Conteúdo

Steve Kerr faz apelo emocionado após tiroteio em escola no Texas: 'Quando vamos fazer alguma coisa?'

26 de maio de 2022

(por Layo Lucena)

Segundo o ‘The Athletic’, o técnico Steve Kerr fez um discurso emocionado antes do jogo 4 do Golden State Warriors contra o Dallas Mavericks após um tiroteio em uma escola em Uvalde, Texas, na terça-feira (24).

"Já tivemos paroquianos asiáticos mortos no sul da Califórnia e agora temos crianças assassinadas na escola. Quando vamos fazer alguma coisa?", Kerr declarou em sua entrevista coletiva antes do jogo. "Estou tão cansado de subir aqui e oferecer condolências às famílias devastadas. Estou cansado dos momentos de silêncio. Chega.

"Há 50 senadores agora que se recusam a votar na HRA, que é uma regra de verificação de antecedentes (para pessoas que querem possuir armas de fogo) que a Câmara aprovou há alguns anos. Ela está parada lá."

Mais cedo na terça-feira, um atirador de 18 anos abriu fogo na Robb Elementary School, matando pelo menos 19 crianças e um professor e ferindo outros, disse o governador Greg Abbott. O governador e a polícia identificaram o agressor como Salvador Ramos e disseram que ele está morto.

Abbott acrescentou que dois oficiais ficaram feridos, mas devem sobreviver.

Kerr, cujo pai foi morto a tiros em um ataque terrorista em Beirute em 1984, há muito fala abertamente sobre sua crença de que são necessárias leis mais fortes sobre armas.

"Quero que cada pessoa aqui, cada pessoa que ouve isso, pense em seu próprio filho ou neto, mãe ou pai, irmã, irmão. Como você se sentiria se isso acontecesse com você hoje? Não podemos ficar insensíveis a isso. Não podemos sentar aqui e apenas ler sobre isso e dizer, bem, vamos fazer um momento de silêncio... Cinquenta senadores não votaram porque querem manter seu próprio poder. É patético! Eu tive o suficiente!", Kerr disse antes de deixar a coletiva.