Conteúdo

Suns dominam Lakers em grande partida de Devin Booker e abrem 1 a 0 na série

23 de maio de 2021

(por Vinícius Freitas)
 

O duelo começou bem movimentado, com os Lakers mostrando que trabalhariam agressivamente na defesa, com um tocaço de Anthony Davis em Devin Booker logo no início do confronto. Os anfitriões estavam com dificuldades de infiltrar na boa defesa dos angelinos, começando o jogo com maior atividade nos arremessos de fora. Já os Lakers estavam indo muito bem dentro do garrafão, com Andre Drummond indo bem no ataque, apesar de não ser o seu ponto forte. LeBron James acertou dois arremessos seguidos de três pontos, mostrando que estava com a mão quente. Chris Paul respondeu na mesma moeda, fazendo uma cesta de fora, e depois disso cresceu no jogo, armando as jogadas do time e alimentando bastante DeAndre Ayton. O jogo seguia empatado até a metade do período, mas depois da saída de LeBron James, os Suns abriram uma pequena vantagem, administrando e mantendo durante a segunda metade entre 6 e 9 pontos de frente. Os Suns terminaram o primeiro quarto na frente, vencendo por 32-25, com destaque para DeAndre Ayton (10pts, 4reb), Devin Booker (9pts) e Chris Paul (3pts, 4reb, 3ast). LeBron James (8pts) e Andre Drummond (4pts, 4reb) foram os destaques dos Lakers no começo do jogo.  

Os Suns continuavam muito bem coletivamente, administrando a vantagem. Mas, depois de uma trombada com Cameron Johnson, também dos Suns, Chris Paul desaba e deixa a quadra com dores na parte esquerda do ombro, assustando a torcida da casa. Depois da saída de CP3, os Lakers cresceram na partida, com ótima atuação de Montrezl Harrell, que ia dominando o garrafão adversário, diminuindo a diferença para apenas 3 pontos. As equipes trocaram alguns ataques e novamente quando LeBron foi para o banco descansar, os Suns aumentaram a frente no placar para dois dígitos, deixando evidente a dependência de James para o volume de jogo dos visitantes fluir. Chris Paul voltou para a partida coincidentemente na saída de LeBron, ajudando a manter o time nos trilhos. Jae Crowder, importante nome na defesa dos Suns, chegou a três faltas, preocupando o treinador Monty Williams. Anthony Davis começou a aparecer para o jogo nos minutos finais do segundo período, mas os Lakers estavam sofrendo com a marcação sob pressão dos anfitriões. LeBron não apareceu tão bem quanto no primeiro quarto e, devido ao bom jogo coletivo de Phoenix, os Lakers foram para o intervalo atrás no placar, perdendo por 45-53, com destaques para LeBron James (10pts, 4ast), Montrezl Harrell (10pts, 3reb) e Anthony Davis (7pts). Já pelo lado dos Suns, Devin Booker (17pts, 3ast), DeAndre Ayton (14pts, 6reb) e Cameron Johnson (8pts, 4reb) lideravam a equipe do Arizona em pontuação. 

Os Lakers voltaram muito mal ofensivamente, cometendo muitos erros e desperdiçando ataques, principalmente Andre Drummond, que não conseguia se impor no garrafão apesar de seu porte físico. Aos poucos o Phoenix aumentava a vantagem, obrigando Frank Vogel a parar o jogo duas vezes antes do final do terceiro quarto, depois dos 15 pontos de frente dos anfitriões, quando o placar marcava 71-56 para os Suns. LeBron e Davis estavam muito discretos, longe das atuações galácticas que costumam ter, sofrendo com o bom trabalho defensivo dos anfitriões. Chris Paul apesar de ter voltado, também era outro que vinha bastante discreto na partida, deixando a quadra e demonstrando algum incômodo no ombro direito. Assim como Harrell tinha feito no segundo quarto, Dennis Schröder veio do banco e liderou a reação dos Lakers, que diminuiu a diferença de 15 para 7 pontos. Os Suns depois do susto pediram tempo e se acertaram, voltando a dominar a partida e aumentar a vantagem novamente, terminando a terceira etapa com a vitória parcial de 81-68. Booker (25pts, 6ast) e Ayton (18pts, 10reb) seguiam como cestinhas dos anfitriões. LeBron James (15pts, 5reb, 8ast), Drummond (12pts, 9reb) e Schröder (11pts) lideravam os Lakers em pontuação.

As equipes trocaram alguns ataques no começo da etapa, com os Suns administrando a vantagem. LeBron teve duas oportunidades de diminuir a diferença por conta de faltas sofridas, mas acertou apenas dois e cinco lances livres cobrados. No rebote do último lance livre dessa sequência de LeBron, houve uma confusão, terminando na expulsão de Cameron Payne de Phoenix e faltas técnicas anotadas para Montrezl Harrell e Alex Caruso pelo lado do Lakers. O tempo ia passando e os visitantes não conseguiam diminuir a desvantagem no placar, sofrendo demais com a defesa de Phoenix. Devin Booker liderava os Suns ofensivamente, administrando a frente no placar. LeBron e Davis terminaram o jogo com números bem abaixo do que costumam ter, devido ao ótimo trabalho de marcação dupla montado por Monty Williams, visando diminuir o volume de jogo dos Lakers. Nos minutos finais, os Lakers acertaram apenas um ataque, com o placar final marcando 99-90 para o Phoenix Suns.
 

Final: Los Angeles Lakers 90-99 Phoenix Suns



 

Com grande debut de Devin Booker e Deandre Ayton em playoffs, os Suns tiveram uma ótima atuação coletiva, principalmente, na defesa, conseguindo conter os principais nomes dos Lakers, com uma vitória convincente e um ótimo trabalho do técnico Monty Williams. Os Suns dominaram o jogo, sendo melhores nos rebotes (47 contra 33), assistências (24 contra 19), arremessos (46.5%  [40/86] contra 43.4% [33/76]), bolas de 3 pontos (32.1% [9/28] contra 26.9% [7/26]) e lances livres (83.3% [10/12] contra 60.7% [17/28]).

Os Lakers apesar de conseguirem diminuir a diferença no placar em alguns momentos, cometeram muitos desperdícios de bola no ataque e não souberam explorar o garrafão devidamente, devido a vantagem física de jogadores como Andre Drummond, Montrezl Harrell e Anthony Davis. LeBron James também sofreu com a defesa adversária, e apesar dos números não tão baixos, teve um desempenho abaixo de suas médias na temporada regular. Outro fator importante para a derrota dos Lakers foi a pouca ajuda vinda do banco, com muitos jogadores zerados.
 

Destaques

LAL: LeBron James (18pts, 7reb, 10ast), Dennis Schröder (14pts), Anthony Davis (13pts, 7reb) e Andre Drummond (12pts, 9reb).

PHO: Devin Booker (34pts, 7reb, 8ast) e Deandre Ayton (21pts, 16reb).
 

Obs: Devin Booker é o estreante em playoffs que mais anotou pontos na história do Phoenix Suns.