Conteúdo

Shows de Usman, Namajunas e Shevchenko, infelicidade de Weidman e mais; Confira como foi o espetacular UFC 261

25 de abril de 2021

(por Rafael Lima)
 

Sensacional! Esta é a única definição possível para o UFC 261. Performances absurdas de Kamaru Usman, Rose Namajunas e Valentina Shevchenko, fatalidades com Chris Weidman e Jimmy Crute, além de um card preliminar de lutas fantásticas. O evento deste fim de semana teve de tudo, presenteando os fãs de MMA com nocautes e finalizações espetaculares; confira como foram os combates.
 

Card Principal
 

Que soco foi esse?! Kamaru Usman vence Jorge Masvidal por nocaute no segundo round

No combate principal, Kamaru Usman colocava de novo seu cinturão em jogo diante de Jorge Masvidal, que dessa vez tinha um camp completo para se preparar para a disputa do título meio-médio, pois da primeira vez pegou a luta com uma semana de antecedência. O campeão é completo e tem pouquíssimas brechas em seu jogo, porém, o desafiante tem um dos maiores poderes de nocaute da categoria.

Ambos começaram se estudando, mas Usman atingia mais, achando a melhor distância. Quando Jorge Masvidal ficava mais à vontade no combate, o nigeriano colocou a luta para baixo. Os dois voltaram de pé e foram para uma trocação mais franca, Kamaru acertou mais golpes, mas Jorge era perigoso e o primeiro assalto terminou com os dois se encarando.

O segundo round começou com ambos trocando golpes e se provocando, mas Kamaru tirou da cartola um direto de direita que “quase arrancou a cabeça” de Jorge Masvidal. Depois disso, ele só confirmou batendo no chão e mostrando ao mundo o motivo que pode ser colocado como um dos melhores da história. Um dos socos mais impressionantes dos últimos tempos no UFC.

 
Chocou o mundo! Rose Namajunas vence Weili Zhang por nocaute no primeiro round

A esperada disputa do cinturão peso-palha levou para o ringue duas lutadoras técnicas e completas, que produzem grandes shows para o público. O pré-evento teve respeito, mas também teve polêmica, e o combate apresentava todos os ingredientes para ser uma das melhores lutas femininas da história.

O combate começou com as duas lutadoras ativas, desferindo golpes e se movimentando bastante, porém, um chute perfeito de Rose Namajunas acabou com todas expectativas dos analistas, pois foi certeiro no queixo da chinesa que desabou. Depois disso, a nova campeã deu uma chuva de socos no chão para terminar o confronto. Que performance! Rose Namajunas toma de volta seu cinturão.

 

Dominante! Valentina Shevchenko vence Jéssica Bate-Estaca por nocaute técnico no segundo round

A primeira disputa de cinturão da noite colocava uma das lutadoras mais completas da história, Valentina Shevchenko, contra a forte e raçuda brasileira, Jéssica Andrade, que foi para o octógono tentar chocar o mundo.

Ambas começaram se estudando bastante e desferindo golpes sem muita precisão. Valentina Shevchenko surpreendeu e buscou a luta agarrada, mas Jessica Andrade conseguiu voltar de pé. A campeã acertou dois golpes fortes, mas a brasileira levou para a grade. A lutadora do Quirguistão levou novamente para o chão e, por pouco, não finalizou com um mata-leão. Passeio de Valentina abusando das quedas no primeiro round.

No segundo assalto ambas foram para cima e Shevchenko conseguiu rapidamente levar o duelo para o chão. Jéssica com muita dificuldade voltou de pé, porém, a campeã colocou novamente para baixo, fechou o crucifixo e passou a desferir socos e cotoveladas no rosto da brasileira, obrigando Dan Miragliotta a interromper o combate. Que vitória da espetacular Valentina Shevchenko!

 

Infelizmente, a história se repete! Uriah Hall vence Chris Weidman por nocaute técnico no primeiro round

Uriah Hall queria a revanche contra o ex-campeão peso-médio, Chris Weidman, para isso, buscaria manter o combate em pé, enquanto o “All-American” teoricamente tentaria a luta agarrada, num clássico choque de estilos.

Só que por ironia do destino, assim como aconteceu com Anderson Silva contra Chris Weidman, o americano desferiu um chute baixo em Uriah Hall e fraturou a perna no mesmo momento. Hall consegue o knockout de uma forma que não esperava. 

 

Chutaço! Anthony Smith vence Jimmy Crute por nocaute técnico por interrupção médica

Num duelo entre um lutador experiente contra um em ascensão, a expectativa era de que o combate não chegasse aos 15 minutos.

Ambos começaram se estudando bastante, porém, aos poucos Anthony Smith foi soltando o jogo e seus jabs foram encontrando o rosto de Jimmy Crute, que revidava com chutes. Só que o melhor chute do round inicial foi de Smith, que gerou um knockdown e uma lesão séria no australiano. Por isso, os médicos resolveram encerrar o confronto no intervalo do primeiro para o segundo assalto.

 

Card Preliminar

 

Levou o pescoço para casa! Randy Brown vence Alex Cowboy por finalização no primeiro round

O combate começou dinâmico, os chutes baixos de Alex Cowboy eram bons, mas um knockdown imposto por Randy Brown com um belo direto deixou o brasileiro desnorteado, a partir daí um mata-leão incrível colocou fim no duelo.

 

Que sufoco! Dwight Grant vence Stefan Sekulic por decisão dividida

O combate não foi tão frenético como os anteriores, porém, ambos tiveram bons momentos na luta. Sekulic bambeou o adversário, por pouco não finalizou, mas Grant foi salvo pelo gongo e, por ter vencido os dois primeiros rounds, levou a vitória.

 

Gritou de dor! Brendan Allen vence Karl Roberson por finalização no primeiro round

Ambos começaram frenéticos, com uma trocação intensa. Karl Roberson era melhor, porém, Brendan Allen conseguiu ir ao chão com o adversário e, vendo a oportunidade em sua cara, Allen finalizou com uma firme chave de calcanhar para fazer Roberson bater e gritar.


 

Mais completo! Pat Sabatini vence Tristan Connelly por decisão unânime

Pat Sabatini apresentou o melhor plano de luta, trocando para levar para a luta agarrada e desta forma dominou os rounds e, por pouco, não finalizou Tristan Connelly, vencendo por pontos.

 

Não deu nem para a saída! Danaa Batgerel vence Kevin Natividad por nocaute técnico no primeiro round

Bastou um potente gancho de esquerda de Danaa Batgerel para levar Kevin Natividad para a lona. A partir daí, o lutador da Mongólia foi para o ground and pound e liquidou o serviço em 50 segundos.

 

Domínio mexicano! “Kazula" Vargas vence Rong Zhu por decisão unânime

Mais versátil e com boa movimentação, o mexicano Rodrigo “Kazula” Vargas variou combinações no corpo com bons overhands e ainda ameaçava com guilhotinas. Desta forma, venceu por pontos. 

 

Terceiro round decisivo! Jeff Molina vence Aori Qileng por decisão unânime

Combate dinâmico e técnico, ambos demonstraram muita versatilidade, mas Molina era melhor em pé, desferindo bons uppercuts e joelhadas para garantir a vitória.

 

Sorriso no rosto da brasileira! Ariane Sorriso vence Na Liang por nocaute técnico no segundo round

Em uma verdadeira guerra. Ariane Sorriso chegou a sofrer um knockdown no primeiro round, mas se recuperou e num combate de trocação intensa venceu por nocaute técnico no ground and pound no segundo assalto.