Conteúdo

Sporting vence Borussia, elimina o clube alemão e garante vaga na próxima fase da Champions

24 de novembro de 2021

(por Matheus Correia)

Na tarde desta quarta-feira (24), o Sporting recebeu o Borussia Dortmund no Estádio José Alvalade pela quinta rodada da Champions League. Com eficiência no ataque, a equipe portuguesa se aproveitou da fraca atuação dos desfalcados alemães e venceu a partida com tranquilidade, garantindo a vaga na fase de mata-mata da competição.

Nos minutos iniciais do confronto, as equipes não mostraram muita variação no estilo de jogo; o Borussia tentava manter a posse e apostava na qualidade do um contra um de seus jogadores para tentar criar jogadas, já que Halaand, lesionado, não estava em campo para ser o “facilitador” ofensivo.

Já o Sporting jogava com as linhas defensivas mais recuadas, esperando o time adversário ocupar o campo ofensivo para tentar sair em velocidade no contra-ataque.

A partida foi “morna” até a altura dos 30 minutos, quando os portugueses abriram o placar em uma falha defensiva de Nico Schulz. No campo de defesa, o zagueiro Sebastián Coates deu um “chutão” para frente, na tentativa de encontrar o meia atacante Pedro Gonçalves. A bola foi em direção ao português, mas Schulz tinha tudo para tirá-la para a lateral ou escanteio. Entretanto, o lateral alemão deu um “passe” para trás que sobrou no pé de Gonçalves. Com tranquilidade, o camisa 28 do Sporting colocou a bola debaixo das pernas de Gregor Kobel. 1 a 0.

O segundo gol saiu apenas oito minutos depois, em uma bela jogada trabalhada da equipe portuguesa. Paulinho recebeu um passe alto na esquerda e tocou para Matheus Reis mais atrás. O ala tocou para Matheus Nunes dentro da área, que apenas deixou a bola para Pablo Sarabia. O espanhol acionou Pedro Gonçalves na entrada da área e o meia marcou seu segundo tento na partida com um foguete contra o gol de Kobel.

O Borussia criou sua primeira grande chance na partida logo após a saída de bola: Reus carregou a bola da direita para o meio e tocou para Witsel, que deu uma bela enfiada mais à frente para Mallen. O jovem atacante holandês venceu a marcação de Feddal, tirou a bola de Adán e finalizou para o gol aberto. O zagueiro Gonçalo Ignácio foi herói e entrou na frente do chute, tirando o que seria um gol certo dos alemães.

Na segunda etapa, o Borussia tentou transformar a posse em jogadas de perigo, avançando ainda mais suas linhas de ataque e apoiando a criação ofensiva nas costas de Reus e Brandt. Mesmo assim, a equipe continuava com dificuldades em dar trabalho ao goleiro Ádan, e aos 72 minutos, Emre Can fez questão de acabar com as chances de classificação de seu time para a próxima fase da competição.

Após uma entrada de Akanji em Paulinho, o clube alemão se recusou a jogar a bola pela lateral para o atendimento do atacante do Sporting, que ficou caído no chão. Emre Can tinha a posse, e Pedro Porro, ala direito da equipe portuguesa, se irritou com a atitude dos jogadores adversários, dando uma chegada mais forte em Can.

O lateral turco teve uma reação completamente exagerada e acertou um “tapa” no rosto de Pedro. O árbitro Carlos del Cerro Grande entendeu a ação como conduta violenta e expulsou o camisa 23.

Para piorar a situação, Zagadou saiu do banco para fazer um pênalti infantil em cima de Paulinho. Em primeiro momento, a impressão era de que o zagueiro havia realizado a intercepção encostando apenas na bola, mas após revisão no VAR, o toque no atacante português foi claro, e a penalidade máxima foi assinalada.

Para conquistar o hat-trick, Pedro Gonçalves foi para a cobrança, mas desperdiçou com um chute fraco no canto esquerdo de Kobel, que realizou a defesa. Para sorte dos portugueses, o rebote sobrou na cabeça de Pedro Porro, completando para o fundo do gol e garantido a classificação de sua equipe. 

O Borussia ainda conseguiu um gol de honra nos acréscimos, com Malen aproveitando um cruzamento rasteiro de Reus.

Resultado: Sporting CP 3 – 1 Borussia Dortmund

Uma grande exibição de futebol do Sporting perante sua torcida, mostrando que o “futebol reativo” pode ser dinâmico, rápido e bonito de se ver. Pedro Gonçalves foi a personificação da eficiência ofensiva de sua equipe, finalizando quatro vezes, sendo todas elas em direção ao gol. E claro, foi responsável por dois dos três gols de sua equipe.

A classificação do Sporting é extremamente merecida, e coroa o excelente trabalho do técnico Ruben Amorim.

O único lado positivo deste resultado para o Borussia, é que a equipe é uma das favoritas para lutar pelo título da Liga Europa. As ausências de Halaand, Hazard e Hummels com certeza são prejudiciais, mas não justifica a atuação fraca e pobre de ideias na partida de hoje.

As duas equipes irão cumprir tabela na última rodada da fase de grupos; o Borussia, contra o Besiktas, e o Sporting, contra o Ajax.