Conteúdo

Show de Doncic, Celtics em queda livre, Ja Morant “clutch”, virada fantástica dos Spurs e mais

18 de março de 2021

(por Matheus Correia e Leonardo Costa)

 

Confira como foi a quarta-feira (17) da NBA.

 

Dallas Mavericks 105 x 89 Los Angeles Clippers 

Em um duelo entre duas das mais interessantes equipes da conferência oeste, Luka Doncic teve uma performance absurda para ajudar os Mavericks em uma sólida vitória contra os Clippers. A dominância do esloveno em quadra também ficou refletida no placar, com os visitantes tendo um bom momento na partida apenas no fim do primeiro quarto, quando venceram por cinco pontos de diferença (24 a 29). Luka “Magic” anotou 42 pontos, 6 rebotes, 9 assistências, 3 roubos de bola e 2 tocos, com um aproveitamento de 57% (16/28) nos arremessos de quadra. Paul George, além de sair derrotado de quadra, mais uma vez foi vítima de Doncic. Na jogada desta noite, a estrela da equipe de Dallas aplicou um belo crossover “behind the back” no ala-armador, partindo em direção à cesta e convertendo um belo floater. Entretanto, Luka jogou sozinho: todos os titulares contribuíram com pelo menos 10 pontos e 5 rebotes. Tim Hardaway Jr. (15 pontos e 6 rebotes), Josh Richardson (14 pontos e 5 rebotes) e Kristaps Porzingis (11 pontos e 13 rebotes) foram outros destaques do quinteto inicial. Apesar da aula que recebeu de Doncic, Paul George foi o melhor em quadra por LA: 28 pontos, 7 rebotes e 5 assistências. Kawhi Leonard também teve boa atuação, anotando 20 pontos, 7 rebotes e 7 assistências. 

 

Cleveland Cavaliers 117 x 110 Boston Celtics 

A esperança do torcedor de Boston vai aos poucos sendo substituída por total frustração. Desta vez, a equipe foi completamente dominada pelos Cavaliers, que vinham de quatro derrotas seguidas. Os mandantes contaram com boa atuação de sua jovem dupla de backcourt: Collin Sexton e Darius Garland. A performance ofensiva ruim dos celtas no primeiro tempo permitiu à equipe de Cleveland abrir uma vantagem considerável no placar. Boston até teve uma melhoria na volta do intervalo, arremessando de maneira muito mais eficiente, mas os donos da casa se aproveitaram da defesa “previsível” dos visitantes e conseguiram a manutenção da vantagem, alcançando uma vitória mais tranquila do que o esperado. Sexton teve uma excelente atuação contribuindo com 29 pontos, 7 rebotes e 6 assistências.  Já Garland, também esteve muito bem em quadra anotando 25 pontos, 4 rebotes e 6 assistências. Larry Nance Jr. (18 pontos, 10 rebotes e 4 assistências) e Isaac Okoro (15 pontos e 4 rebotes) foram outros destaques da franquia de Ohio. Pelos Celtics, Jayson Tatum foi o cestinha com 29 pontos e 5 rebotes, e outros jogadores como Jaylen Brown (28 pontos e 4 assistências) e Robert Williams III (13 pontos, 14 rebotes e 4 tocos) também foram bem em quadra. 

 

Brooklyn Nets 124 x 115 Indiana Pacers

Apesar de não contar com Kevin Durant e Kyrie Irving, bastou a presença dominante de James Harden para que Brooklyn batesse os Pacers, e de quebra assumisse a ponta da Conferência Leste, deixando o 76ers para trás. Foi a 14ª vitória dos Nets nas últimas quinze partidas, e Indiana não encontrou maneiras de parar Harden, apesar de provarem diferentes formas de marcação. O ex-Rockets foi magistral, principalmente no quarto decisivo, em que os Nets abriram a vantagem da vitória. Foram 14 pontos e 6 rebotes para o 'Barba' apenas nos doze minutos finais, que anotou seu terceiro triplo-duplo seguido, com 40 pontos, 15 assistências e 10 rebotes. Foi a 100ª partida de Harden com ao menos 40 pontos na NBA, juntando-se a Wilt Chamberlain, Michael Jordan e Kobe Bryant. Pelos Pacers, Malcolm Brogdon foi o cestinha com 24 pontos, seguido por Caris LeVert, que anotou 19 pontos e 5 assistências contra sua ex-equipe.

