Conteúdo

Tom Brady comanda os Bucs em vitória sobre os Broncos

28 de setembro de 2020

(por Gabriel Mott)

O jogo entre Broncos e Bucs, no Empower Field at Mile High, em Denver, marcou o retorno de Tom Brady ao gramado onde ele tem o seu pior retrospecto (8-9 contra os Broncos e 4-7 em Denver), e junto com o estrelado time de Tampa, faria de tudo para reverter essa estatística. Outro atrativo do jogo é a presença de Shaquil Barrett enfrentando sua antiga equipe pela qual ganhou o SB50. Declarações pré-jogo mostram que Barrett não aceitou muito bem sua saída de Denver ao final da temporada de 2018, porém, não só deu a volta por cima pelos Bucs em 2019, liderando a liga em sacks (19 e ½ sacks e 6 fumbles forçados) como deve ter feito John Elway se arrepender amargamente, já que a franquia do Colorado perdeu Bradley Chubb em 2019 e Von Miller nessa temporada por lesões.


1º Quarto

Denver começou o jogo recebendo a bola, e com Jeff Driskel comandando seu ataque pela primeira vez como titular. Sem poder contar com seu principal WR, Courtland Sutton, Driskel tem uma pequena amostra de como seria o jogo logo em sua primeira campanha. A secundária de Tampa não dá espaço para seus recebedores, e a linha ofensiva de Denver parece mais um queijo suíço, dando aos excelentes Vita Vea e Shaquill Barrett passe livre para apressar, acertar e derrubar Driskel.
Não bastando a péssima atuação ofensiva que Denver tem mostrado nessa temporada, seu special team também tem passado vergonha e, depois do punter Sam Martin sofrer um fumble no jogo anterior contra os Steelers, dessa vez e tem seu chute bloqueado e recuperado por Patrick O’Connor na linha de 10 jardas de ataque, dando logo de cara uma excelente posição de campo para Tom Brady. O TD vem fácil em passe de 10 jardas para Chris Godwin, sua primeira recepção após voltar do protocolo de concussão no jogo anterior.
Improdutivo no ataque, Denver viu Brady usar todas as suas armas, distribuindo passes para os TEs OJ Howard e Rob Gronkowski, e para seus WR Scott Miller e Chris Godwin. Com isso os Bucs marcam novamente, dessa vez em um field goal de 43 jardas convertido por Ryan Succop, abrindo 10 a 0 no final do primeiro quarto.

2º Quarto

Os Broncos ainda reduzem o prejuízo logo no começo do segundo quarto, também com um field goal, mas de 56 jardas convertido por Brandon McManus (10 a 3 Tampa). Com a bola novamente, Brady abusa das jogadas em formação shotgun, distribuindo a bola entre Gronk e Scott Miller, e achando Mike Evans para converter o segundo TD de sua equipe em jogada de 1 jarda (17 a 3 Tampa).
O sofrimento da torcida dos Broncos só não é maior que o sofrimento de Jeff Driskel, que além de errar passes constantemente, vê Barrett chegar nele facilmente, forçando outro 3-and-out da franquia do Colorado. E na campanha seguinte, novamente Brady acha Mike Evans na linha de 1 jarda para marcar o terceiro TD da partida, que mesmo com o erro no extra-point coloca os Bucs em uma situação confortável na partida (23 a 3 Tampa), e confirmando o poderio ofensivo da franquia da Flórida que marcou pontos em 4 de suas 5 posses.
Arriscando um pouco mais, Driskel faz seu ataque funcionar, muito mais por um recuo da linha defensiva de Tampa do que por méritos próprios, mas mesmo assim consegue fazer os Broncos marcarem seu primeiro TD no jogo, em passe de 7 jardas para Tim Patrick, após drive distribuindo a bola para o próprio Patrick, Melvin Gordon, Jerry Jeudy, Noah Fant e KJ Hamler.

Intervalo: Tampa 23 – 10 Denver

3º Quarto

A segunda metade do jogo começa mais morna, com Tampa não sendo tão eficiente e trocando um pouco os lançamentos para o jogo corrido de Leonardo Fournette e Ronald Jones. Mesmo com o ataque não funcionando, Tampa marca mais dois pontos através de um safety, depois de mais um sack de Barrett em Driskel, mas dessa vez dentro da endzone. Após dois punts de Tampa e um de Denver, Driskel começa arriscar, evidenciando ainda mais a sua mediocridade, e como era de se esperar acaba sendo interceptado por Lavonte David. Mesmo sendo sacado duas vezes na campanha, uma vez por Shelby Harris e outra por Bradley Chubb, Tom Brady ainda consegue fazer sua equipe pontuar novamente através de um field goal de 35 jardas convertido por Succop (28 a 10 Tampa).

4º Quarto

Após um punt para cada lado, Vic Fangio, HC dos Broncos, escancara toda a sua falta de confiança em seu QB, e tira o péssimo Jeff Driskel e coloca o horroroso Brett Rypien, que em sua campanha acaba sendo interceptado dentro da endzone por Mike Edwards. Após essa interceptação, Tom Brady toma conta do jogo e controla o relógio, conseguindo uma descida após o 2-minute warning, tendo somente o trabalho de ajoelhar e colocar fim ao sofrimento dos torcedores dos Broncos.

Final: Tampa Bay Buccaneers 28 – 10 Denver Broncos


Destaques

Passe:
TB – Tom Brady: 25/38 para 297 jardas e 3 TDs (115,8 de rating)
DEN – Jeff Driskel: 17/30 para 176 jardas, 1 TD e 1 INT (71,0 de rating)

Corrida:
TB – Ronald Jones II: 13 corridas para 53 jardas
DEN – Melvin Gordon III: 8 corridas para 26 jardas

Recepções:
TB – Scotty Miller: 3 recepções para 83 jardas
DEN – Jerry Jeudy: 5 recepções para 55 jardas

Defesa:
TB – Jamel Dean: 8 tackles, 6 solo
TB – Devin White: 7 tackles, 3 solo
DEN – Justin Simmons: 8 tackles, 7 solo
DEN – Josey Jewell: 7 tackles, 5 solo