Conteúdo

Verstappen critica fala de Piquet, mas afirma: “ele não é racista”

30 de junho de 2022

(por Mattheus Prudente)

Campeão mundial da Fórmula 1 no ano passado, Max Verstappen comentou sobre a fala racista de Nelson Piquet contra Lewis Hamilton no ano passado. Genro de Piquet, Max criticou a declaração, dizendo que a palavra não deve ser utilizada, mas disse que Nelson “não é racista”. 

“Eu acho que a palavra, mesmo que tenha uma conotação diferente quando ele usava quando era mais jovem, não é correta para se usar. Que isso seja uma lição para, no futuro, ele não usar mais essa palavra. Ela é muito ofensiva, ainda mais nos dias de hoje, onde se repercute mais. 

Eu passei muito tempo com Nelson. Eu acho que, de forma geral, ele é uma pessoa comum, e definitivamente não é racista. Ele é um cara muito relaxado e legal, e eu tenho certeza até com a nota que ele lançou. Você pode ver a palavra de duas maneiras diferentes, mas eu ainda acho melhor não a utilizar.” Disse Verstappen. 

Quando comentou o acidente de Verstappen com Hamilton no ano passado, Piquet usou a palavra “neguinho” ao se referir à Hamilton. Apesar da entrevista ter sido no ano passado, essa declaração ganhou proporção recentemente, gerando uma resposta imediata de todos dentro da Fórmula 1, incluindo Hamilton, que tweetou, em português, para as pessoas focarem “em mudar a mentalidade”. 

Verstappen, por sua vez, disse que não falou com Piquet sobre o assunto, dizendo que “não cabia a ele” dizer que não era correto usar a palavra.  

“Eu não vou chegar e falar ‘ei, cara, isso não é correto’. Eu acho que ele já sabe disso. Ele já falou na sua nota. Acho que ele viu que usou a palavra errada, então quem sou eu para falar algo com ele? Eu não acho que iria mudar nada de qualquer jeito. 

Como ele disse, a palavra pode ser interpretada de duas maneiras, e é claro que as pessoas colocam na conotação errada e as proporções são gigantes porque eu conheço Nelson pessoalmente. As pessoas o definem como racista agora, o que eu não acho que ele é, mas eu definitivamente concordo que essas palavras não devem ser usadas.” Disse Verstappen. 

Além de toda a repercussão negativa de sua declaração, Piquet também foi banido do paddock por tempo indeterminado, atitude que Verstappen disse não concordar, afirmando que “seria melhor conversar do que banir”. 

“Quando você bane uma pessoa, você não está ajudando a situação. Não está conversando. É preciso se comunicar. Comunicação é muito importante, porque se você apenas banir, não ajuda o que você está tentando impor. Estamos tentando educar pessoas, então é melhor conversar. 

Esse tipo de coisa pode ser facilmente resolvido. Quando você briga com uma pessoa e a insulta, o melhor a se fazer é uma boa conversa e um pedido de desculpas. Não é legal para a pessoa que você insultou, mas as coisas podem ser facilmente resolvidas. Se ele aprendeu com o erro que cometeu e com as palavras que usou, eu não acho que ele deva ser banido, especialmente porque ele é três vezes campeão mundial.” Completou Verstappen.