Conteúdo

Thompson dá aula, Aldo e Michel Pereira vencem bem e mais! Confira tudo sobre o último evento do UFC em 2020

20 de dezembro de 2020

(por Rafael Lima)


Las Vegas abrigou o último evento do UFC em 2020. O card reuniu grandes nomes, muitos brasileiros e lutas de tirar o fôlego. Confira tudo o que aconteceu:

Card principal


Aula! Stephen Thompson vence Geoff Neal por decisão unânime

Stephen Thompson e Geoff Neal fizeram uma luta principal repleta de expectativa, já que o Wonderboy é do tipo de lutador que controla o cage, enquanto Neal busca acabar rápido seus compromissos.

Neal vinha enfileirando adversários no UFC, porém, nunca havia enfrentado alguém com tanta técnica, e isto pode ser visto desde o início do confronto.

Round após round Thompson controlou, batendo e saindo variando os golpes, mantendo a média distância e correndo poucos riscos. Neal foi tão frustrado que chegou a tentar buscar a luta agarrada, mas Thompson é um dos lutadores mais difíceis de serem derrubados de todo o UFC.

O maior problema de Stephen Thompson em todo o combate foi um choque de cabeças que abriu os supercílios de ambos, porém, o corte no Wonderboy foi mais profundo. E, mesmo tendo que lutar com esta dificuldade desde o segundo round, Thompson manteve o controle do combate até o final, construindo uma vitória sólida e se recolocando no jogo pelo título dos meio-médios do Ultimate.


Reencontrando a vitória! José Aldo vence Marlon Vera por decisão unânime

José Aldo foi para o octógono disposto a vencer sua primeira luta como peso-galo. O ex-campeão dos penas corria o risco de perder as perspectivas de futuro na organização em caso de derrota. Do outro lado, o equatoriano Marlon Vera vinha de uma vitória por nocaute técnico diante do queridinho da organização, Sean O’Malley.

No primeiro round Vera já sentiu que a noite não seria fácil, pois os chutes na coxa e os ganchos na linha de cintura desferidos por Aldo fizeram o equatoriano sofrer.

Aldo seguiu com a estratégia, mas Marlon Vera buscou o clinche e pontuou perto da grade. Vendo a estratégia do adversário ter um pouco de eficiência, José Aldo surpreendeu no terceiro round, buscando a luta agarrada e indo para as costas de Vera, onde ficou até o fim do duelo, tendo controle total.

Vitória importantíssima de José Aldo, que mostra que ainda tem lenha para queimar e está confortável na nova categoria.


Nada de caos! Michel Pereira vence Khaos Williams por decisão unânime

Uma luta entre dois meio-médios que buscam crescer na organização vindo de boas apresentações. Enquanto Khaos Williams vinha para nocautear rapidamente, Michel Pereira sempre entra para dar show.

O primeiro round foi de boa trocação com Williams mais incisivo, com boas combinações de jab e direto. Na volta do intervalo, ambos voltaram a trocar em pé, o "paraense voador” chegou a receber golpes fortes, mas foi esperto para buscar as costas de Khaos e aplicar o mata-leão. Por pouco a luta não acabou, mas o americano foi salvo pelo gongo.

O terceiro assalto seria decisivo e o brasileiro buscou mais a luta agarrada. Depois de tanto tentar, na reta final ele conseguiu derrubar o americano e terminou a luta batendo para confirmar a grande vitória.


Nocaute inesperado! Rob Font vence Marlon Moraes por nocaute técnico no primeiro round

Marlon Moraes, após ter sido nocauteado por Cory Sandhagen, resolveu se mudar para a Flórida para treinar na American Top Team, tentando se reinventar na carreira para ir em busca do cinturão. Porém, do outro lado, encontrou um Rob Font crescendo na carreira, vindo de duas vitórias seguidas.

Marlon tratou rapidamente de levar o combate ao solo, porém, quando a luta voltou de pé, um jab de Font desestabilizou o brasileiro e, na sequência, um upper cut derrubou Moraes. Aí foi o momento de Rob Font castigar no ground and pound forçando o juiz a encerrar o combate.

Esta foi a maior vitória na carreira de Rob Font.


Atropelamento de virada! Marcin Tybura vence Greg Hardy por nocaute técnico no segundo round

Um choque de pesos-pesados normalmente se desenvolve de duas maneiras. Ou gera um nocaute brutal ou uma luta morna e sem graça.

Greg Hardy começou buscando mais a luta, querendo terminar o combate rapidamente, enquanto Marcin Tybura mais segurou o ímpeto do americano do que ameaçou.

No segundo assalto, parecia que a luta seria dominada por Hardy, mas Tybura teve a chance de levar o duelo para o chão, e aí demonstrou “estar jogando em casa” desferindo uma saraivada de golpes no ground and pound para encerrar o confronto.


Card Preliminar

Mais uma pra conta! Anthony Pettis vence Alex Morono por decisão unânime

Anthony Pettis não foi espetacular como em outras jornadas, passou por dificuldades, mas no final ficou próximo de nocautear com um chute rodado sensacional. Apesar da tentativa de acabar pela via rápida, o resultado ficou de bom tamanho para o ex-campeão peso-leve.


Vitória apertada! Pannie Kianzad vence Sijara Eubanks por decisão unânime

A sueca Pannie Kianzad soube usar sua melhor técnica em pé para derrotar a guerreira Sijara Eubanks, que até conseguiu quedas, mas não soube capitalizar.


Não deu para o Brasil! Deron Winn vence Antonio Arroyo por decisão unânime

O baixinho Deron Winn utilizou um wrestling de primeira linha para controlar o brasileiro Antonio Arroyo, que mesmo tendo um bom momento em pé, não conseguiu ser contundente, amargando a derrota.


Brasileira dominante! Taila Santos vence Gillian Robertson por decisão unânime

Taila Santos demonstrou toda a sua qualidade na luta agarrada para dominar completamente a adversária, que não conseguiu ser páreo ao jiu jitsu da brasileira


Só faltou o nocaute! Tafon Nchukwi vence Jamie Pickett por decisão unânime

O camaronês Tafon Nchukwi bateu bastante e dominou Jamie Pickett, porém, o combate se desenvolveu nos três assaltos, terminando por pontos.


Triângulo voador! Jimmy Flick vence Cody Durden por finalização no primeiro round

Depois de uma trocação tímida, Jimmy Flick se lançou num triângulo voador muito justo, depois de algumas cotoveladas para melhorar o ajuste, Flick finalizou de forma espetacular.


Vitória justa! Christos Giagos vence Carlton Minus por decisão unânime

Christon Giagos tentou na luta em pé e na luta de solo, foi superior em todas as áreas, e conseguiu uma vitória incontestável por pontos.