Conteúdo

(por Leonardo Costa)

 
Alguns jogadores passaram por um 2019 bem conturbado, com atuações muito abaixo do esperado, e por isso esperam virar a página nesta temporada da MLB.
 
O jornalista Will Leitch elaborou uma lista de seis jogadores que precisam dar essa reviravolta na carreira e mostrar aquilo que já apresentaram quando estavam no auge da forma.
 
 
Robinson Canó (2B) - New York Mets
Contratar veteranos com altos salários é o tipo de aquisição que deixa os torcedores dos Mets arrepiados, prontos para o pior, e Canó se encaixa no perfil. Porém, o dominicano tem dado sinais de que pode voltar a ser aquele jogador de poder que atuou pelos Mariners em 2018, quando teve média de .308 no bastão, com uma porcentagem de chegar em bases de .374. Seu primeiro ano nos Mets foi bem abaixo do esperado, de começo lento, mas que pareceu esquentar na segunda metade, saindo de um OPS de .646 para .880. Mesmo aos 37 anos, Canó ainda tem muita lenha para queimar, e 2020 pode ser seu ano.
 
 
Matt Carpenter (3B) - St. Louis Cardinals
Carpenter já desempenhou diversos papéis ao longo de sua carreira. Começou como um jogador de contato que conseguia muitos walks, depois desenvolveu o poder no bastão e deu alguns passos atrás até ser um dos melhores jogadores da liga (top-10 na luta pelo MVP de 2018). Entretanto, seu 2019 foi deprimente, registrando seus piores números em quase todas as estatísticas, e logo quando começou a extensão de seu contrato de dois anos. Os Cardinals mandaram Carpenter pro banco, com Tommy Edman assumindo a 3B, mas com a mudança de regra na qual a Liga Nacional também contará com rebatedor designado, ele deve ter outra oportunidade no lineup.
 
 
Khris Davis (OF) - Oakland Athletics
Na temporada passada, pela primeira vez Davis viu sua média de rebatidas ficar abaixo de .247 desde 2014, terminando com péssimos .220. Mas, o maior problema foi a forte queda no número de HR's que ele conectou, arma que o faz tão valioso. Davis anotou 42 HR's em 2016, 43 em 2017, liderou a liga no quesito em 2018 e conectou somente 23 no ano passado. Para essa temporada deve seguir comodamente como rebatedor designado, e aos 32 anos, tem totais condições de recuperar seu poder, tanto em quadrangulares, quanto em aproveitamento.
 
 
Kyle Freeland (P) - Colorado Rockies
Em 2018, Freeland teve uma campanha com 17 vitórias e 7 derrotas, para uma efetividade de 2.85, fazendo com que tivesse a melhor temporada de um arremessador da história dos Rockies, superando a marca histórica de Ubaldo Jiménez de 2010. Tal feito nos deixou surpreendidos com a queda que seu desempenho teve em 2019, no qual simplesmente foi um dos piores pitchers de toda a liga, conseguindo 3-1 com um ERA de 6.73. Foi enviado para a Triple-A para seis aberturas, e suas apresentações foram ainda piores, com efetividade de 8.80. Com somente 27 anos e programado para estar na rotação dos Rockies neste ano, esperamos ver a melhor versão de Freeland.
 
 
Craig Kimbrel (P) - Chicago Cubs
Dallas Keuchel é um bom exemplo de um pitcher que teve uma boa temporada após perder boa parte do ano enquanto buscava um novo contrato como agente-livre. De outro lado, Kimbrel foi extremamente ao contrário. O closer não realizou nenhuma apresentação até o final de junho e não mostrou o nível que dele esperamos, registrando uma efetividade de 6.53 na temporada. Além de tudo, foi mal na varrida que sofreram para os Cardinals, que praticamente eliminou as chances de playoffs dos Cubs no ano passado.
 
 
Justin Upton (LF) - Los Angeles Angels
Nesta temporada morta, a franquia dos Angels trouxe Anthony Rendón como a grande peça para complementar Mike Trout. Mas, antes de Rendón, estava Upton, que chegou no final de 2017 pelo mesmo motivo. No primeiro ano foi muito bem, mas 2019 foi um fracasso. Upton teve problemas no joelho durante o Spring Training, e uma outra lesão que o afastou das partidas até metade de junho. Depois, as dores no joelho persistiram e em setembro sua temporada chegou ao fim com apenas 63 partidas disputadas e .215 no bastão. Não passou por cirurgia, mas parece estar pronto para dar aos Angels outro nome de poder no lineup.