Conteúdo

Vindo de bye, Detroit Lions massacra Jacksonville Jaguars na Flórida

18 de outubro de 2020

(por Gabriel Mott)

Com Matt Patricia pressionado pelos maus resultados (1-3), os Lions visitaram os Jaguars em Jacksonville precisando da vitória, ainda mais vindo de uma semana de bye. Ajudados pela péssima equipe dos Jaguars, o Detroit Lions não só ganhou, como foi um time completamente diferente das semanas anteriores. Liderado por uma ótima atuação defensiva, um belo jogo corrido e sem cometer grandes erros, o resultado foi um bom reflexo do que foi a partida.
Com o touchdown marcado no terceiro quarto, Matthew Stafford se tornou o 27º quarterback a marcar TD contra todas as franquias da liga, precisando de 12 anos para realizar esse feito.

1º Quarto

Recebendo a bola no início da partida, Minshew & cia tiveram uma prévia do que seria o jogo logo em sua primeira campanha, com uma  muralha azul parando as tentativas de corrida do ótimo RB James Robinson, fazendo o ataque da Flórida sair de campo com um 3-and-out.
Em sua primeira posse, o ataque dos Lions marca seu primeiro TD do jogo, ajudado por uma conversão de 3ª descida em um offside e por uma conversão de 4ª descida com um sneak de Stafford. Chegando à redzone, coube ao veterano Adrian Peterson cruzar a endzone em corrida de 1 jarda. (7 – 0 Lions)
Tentando dar uma rápida resposta, Minshew faz seu ataque avancar, em parte graças a um lindo passe de 35 jardas para o WR Keelan Cole, mas que acabou não sendo suficiente para a equipe chegar a endzone, e os Jaguars tiveram que se contentar com os 3 pontos do field goal de 31 jardas convertido por Jon Brown. (7 – 3 Lions)
    
2º Quarto

Com uma campanha conduzida basicamente pelo RB D’Andre Swift, e que começou no primeiro quarto, os Lions anotam seu segundo TD, através de uma corrida de uma jarda de Swift, abrindo duas posses de vantagem (14 – 3 Lions).
Recebendo a bola, os Jaguars fizeram o que toda equipe ruim faz, dar turnovers, e Minshew acaba sendo interceptado por Duron Harmon, porém, os Lions não conseguem capitalizar em pontos, com o veterano kicker Matt Prater errando um longo field goal de 57 jardas.
Novamente os Jaguars tentam pontuar e novamente não conseguem, desta vez com o kicker Jon Brown desperdiçando um field goal de 32 jardas.
Com nova posse, Stafford alterna bem seus corredores Adrian Peterson e D’Andre Swift e seus recebedores Kenny Golladay e Kerryon Johnson, colocando seu ataque em area de field goal, que dessa vez acaba sendo convertido por Prater, em chute de 32 jardas (17 a 3 Lions).
Já dentro do 2-minute warning, os Jaguars conseguem perder novamente a posse da bola, e após avançar até o meio do campo, Minshew sofre um strip sack de Trey Flowers e vê a bola ser recuperada por Romeo Okwara, mas dessa vez Stafford não consegue fazer sua equipe avançar.

Intervalo: Lions 17 – 3 Jaguars
 

3º  Quarto

Recebendo o bola, Detroit começa o terceiro quarto com o pé esquerdo, e após duas corridas sem grande avanço, Stafford é interceptado por Joe Schobert, mas pela terceira vez na partida, os Jaguars devolvem a bola por um turnover, dessa vez em um turnover on downs já na redzone.
Com o jogo entrando em sua parte final, os times começam a se arriscar mais, e ambos marcam TD em suas campanhas. Primeiro, Stafford conduz sua equipe para a endzone, com destaque para um lindo passe de 48 jardas para Golladay, e que termina com passe de 1 jarda para o TE TJ Hockenson (24 – 3 Lions). E a resposta dos Jaguars veio através do primeiro TD terrestre da carreira de Minshew, em corrida de 6 jardas, tendo como menção honrosa, um lindo passe de 51 jardas para Cole durante a campanha (24 – 10 Lions).

4º Quarto

Novamente ajudados por faltas defensivas da franquia da Flórida, os Lions marcam seu 4º TD no jogo, em corrida de 6 jardas de D’Andre Swift, abrindo confortáveis 3 posses de vantagem no último quarto (31 – 10 Lions). Após outro 3-and-out do vergonhoso ataque dos Jaguars, os Lions marcam outro vez, em um field goal de 41 jardas convertido por Matt Prater (34 - 10 Lions). Na base do desespero, e com a defesa dos Lions sem a mesma pegada incial, os Jaguars marcam outro TD em rápida campanha, em passe de 14 jardas de Minshew para o RB James Robinson, porém, errando a tentativa de 2 pontos. (34 – 16 Lions). Já desinteressado no jogo e queimando o relógio, os Lions são forçados a puntear, dando uma última chance para os Jaguars reduzirem a desvantagem, mas como reflexo de todo o jogo, são incapazes de avançar, devolvendo o bola em outro turnover on downs, dando a Stafford somente o trabalho de ajoelhar 3 vezes e garantir a vitória.


Final: Detroit Lions 34 – 16 Jacksonville Jaguars


Destaques

Passe:

DET – Matthew Stafford: 19/31 para 223 jardas, 1 TD e 1 INT (80,4 de rating)
JAC – Garder Minshew II: 24/44 para 243 jardas, 1 TD e 1 INT (70,6 de rating)

Corrida:

DET – D’Andre Swift: 14 corridas para 116 jardas e 2 TDs
JAC – James Robinson: 12 corridas para 29 jardas

Recepções:

DET – Kenny Golladay: 4 recepções para 105 jardas
JAC – Keelan Cole Sr: 6 recepções para 143 jardas

Defesa:

DET – Jeff Okudah: 8 tackles (7 solo)
JAC – Joe Schobert: 10 tackles (7 solo), 1 QB hit, 1 INT