Conteúdo

Superdome a espera de Naming Rights

21 de maio de 2020
19h 45

(por Raquel Amaral)

Na maioria dos esportes, uma boa fonte de renda dos times é o patrocínio por meio de naming rights. Com ele, o proprietário cede a empresas o direito de batizar o estádio com uma marca ou produto.

Na NFL essa parceria é tão bem sucedida que, em alguns casos, a associação entre um determinado estádio e uma marca acaba sendo automática. Como pensar na casa do Steelers sem o nome Heinz Field? Ou nos Patriots sem o Gillette Stadium? Lions sem o Ford Field?

Mas, como essas parcerias têm prazo determinado, os times podem buscar novos caminhos, como o caso do New Orleans Saints com o Mercedes-Benz Superdome.

O Superdome é um dos estádios mais lendários do futebol americano. Foi inaugurado em 03 de agosto de 1975, mas um de seus momentos mais marcantes ocorreu em setembro de 2005, quando foi utilizado para receber os desabrigados pelo furacão Katrina.

O cenário à época do Katrina foi desolador para Nova Orleans, causando mortes e devastação, por isso, a reabertura do Superdome, em 25 de Setembro de 2006, num jogo dos Saints contra os Falcons, foi considerado como um marco da reconstrução da cidade após o fatídico evento.

Além de ser um símbolo da reconstrução de Nova Orleans, o Superdome ainda se destaca na história da NFL por ter recebido 7 Super Bowls (1978, 1981, 1986, 1990, 1997, 2002 e 2013).

Em 2011, o Superdome recebeu o nome da Mercedes-Benz em um contrato de 10 anos com o Saints, por valores estimados entre US$ 50 milhões e US$ 60 milhões.

Porém, com o prazo prestes a vencer, as partes não chegaram a um acordo de renovação, pois a Mercedes-Benz estaria focando seus recursos no Mercedes-Benz Stadium de Atlanta, onde jogam o Atlanta Falcons pela NFL, e Atlanta United, pela MLS.

Assim, Greg Bensel, vice-presidente sênior de comunicação e radiodifusão do New Orleans Saints declarou que:

“O Mercedes-Benz Superdome é um estádio icônico globalmente que traz um futuro tremendo e valioso para um parceiro de direitos de nome. Pela nossa filosofia, o próximo parceiro servirá para representar nossa cidade, estado e região como líder para melhorar nossa comunidade. Será mais do que apenas uma oportunidade de direitos de nome, mas um verdadeiro parceiro, assim como foi e ainda é a Mercedes-Benz”

As negociações estão abertas e até um site de entretenimento adulto já teria apresentado oferta. O que se espera é que o Superdome passe por reformas no valor de US$ 450 milhões.

Aguardemos os próximos capítulos!