Conteúdo

Técnico do Cleveland Browns e mais 4 membros da equipe testam positivo para Covid-19 na semana de playoffs, e time fecha instalações

5 de janeiro de 2021

(por João Zarif)

O Cleveland Browns está trabalhando há 18 anos para voltar aos playoffs. E o time não terá seu treinador principal quando finalmente entrar em campo no domingo à noite contra o Pittsburgh Steelers. Cleveland anunciou nesta terça-feira que Kevin Stefanski, técnico principal, estava entre os cinco membros da organização com teste positivo para COVID-19. Tom Pelissero, da NFL Network, relatou que o guard, três vezes eleito ao Pro Bowl, Joel Bitonio, que está com a equipe desde 2014, e o wide receiver KhaDarel Hodge também testaram positivo. Os outros dois resultados positivos envolveram treinadores.

Os cinco vão perder o jogo de wild-card no domingo entre os Browns e Steelers, que continua como programado, acrescentou Pelissero. "O Cleveland Browns foi informado esta manhã que o técnico Kevin Stefanski, dois membros adicionais da comissão técnica e dois jogadores deram positivo para COVID-19", disse a equipe em um comunicado. "Nossas instalações estão fechadas enquanto o rastreamento de contatos está ocorrendo. A equipe continuará a consultar a liga e os especialistas médicos para determinar as próximas etapas apropriadas, já que a saúde e a segurança de nossos jogadores, treinadores, equipe e toda a comunidade continuam sendo nossas prioridades  prioridade. Nosso planejamento de contingência exige que o coordenador de equipes especiais, Mike Priefer, atue como o treinador principal em exercício."

O coordenador ofensivo do Browns, Alex Van Pelt, que chamou jogadas no campo de treinamento e deveria chamá-las às vezes em uma pré-temporada que nunca ocorreu, será o responsável pelas jogadas ofensivas contra o Pittsburgh, informou Mike Garafolo da NFL Network. Sem Stefanski neste domingo, os Browns perdem um forte candidato a Treinador do Ano após levar o Cleveland a uma marca de 11-5 já na sua primeira temporada. Foi o primeiro recorde vitorioso dos Browns desde 2007 e uma melhoria de cinco jogos em relação ao time do ano passado, que contava com o mesmo núcleo. Seus maiores avanços foram feitos no ataque liderado por Stefanski.

Isso marca a terceira semana consecutiva que Cleveland será comprometido pelo COVID. Duas semanas atrás, os Browns jogaram sem seus wide receivers titulares depois de serem expostos ao linebacker B.J. Goodson perto da piscina de recuperação do time. Mais testes positivos afastaram um punhado de jogadores, incluindo o cornerback Denzel Ward, para o final da temporada regular. Os especialistas médicos da NFL acreditam que os casos de COVID-19 da semana passada foram de disseminação na comunidade e não de um surto em instalações, já que o sequenciamento genômico mostrou três cepas diferentes do vírus, relatou Pelissero. A equipe também não teve nenhum teste positivo domingo e segunda-feira.