Conteúdo

Suns no topo do Oeste, 76ers na frente no Leste, Rockets decepcionando e mais

7 de janeiro de 2021

(por Sérgio Viana e Jefferson Castanheira)
 

Confira como foi a rodada de quarta-feira (06/01) da NBA:
 

Washington Wizards 136 x 141 Philadelphia 76ers

Bradley Beal e Russell Westbrook combinaram para 80 pontos, 17 assistências e 15 rebotes, resultado: mais uma derrora para o time de D.C.

Beal, pegando fogo, liderou o time com indecentes 60 pontos, mas a equipe não conseguiu manter a intensidade no período decisivo para vencer a partida.

Os 76ers, do nosso Luxa da NBA, Doc Rivers, vem calando a boca dos cornetas. Tudo bem que a qualidade técnica dos adversários até aqui não foi das melhores, mas o time de Philadelphia tem sido muito sólido defensivamente e está ganhando seus jogos, coisas básicas de uma equipe que quer ser contender e almeja algo na temporada.

Joel Embiid, cada vez mais a vontade nesse novo 76ers mais participativo, teve uma partida espetacular com 38 pontos, 8 rebotes, 5 assistências e 3 tocos.

Destaque também mais uma vez para o Seth Curry, “o genérico”, com 19 pontos e excelentes 6-7 em bolas de três, numa noite que todos os titulares fizeram 15+ pontos.

O time da terra do Rocky Balboa enfrenta hoje, no Brooklyn, os Nets, que tem 4-4, ainda sem Kevin Durant. E os Wizards, na sexta, visitam os Celtics, com 6-3.

 

Toronto Raptors 115 x 123 Phoenix Suns

Os Raptors seguem irregulares e irreconhecíveis na temporada. 

Apesar de mais uma boa partida dos Suns ser parte do mérito da vitória de Phoenix, os Raptors não se encontraram em quadra ainda, batendo cabeça em fundamentos e errando rotações simples, que poderiam ser corrigidas com mais treino - o que é estranho tratando-se de um time, que apesar de não ter mais Kawhi Leonard há quase 2 anos, manteve sua espinha dorsal em quadra.

Independente disso, Devin Booker, que liderou Phoenix em quadra, anotou 24 pontos e cedeu 6 assistências, enquanto um incansável e injustiçado Pascal Siakam, segue remando contra a maré com 32 pontos, 9 rebotes e 3 assistências.

 

Cleveland Cavaliers 94 x 105 Orlando Magic

Que noite triste para o Magic, apesar da importante vitória diante dos Cavs. 

Não se pode elogiar mesmo. Markelle Fultz, que na rodada passada eu coloquei como responsável por boa parte do sucesso do Magic neste início, por estar encontrando seu jogo, infelizmente está fora do resto da temporada com uma lesão no ligamento colateral anterior do joelho esquerdo. Realmente uma enorme baixa para a equipe, que mesmo assim encontrou forças para seguir e vencer a partida, garantindo o 6-2.

Terrence Ross foi o destaque com 20 pontos vindo do banco, inclusive os suplentes contribuíram com mais 29 pontos para garantir a vitória.

Mais uma vez o destaque dos Cavaliers foi o nosso candidato a MIP, Collin Sexton, com 21 pontos e 4 assistências e Andre Drummond com 19 pontos e 15 rebotes.

O Magic vai a Houston na sexta-feira enfrentar um pressionado Houston Rockets com 2-4. E os surpreendentes Cavs, que até aqui tem 4-4, visitam nesta quinta o valente Memphis Grizzlies, que tem 2-5, ainda sem Ja Morant, que deve ficar de fora mais 4 ou 5 semanas.

 

Detroit Pistons 115 x 130 Milwaukee Bucks

Terceira vitória seguida do Milwaukee Bucks na temporada. 

Com um começo avassalador e sufocante, Giannis e cia não deram qualquer chance para os rivais da Motor City, abrindo uma liderança que chegou a 34 pontos de diferença. Giannis Antetokounmpo fez 25 pontos, seguido de Khris Middleton que adicionou mais 23 na conta. Jeremi Grant fez 31 pontos e 10 rebotes sendo o principal jogador de Detroit, seguido de Saddiq Bey e seus 20 pontos anotados vindos do banco. 

A superioridade técnica dos Bucks fez com que o time desperdiçasse menos posses ofensivas e também pressionasse a saída de bola dos Pistons, pontos chaves para a vitória de Milwaukee.

 
Charlotte Hornets 102 x 94 Atlanta Hawks

Chamei o rapaz de ex-franchise player dois dias atrás, como ele é fã do Playmaker Brasil, foi lá e mostrou para o SV que respira por aparelhos, mas ainda é sim o FP dos Hornets.

Gordon Hayward marcou 44 pontos, com respeitáveis 60% de aproveitamento de arremessos de quadra e teve seu carrer high nesta noite. LaMelo Ball com 16 pontos e 8 rebotes foi outro destaque do time do nosso GOAT.

