Conteúdo

Verstappen aproveita dia ruim de Leclerc, domina corrida e vence o GP da Emilia Romagna

24 de abril de 2022

(por Mattheus Prudente)

O GP da Emilia Romagna, realizado no icônico circuito de imola, não deu sorte para a Ferrari em uma das suas pistas da casa. Max Verstappen venceu a corrida e fez um fim de semana perfeito, diminuindo a desvantagem no campeonato de pilotos. Atrás dele, o seu companheiro Sérgio Perez fechou a dobradinha, e Lando Norris conquistou o primeiro pódio da McLaren do ano. Carlos Sainz e Charles Leclerc, no entanto, não tiveram bom fim de semana. 

Logo na largada, com pista molhada,  Leclerc começava o seu dia ruim caindo de segundo para quarto, sendo ultrapassado por Pérez e Norris. No meio do pelotão, indo para a apertada chicane, um acidente entre Carlos Sainz e Daniel Ricciardo jogou o espanhol da Ferrari para fora da pista, encerrando o seu dia. Ricciardo caiu para as últimas posições. 

Alguns pilotos acabaram se beneficiando bastante dessa situação, como Yuki Tsunoda, George Russell e Esteban Ocon. Lá na frente, Verstappen, seguido pelo seu companheiro de equipe, começava a abrir bastante, mostrando um ótimo ritmo de corrida desde o início. 

Mais atrás, Lewis Hamilton não vinha tendo um bom dia, e, numa disputa com Fernando Alonso, os dois acabaram se tocando, causando danos na Alpine, que depois viria a abandonar. Kevin Magnussen, que tentava se aproveitar do seu melhor motor, partiu para cima de Russell, e viu Valtteri Bottas se aproximar, levando a melhor. 

A Red Bull parecia sob controle com Verstappen e Pérez, mas Leclerc ameaçava, e o mexicano tinha que segurar para não dar chance do piloto da Ferrari ameaçar seu companheiro de equipe, e foi isso que ele fez com maestria, afastando Leclerc e começando a abrir distância. Verstappen, com pista molhada ou seca, continuava empilhando voltas mais rápidas, mostrando um ritmo de corrida impressionante. 

Hamilton, por sua vez, travava uma batalha campal com Pierre Gasly pela 14ª posição, mas o seis vezes campeão do mundo não conseguia passar a AlphaTauri, que, por sua vez, não passava Alex Albon com a Williams à frente. Enquanto Gasly estava preso, Tsunoda partia com velocidade para cima dos rivais, e ia escalando o pelotão. 

No final da corrida, Leclerc decidiu parar para colocar pneus macios, e foi seguido por seus rivais diretos Pérez e Verstappen. Depois das trocas, o líder do campeonato saiu em condições de tentar atacar Pérez, e começou a forçar. No entanto, na variante alta, ele acabou passando por cima da zebra e perdendo o carro, batendo e tendo que entrar nos boxes, caindo para a nona colocação. 

O monegasco ainda conseguiu recuperar algumas posições, terminando a corrida em sexto, mas viu a sua liderança no campeonato diminuiu consideravelmente graças a um grande fim de semana de Verstappen, que venceu a corrida com folga e, depois da sorte que não esteve com ele durante todo o campeonato até agora, conseguiu finalmente ter o seu lugar ao sol.