 

Toronto Raptors 112 x 116 Detroit Pistons

Toronto é uma das equipes mais inconstantes da temporada. Começou mal, reagiu, subiu na classificação, mas agora perdeu pela sexta vez seguida, e sequer estaria entre os classificados para os playoffs. Por outro lado, foi apenas a terceira vitória de Detroit nas últimas dez partidas. Os Pistons controlaram a partida desde o começo e, com exceção de um curto período no terceiro quarto, ficaram sempre na liderança. Os canadenses até tentaram uma reação nos instantes finais, mas o aproveitamento dos arremessos não ajudava, nem mesmo os 43 pontos de Norman Powell, cestinha do duelo, foram suficientes. Pelos Pistons, o maior anotador foi o calouro Saddiq Bey, que anotou 28 pontos e 12 rebotes, enquanto Jerami Grant terminou com 23 pontos.

 

Washington Wizards 119 x 121 Sacramento Kings

De pouco serviu outro triplo-duplo de Russell Westbrook, dessa vez com 26 pontos, 14 rebotes e 10 assistências. Os Kings contaram com uma cesta decisiva de De'Aaron Fox diante de Bradley Beal para garantir o triunfo para Sacramento. Washington chegou ao último quarto com uma desvantagem de 9 pontos, que foi diminuindo com as investidas de Westbrook, que anotou 13 pontos apenas no quarto decisivo, apesar de falhar no último passe da partida. O brasileiro Raulzinho teve novamente bom tempo em quadra, com 26 minutos, terminando com 12 pontos e 5-10 nos arremessos de quadra. Beal foi o cestinha do duelo, mas foi ofuscado pela marcação nos instantes finais, anotando 29 pontos. Pelos Kings, que assim como o rival, ainda almejam playoffs, Fox foi o maior anotador com 28 pontos, seguido por Harrison Barnes, que marcou 18 pontos e 8 rebotes.

 

Memphis Grizzlies 89 x 85 Miami Heat 

Liderados por Ja Morant, os Grizzlies deram um fim à sequência de vitórias de Miami, vencendo o confronto nos segundos finais. Quando duas das melhores defesas da liga se enfrentam, é de se esperar um placar pouco numeroso. Outro fator que certamente foi afetado por isso é o aproveitamento nos arremessos: 35% em field-goal e 24% nos arremessos de três para Memphis, e 36% em field-goal e 24% nas bolas de três para Miami. O equilíbrio em quadra foi visível, com os Grizzlies se destacando mais no primeiro tempo e a franquia de Florida conseguindo se impor no início do terceiro quarto. Os mandantes conseguiram abrir uma boa vantagem no fim do terceiro período (72-63), mas uma bela performance do backcourt de Miami, com Tyler Herro e Goran Dragic deixou o placar apertado novamente. Uma sequência de sete pontos dos visitantes nos minutos finais colocou tudo empatado: 83 a 83. Lances livres foram convertidos por ambos os lados, deixando o placar em 85 a 85, com 10 segundos restantes no relógio. Foi quando Ja Morant partiu em velocidade na direção da cesta, vencendo a marcação de Jimmy Butler e se aproveitando das falhas de posicionamento de Tyler Herro e Duncan Robinson para converter a bandeja que deu o triunfo para Memphis. Mesmo com a jogada da vitória, a pontuação do armador não foi tão alta: 13 pontos, além de 4 rebotes e 6 assistências. De’Anthony Melton (13 pontos, 10 rebotes e 6 assistências) e Kyle Anderson (13 pontos e 5 rebotes) foram outros destaques de Memphis. Por Miami, Jimmy Butler (24 pontos e 7 rebotes) e Bam Adebayo (15 pontos, 12 rebotes e 6 assistências) foram os melhores em quadra. 