Como toda equipe jovem e em formação os Hawks continuam oscilando muito nesse início, em uma péssima noite de Trae Young, John Collins com 23 pontos e11 rebotes e Kevin Huerter, vindo do banco, com 19 pontos, foram os destaques.

Os Hornets, com 3-5, vão a New Orleans enfrentar os Pelicans, com 4-4. E os Hawks reencontram os Hornets, no sábado, em Charlotte.

 

Houston Rockets 107 x 114 Indiana Pacers

E mais uma vez um jogador mediano teve sua noite de “Carrer High" enfrentando os Rockets. Desta vez foi Malcom Brogdon, que anotou seu segundo melhor jogo da carreira em três jogos com 35 pontos. Domantas Sabonis também foi muito bem, e juntos eles combinaram para 57 pontos. Com isso, ambos foram decisivos para a vitória dos Pacers.

O time do Texas não teve um de seus destaques da temporada, Christian Wood, poupado com dores no joelho esquerdo. Que Deus proteja esse joelho, pois os Rockets vão precisar muito desse rapaz.

Com um James Harden irreconhecível no ataque, com pouca mobilidade e nenhuma confiança para arremessar, os Rockets não conseguiram se impor diante de um adversário que pedia o tempo todo para ser batido. A defesa é tão ruim que os torcedores começam a sentir saudades de Mike D´Antoni nesse quesito. No ataque falta movimentação sem bola, fazendo Harden e Wall terem que encontrar um jeito de jogarem juntos em quadra. “João Parede” foi o cestinha com 28 pontos, mas o melhor jogador dos Rockets na temporada contribuiu com 20 pontos, e infelizmente estamos falando de Eric Gordon.

Os Pacers ainda sofrem com a ausência por tempo indeterminado de TJ Warren e não tiveram uma noite lá muito inspirada. Com Oladipo apagado com 18 pontos, o time de Indianapolis contou com boa atuação diante da defesa peneira dos Rockets de Justin Holiday, o irmão Holiday sem grife, com 20 pontos e 5 rebotes.

Os Rockets recebem o embalado Magic com 6-2 na próxima sexta e os Pacers enfrentam no sábado, em casa, o também embalado Phoenix Suns com 6-2.

 

Oklahoma City Thunder 111 x 110 New Orleans Pelicans

Double-double inesperado de Darius Blazley, com 20 pontos e 12 rebotes, fez com que o Thunder fosse o time mais regular em quadra e controlasse as ações responsivas dos Pelicans. 

Dois lances-livres batidos com 12 segundos para o fim, convertidos por George Hill, colocaram o Thunder na frente da partida para garantir a vitória, após 15 trocas de liderança entre as duas equipes. 

Shai Gilgeous-Alexander adicionou 21 pontos e 9 assistências para Oklahoma, sendo um dos melhores nomes na partida. Zion Williamson terminou o jogo com 29 pontos, 6 rebotes e 3 roubadas de bola, porém, apesar da boa performance do segundanista, os Pelicans não saíram com a vitória.

 

Chicago Bulls 124 x 128 Sacramento Kings

O calvário dos Bulls parece não ter fim. Mesmo com ótimo jogo de Coby White, anotando 36 pontos, e Zach LaVine colocando 32 na conta, os Bulls seguem sendo um time que só tem esforço, mas precisa de mais constância e organização. 

Os Kings colocaram três jogadores com 20+ pontos na conta, sendo eles Harrison Barnes (20pts), Marvin Bagley III (21pts, 12rbs) e Richaun Holmes (24pts). 

A partida foi definida quando Buddy Hield - que anotou apenas 10 pontos na noite - fez uma jogada de quatro pontos sofrendo a falta no ato do arremesso do perímetro e sofrendo a falta com apenas 38 segundos para o fim da partida.

 

Los Angeles Clippers 108 x 101 Golden State Warriors

Paul George realmente está destinado a fazer com que seus críticos engulam a língua. 

Dessa vez, liderando os Clippers contra os Warriors, PG13 foi o principal nome da vitória do "primo pobre" de L.A, anotando 21 pontos e 11 rebotes, sendo o melhor em quadra, conseguindo parar Stephen Curry com seus apenas 13 pontos anotados e uma mão bem gelada da linha de 3 pontos, com apenas 14% dos arremessos do perímetro convertidos. 

Kawhi Leonard também fez 21 pontos, sendo dois deles a cesta que deu a liderança não mais perdida pelos Clippers, quando o relógio marcava 7 minutos restando para o fim da partida.

 

Boston Celtics 107 x 105 Miami Heat

E o jogo da rodada acabou sendo mesmo o reencontro dos finalistas do Leste da temporada passada que você confere os detalhes aqui: https://www.playmakerbrasil.com.br/noticia/em-jogo-equilibrado-ate-os-minutos-finais-celtics-batem-o-heat-na-revanche-da-ultima-final