Porter Jr e Chris Wood, ambos com 18 pontos.

Pelo lado do Heat, o time da Flórida continua oscilando e vai ter que jogar um pouco mais se não quiser correr o risco de pegar um franco atirador no play in.

Para alegria do meu amigo Jeff Castanheira, o melhor do Heat foi ele, o injustiçado Kendrick Nunn, com 30 pontos e mais que honestos 60% de aproveitamento, seguidos de Duncan Robinson e Goran Dragic, ambos com 19 pontos e minutagem baixa de 28 minutos.

Heat visita os Spurs e o Rockets recebe o Jazz nesta quarta (21).

 

Golden State Warriors 107 x 96 Philadelphia 76ers  

Stephen Curry é definitivamente um fora de série. Com seus 49 pontos, 10 bolas de 3 pontos, ele escreveu mais um capítulo de sua história de sucesso, superando Kobe Bryant, com 11 jogos seguidos com mais 30 pontos anotados. 

Além disso, Curry tem a maior sequência de jogos com mais de 30 pontos dos Warriors desde Wilt Chamberlain e teve seu quinto jogo com mais de 40 pontos na temporada.

Tudo isso para bater o líder do leste, fora de casa, em uma partida equilibrada até o fim do primeiro tempo, mas que se tornou um pesadelo no segundo por conta do Curry "verdadeiro". Andrew Wiggins com 16 pontos ajudou o garoto na tábua ofensiva para fechar a contenda.

Pelo lado dos 76ers, Joel Embiid com 28 pontos, 13 rebotes e 8 assistências foi o destaque, seguido por Seth Curry, o "genérico", com 15 pontos e honestos 3-7 para 3 pontos, mas que se tornam pífios diante dos 10-17 do "verdadeiro".

Os Warriors lutam para se manter na zona de play in do Oeste, e serem franco-atiradores nesse contexto. Os 76ers com certeza não contavam com esse revés em casa e isso pode atrapalhar a acirrada briga para ser o melhor time do Leste ao final da temporada regular contra os Nets, pelo visto, vai ser decicido no detalhe.

76ers recebem, na quarta, o perigosíssimo Phoenix Suns, enquanto os Warriors vão até D.C. enfrentar o embalado Washington Wizards, na mesma data.

 

Chicago Bulls 102 x 96 Boston Celtics 

O Boston Celtics é mesmo uma incógnita, vinham de uma sequência super positiva, estão com 8-2 nos últimos 10 jogos, viraram um jogo difícil em casa, sábado passado contra os Warriors, e de repente entregam a rapadura para o decadente Chicago Bulls. O leste, da posição 4 para baixo não está definido, e ninguém gostaria de pegar um franco atirador no play in.

Na noite que uma de suas principais estrelas, Jayson Tatum, "soft", marcou seu primeiro triplo-duplo com 14 pontos, 13 rebotes e 10 assistências, o time sucumbe. Jaylen Brown com 23 pontos foi o destaque ofensivo.

Pelo lado dos Bulls, Nikola Vucevic com 29 pontos e 9 rebotes e Coby White com 19 pontos foram os destaques do time de Billy Donovan, que busca o ajuste de elenco bem modificado na data limite da Free Agency. 

Com a ascensão dos Wizards e dos Raptors, parece que não vai dar playoffs para o time de Illinois mais uma vez.

Os Bulls visitam os Cavs na quarta (21), enquanto os Celtics recebem o bom time do Phoenix Suns na quinta (22).
 

Cleveland Cavaliers 105 x 109 Detroit Pistons

Em jogo ruim que teve emoção somente nos minutos finais, Franke Jackson veio do banco com 20 pontos para dar a vitória ao time de Detroit, Não sei se é para comemorar ou chorar com essa vitória em uma temporada onde claramente o objetivo é perder. Saddiq Bey, com 20 pontos, completou o destaque ofensivo do time que ganhou o primeiro quarto bem, viu a vaca ir para o brejo no último período e salvou a noite.

Pelo lado dos Cavs mais uma vez Collin Sexton liderou o time de Ohio, com 28 pontos, seguido de Darius Garland, com 23 pontos.

Os dois times lutam pelo título de pior da temporada com os Rockets e Wolves, vamos ver quem "vencerá" essa disputa no final da temporada regular.

Os Cavs recebem os Bulls e os Pistons vão até o Texas, enfrentar os Mavs, ambos nesta quarta.
 

Milwaukee Bucks 127 x 128 Phoenix Suns (OT)

Saiba mais sobre esse jogaço: https://www.playmakerbrasil.com.br/noticia/em-jogo-espetacular-e-polemico-suns-derrotam-bucks-na-prorrogacao