Conteúdo

Vitória com gosto amargo e derrota muito comemorada! PSG vence e termina como vice; Brest perde, mas se mantém na primeira divisão da Ligue 1

23 de maio de 2021

(por Layo Lucena)

O resultado em campo entre Paris Saint-Germain e Brest pouco importava, já que ambas equipes estavam mais preocupadas com os jogos de seus rivais. O PSG, em busca do título, secava o Lille, já o Brest precisava, também, de uma “ajudinha” para permanecer na primeira divisão sem ter que participar da repescagem.

O início do confronto foi bem parado, morno, ambos criaram muito poucas chances, até que um pênalti foi marcado. Aos 17”, Di Maria é derrubado na área e o árbitro marca pênalti. Neymar assumiu a responsabilidade, tirou o goleiro, mas colocou à direita do gol. A principal oportunidade do jogo foi desperdiçada, e essa foi a primeira finalização do PSG, sendo que o Brest já tinha chutado duas vezes. Porém, os donos da casa só dominaram neste quesito, já que o PSG teve 71% da posse de bola.

Aos 30’, o Brest quase marca o primeiro da partida com Charbonnier, mas Navas fez uma excelente defesa. Apesar da oportunidade, foi o PSG que abriu o placar. Aos 37’, Di Maria, melhor nome até aqui, bateu um escanteio, a bola foi desviada por um zagueiro adversário antes de entrar na grande área, toque esse que matou o goleiro Larsonneur. Gol contra (Romain Faivre). Um a zero PSG.

Pouco tempo depois, aos 42’, Mounié, com a cabeça, quase fez o gol de empate, mas não conseguiu uma boa finalização. O primeiro tempo terminou desse jeito, com o PSG dominando a posse de bola (64%), mas, no quesito finalização, o Brest se saiu melhor (três chutes, sendo dois em direção ao gol).  

Intervalo: Brest 0 x 1 Paris Saint-Germain

A segunda etapa, também, começou bem morna, quase que parada. O jogo só ganhou emoção aos 65’. Charbonnier teve mais uma chance de empatar a partida, mas Navas fez outra grande defesa. Três minutos depois, mais uma oportunidade para os donos da casa. Belkebia conseguiu uma boa finalização, mas, novamente, Navas salvou o que seria o empate do Brest. Logo na sequência, o trio do PSG quase ampliou. Mbappé cruzou, a bola passou por Di Maria e Neymar, que só olharam a oportunidade passar.

No entanto, aos 70’, Mbappé, na velocidade, venceu os zagueiros, driblou o goleiro e, mesmo sendo derrubado na área, se levantou e empurrou para o gol sem goleiro. 2 a 0 para o PSG.

O jogo foi acontecendo, mas a atenção dos jogadores estava longe. O PSG monitorava a situação do jogo do Lille, que nesse momento estava vencendo e conquistando o título, já o Brest estava de olho na partida do Nante, torcendo para o adversário perde, assim a equipe continuaria na primeira divisão, sem ter a necessidade de ir para a repescagem. Ficou assim até o apito final.

Fim de jogo: Brest 0 x 2 Paris Saint-Germain

A partida entre PSG e o Brest terminou, e a primeira coisa que os donos da casa fizeram foi procurar alguém com um celular, para acompanhar o resultado final da partida do Nantes. O Paris Saint-Germain, que já sabia da vitória do Lille, tentava se acostumar com o vice-campeonato, já o Brest, mesmo tendo perdido, comemorou, por conta da derrota do Nantes para o Montpellier, o que significava a permanência da equipe na primeira divisão para a próxima temporada.

Ou seja, o PSG, que venceu a partida, ficou com o amargo vice-campeonato da Ligue 1, o que acabou com uma sequência de títulos da equipe. O Brest, que perdeu para o Paris Saint-Germain, comemora, já que precisava de uma derrota do Nantes para continuar na primeira divisão do Campeonato Francês, resultado esse que veio e foi muito bem-vindo.