Conteúdo

Show brasileiro! Alexandre Pantoja e Josiane Nunes brilham e faturam bônus de R$ 270 mil; confira todos os prêmios do UFC Vegas 34

22 de agosto de 2021

(por Leandro Chagas)

Dois brasileiros brilharam no UFC Vegas 34, e voltaram para casa um pouco mais ricos, saindo de Las Vegas com US$ 50 mil no bolso (aproximadamente R$ 270 mil). Únicos representantes do Brasil no card realizado no último sábado (21), Alexandre Pantoja e Josiane Araújo deram um show e não deixaram seus duelos irem para as mãos dos juízes, vencendo respectivamente Brandon Royval e Bea Malecki, faturando dois dos quatro bônus de "Performance da Noite" entregues no evento. Vale destacar que curiosamente, dessa vez o Ultimate não premiou nenhum combate como "Luta da Noite". Confira abaixo todos os premiados:

Show de jiu-jitsu! Pantoja consegue mata-leão no 2° round e pede trilogia contra Moreno

Na primeira luta do card principal, Alexandre Pantoja travou uma verdadeira guerra de faixas-pretas de jiu-jitsu com Brandon Royval. Andando pra frente desde o início, o brasileiro encurtou a distância buscando rapidamente a luta de chão, pegando as costas de "Raw Dawg" em apenas 30 segundos. Mostrando que também é bom de chão, o americano não deixou "The Cannibal" se estabilizar na posição, dando vários giros no solo e atacando a perna do brasileiro, que com muita calma conseguiu se desembolar, escapando do bote. 

Com a luta de pé, Alexandre voltou a tentar "grampear" as costas de Brandon, que mais uma vez se livrou. No minuto final do round, os dois partiram para a trocação, com ambos conseguindo bons golpes, fazendo com que o round terminasse de forma eletrizante. 

O segundo round iniciou com mais trocação franca, mas com Pantoja andando para frente. Ao tentar buscar a queda, o carioca acabou levando alguns golpes pesados do estadunidense, que ao atacar de forma atabalhoada, deu novamente as costas para Pantoja, que não perdeu a oportunidade, colocando a luta para baixo, partindo rapidamente para um mata-leão justíssimo, que impôs a primeira derrota por finalização da carreira de Royval. Além de faturar um dos bônus de "Performance da Noite", Pantoja, que é atualmente o número três dos pesos-moscas (até 56,7kg) , aproveitou ainda para desafiar o campeão Brandon Moreno, que já foi derrotado por ele duas vezes. 

Tamanho não é documento! "Josi" ignora diferença de altura e nocauteia sueca 

Ignorando completamente os 18 centímetros de diferença de altura, a brasileira Josiane Nunes estreou com tudo no UFC, em luta valida pelo peso-galo (até 61,2kg). Andando para frente desde o segundo inicial, "Josi" obrigou a até então invicta Bea Malecki a andar para trás, disparando uma sequência de golpes variados, com direito até a superman punch. Tentando conter o ímpeto de sua adversária, a europeia desferia alguns chutes frontais para afastar a brasileira, que não se cansava e continuava a caçar "Bad News Barbie" no octógono. 

A "blitz" deu resultado, já que faltando apenas seis segundos para o final do round, a curitibana encaixou uma bomba de esquerda, conseguindo um nocaute espetacular. A estreia de gala no Ultimate ainda rendeu um belo "trocado" para a lutadora de 27 anos, que agora soma 8 triunfos e apenas um revés na carreira.

Outros bônus da noite

Os outros dois prêmios de "Performance da Noite" foram entregues por conta de dois belíssimos nocautes no card preliminar. Faltando apenas 5 segundos para o fim do combate, o peso-leve (até 70,3kg) chileno Ignacio Bahamondes acertou um chute rodado digno de cinema na cabeça do americano Roosevelt Roberts, que caiu apagado no octógono. 

Em combate válido pela divisão dos meio-pesados (até 93kg), William Knight fez jus ao apelido "Knightmare" (trocadilho com "pesadelo), fazendo Fabio Cherant ter um sonho bem ruim, ao tomar um cruzado de esquerda no queixo que o fez "dormir" na hora. 


Veja abaixo todos os resultados:

UFC Cannonier x Gastelum
21 de agosto de 2021, em Las Vegas (EUA)

CARD PRINCIPAL
Jared Cannonier venceu Kelvin Gastelum por decisão unânime (triplo 48-47)
Mark Madsen venceu Clay Guida por decisão dividida (29-28, 28-29 e 30-27)
Parker Porter venceu Chase Sherman por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)
Saidyokub Kakharamonov venceu Trevin Jones por finalização aos 4m39s do R3
Vinc Pichel venceu Austin Hubbard por decisão unânime (triplo 30-27)
Alexandre Pantoja venceu Brandon Royval por finalização com 1m46s do R2

CARD PRELIMINAR
Austin Lingo venceu Luis Saldaña por decisão unânime (triplo 29-28)
Brian Kelleher venceu Domingo Pilarte por decisão unânime (triplo 30-27)
Josiane Nunes venceu Bea Malecki por nocaute aos 4m54s do R1
William Knight venceu Fabio Cherant por nocaute aos 3m58s do R1
Ignacio Bahamondes venceu Roosevelt Roberts por nocaute aos 4m55s do R3
Ramiz Brahimaj venceu Sasha Palatnikov por finalização aos 2m23s do R1