Conteúdo

Viradas, decisões nos últimos segundos, prorrogação, pick-6 e mais; Confira como foram as vitórias de Bucs, Cardinals, Titans e Cowboys

19 de setembro de 2021

(por Raquel Amaral)
 

Os jogos do segundo horário deste domingo entregaram todo o entretenimento que os fãs de futebol americano poderiam esperar. Confira tudo o que aconteceu:
 

O torcedor de Atlanta se iludiu, mas no final deu a lógica e os Bucs venceram

 Dia de Tom Brady reencontrar os Falcons. Os Buccaneers (1-0) eram favoritíssimos contra os Falcons (0-1), que sofreram uma amarga derrota contra os Eagles na semana 1. 

Ainda no 1º quarto, os Bucs abriram 14 pontos no placar da forma mais óbvia possível, dois touchdowns de Gronk recebendo de Brady. No 2º quarto, os Falcons ensaiaram uma reação com um TD de Cordarrelle Patterson correndo. Antes do intervalo, os Buccaneers anotaram um TD com Evans, mas os Falcons ainda marcaram três pontos, de forma que a primeira metade da partida acabou em 21 a 10.

Logo no retorno, os Bucs marcaram TD, ampliando para 28 a 10. Mas os Falcons foram atrás e conseguiram anotar 2 TDs ainda no 3º quarto. Com isso, os Falcons ficaram três pontos atrás no placar (28-25), deixando o torcedor sonhar.

Mas os Bucs resolveram acabar com a brincadeira marcando 20 pontos no 4º período, com direito a duas interceptações em Matt Ryan, fechando o placar com grande vitória do time da casa.

Na temporada os Falcons ficam em 0-2 e os Bucs em 2-0.

Placar Final: Atlanta Falcons 25 X 48 Tampa Bay Buccaneers
 

Jogo disputado, com vitória Arizona Cardinals sobre os Vikings nos últimos segundos

Um jogo muitos touchdowns, viradas e emoção até o último segundo no Arizona. A equipe visitante abriu o placar no 1º quarto com um TD. Logo depois, os Cardinals empataram, mas os Vikings marcaram novamente ainda no período inicial que terminou em 14 a 7.

No 2º quarto, os Vikings chegaram a abrir 20 a 7, mas a equipe do Arizona correu atrás, segurou bem os Vikings, e assim conseguiu reverter o placar e terminar a primeira metade do jogo em vantagem de 24 a 23.

Volta do intervalo, Kyler Murray sofre pick-six e os Vikings voltaram à liderança. Mas, logo em seguida, os Cardinals marcaram um TD e viraram novamente o placar para 31 a 30. Ainda no terceiro período, Murray é interceptado novamente. Os Vikings não conseguiram anotar TD, mas marcaram três pontos em field goal e voltaram à liderança.

Na etapa final os Cardinals viraram mais uma vez com um field goal.

Os Vikings poderiam levar a vitória com uma campanha de ataque iniciada a dois minutos do fim. O time não marcou TD, mas chegou à linha de 37 jardas, faltando quatro segundos. Três pontos fáceis e a vitória garantida? Não!! Joseph errou e os Cardinals venceram por 1 ponto!

Com os resultados de hoje, os Cardinals seguem invictos (2-0), enquanto os Vikings ainda não conseguiram vencer (0-2).

Placar Final: Arizona Cardinals 34 x 33 Minnesota Vikings
 

Arbitragem polêmica, 3 TDs de Henry, empate no finalzinho e prorrogação; a emocionante vitória dos Titans sobre os Seahawks

Os Titans na primeira rodada tiveram uma atuação ruim. Os problemas na defesa não seriam novidade, mas o festejado ataque decepcionou. Por outro lado, os Seahawks tiveram uma atuação consistente na primeira semana, entrando como favorito para o confronto.

Os Seahawks abriram o placar com um field goal. Os Titans conseguiram empatar ainda no primeiro quarto e viraram na metade do 2º quarto, com mais um field goal.

A defesa dos Titans trabalhou bem para segurar Russell Wilson, mas uma recepção de 63 jardas de Lockett resultou em TD e abriu as portas do inferno para a equipe de Nashville, pois na sequência, Tannehill sofreu sack e fumble, permitindo que em menos de um minuto os Seahawks marcassem mais um TD, ampliando sua vantagem para 17 a 6.

Antes do fim da primeira metade, seria a hora do esperado primeiro touchdown de Julio Jones, mas a arbitragem anulou a jogada em uma chamada polêmica, deixando, como prêmio de consolação, o field goal que deixou a partida em 17 a 9.

Mesmo restando pouco tempo para o fim do período, os Seahawks sem freio conseguiram ainda marcar mais um touchdown, encerrando a primeira etapa de jogo em 24 a 9. 

Volta do intervalo e finalmente o ataque dos Titans desencantou com Derrick Henry correndo para touchdown, reduzindo a desvantagem no placar para 8 pontos.

No período final, Seattle voltou a disparar no placar com um TD vindo de um passe de 68 jardas de Russell Wilson pra Swain.

Perdendo por em 30 a 16, o ataque dos Titans voltou a marcar seguindo a já conhecida fórmula de sucesso: Henry correu 60 jardas e anotou TD, deixando o jogo com uma posse de diferença a 12 minutos do fim, o que daria a chance de um empate. E eis que ele veio.

A 29 segundos do final, os Titans conseguiram com Derrick Henry anotar o TD do empate, levando a partida à prorrogação. Com 3 TDs e 161 jardas corridas, nem precisaríamos falar que o ‘Tractorcito' foi o grande nome de Tennessee na partida.

No tempo extra, nenhuma das equipes marcou um TD, e os Titans poderiam ter ganho com dois pontos em um safety polêmico não anotado. De toda forma, o time visitante conseguiu anotar field goal e vencer o jogo na prorrogação. 

Assim, ambas as equipes encerram a segunda semana com um recorde de 1-1.

Placar Final: Tennessee Titans 33 x 30 Seattle Seahawks
 

Nos últimos segundos, Cowboys levam a vitória sobre os Chargers em um field goal de 56 jardas

 Cowboys e Chargers não foi um jogo tão rico em TDs como os demais,  mas nem por isso, deixou de ser divertido.

Os Cowboys começaram a partida em vantagem ao marcar TD no 1º quarto. Mas esses 15 minutos de jogo ainda contaram com muita animação, pois tivemos uma interceptação de cada lado, um field goal anotado pelos Chargers e mais um TD dos Cowboys.

Como o 2º quarto não teve pontuação, a partida foi para o intervalo com placar de 14-11 para os visitantes.

No retorno, os Chargers anotaram um field goal para empatar o jogo em 14-14.   A reação de Los Angeles no 3º quarto ficou um pouco prejudicada, por conta de mais uma interceptação em Herbert e de mais um field goal anotado por Dallas, que retomou a vantagem. 

Na etapa final, os Chargers conseguiram novamente empatar a partida com um field goal, mas não tinha jeito, o dia era dos Cowboys que conseguiram vencer graças a um field goal 56 jardas anotado por Greg Zuerlein.

Na temporada, tanto Chargers, quanto Cowboys fecham a segunda semana com 1-1.

Placar Final: Dallas Cowboys 20 x 17 Los Angeles Chargers