 

Houston Rockets 94 x 108 Golden State Warriors 

Os Warriors atropelaram os Rockets no Toyota Center, dando aos texanos a incrível marca de 18 derrotas consecutivas, um recorde da franquia. O retorno de Christian Wood foi um alívio para os torcedores de Houston, mas parece não ter adiantado muito neste confronto. O domínio total de Draymond Green no aspecto defensivo foi um dos principais motivos do triunfo da franquia de San Francisco, que não precisou nem de uma super atuação de Stephen Curry (18 pontos, 5 rebotes e 8 assistências). O cestinha de Golden State for Jordan Poole, anotando 23 pontos. Kelly Oubre (19 pontos e 4 rebotes) e Andrew Wiggins (17 pontos e 6 rebotes) foram outros destaques da equipe. Mas, podemos afirmar que o principal jogador dos Warriors em quadra foi Green, que anotou um triple-double com 16 pontos, 12 rebotes e 10 assistências. Pelos Rockets, Kevin Porter Jr. teve a maior pontuação do confronto, com 25 pontos, além de 4 rebotes e 7 assistências. Christian Wood fez um retorno decente, anotando 21 pontos e 9 rebotes. 

 

Denver Nuggets 129 x 104 Charlotte Hornets 

Conquistando o sétimo triunfo em oito partidas, os Nuggets tiveram uma atuação dominante para conseguir uma tranquila vitória contra os Hornets. A superioridade técnica de Denver em quadra tornou o confronto “desnivelado”; a única estatística que os mandantes não lideraram foi a de turnovers (destaque para os 58% de aproveitamento nos arremessos de field-goal). A prevalência da franquia de Colorado em quadra atingiu seu ponto alto no último período, quando chegaram a abrir 34 pontos de vantagem no placar. Michael Porter Jr. foi o cestinha da partida com 28 pontos e 13 rebotes. Will Barton (23 pontos, 4 rebotes e 4 assistências) e Jamal Murray (19 pontos, 5 rebotes e 4 steals) tiveram boas atuações, enquanto Nikola Jokic conquistou seu décimo triple-double na temporada com 12 pontos, 10 rebotes e 10 assistências. Por Charlotte, os destaques ficaram com Terry Rozier (21 pontos, 5 rebotes e 4 assistências), Malik Monk (16 pontos) e LaMelo Ball (14 pontos). 

  

 San Antonio Spurs 106 x 99 Chicago Bulls

A equipe de Greg Popovich perdia por 23 pontos de diferença no segundo quarto, mas conseguiu virar a chave no intervalo e, mesmo sem DeMar DeRozan, contou com um último quarto estrondoso para vencer o Chicago Bulls. Os Spurs estavam em uma péssima noite nas bolas longas, ao tempo que Zach LaVine e Thaddeus Young infernizavam a defesa texana. Parecia que os Bulls venceriam pela terceira vez seguida. Porém, San Antonio começou com um 8-0 no terceiro quarto, somado com um 12-0 no período decisivo, com as participações de Patty Mills e Keldon Johnson, e encostaram no placar. Quando Chicago tentou reagir novamente,  Derrick White e Dejounte Murray anotaram 8 e 9 pontos, respectivamente, nos seis minutos finais do duelo. LaVine foi o cestinha do embate com 29 pontos, enquanto Jakob Poetl foi a figura do jogo coletivo dos Spurs, ao anotar 20 pontos e 16 rebotes.

 

Philadelphia 76ers 105 x 109 Milwaukee Bucks

Confira como foi o jogaço entre duas das maiores forças do Leste: https://www.playmakerbrasil.com.br/noticia/antetokounmpo-brilha-na-prorrogacao-e-bucks-vencem-os-76ers