Conteúdo

Toto Wolff critica atual carro da Mercedes: “não é digno de um campeão mundial”

25 de abril de 2022

(por Mattheus Prudente)

Um dos piores desempenhos dos últimos anos de Lewis Hamilton veio no GP da Emilia Romagna, quando o britânico ficou preso atrás da AlphaTauri de Pierre Gasly e terminou apenas em 13º. Após a corrida, o chefe da equipe, Toto Wolff, se desculpou com Hamilton pelo desempenho do carro, e, em entrevista, afirmou que o carro “não é digno” de um campeão mundial. 

“Sim, o dia dele foi muito ruim. Ele teve aquela colisão com a Alpine, alguns carros fizeram o undercut nele, e ele não conseguia ultrapassar por conta dos carros da frente, que também tinham DRS. Eu acho que vimos com George o que o carro pode fazer quando tem pista limpa, mas esse carro não é digno de um campeão mundial. Só precisamos consertá-lo.” Disse Wolff. 

Hamilton acabou se tornando um ponto de atenção durante a corrida, pois ele tentava passar Gasly, que também tinha DRS. No meio disso tudo, ele também levou uma volta de Max Verstappen, seu rival pelo título na temporada passada, marcando a primeira vez que o britânico tomou uma volta desde 2017, no México. 

Seu companheiro, George Russell, teve um desempenho muito melhor, e terminou a corrida num ótimo quarto lugar. Ele fez uma ótima largada e pulou para a zona dos pontos, e, depois de uma boa ultrapassagem contra Kevin Magnussen e o erro crucial de Charles Leclerc, ficou entre os quatro primeiros. 

Russell tem tido um desempenho bem melhor do que Hamilton na temporada, e tem quase o dobro de pontos de seu companheiro. Lewis ficou apenas uma vez na frente de Russell no ano até agora, e mostra que os anos de Williams serviram para ele ter um melhor entendimento do que precisa fazer com um carro que não está entre os melhores do grid.