Conteúdo

(por Eduardo Schachnik)

 

A nossa série de "times esquecidos" das 4 grandes ligas esportivas americanas chega ao fim com a MLB. A seguir, confira quem foi o precursor dos Yankees e outro time de Washington.
 

New York Highlanders (1903-1912)

Nem tão imortais pelo jeito, os Highlanders se foram, mas não completamente. O time é na verdade o nome original do atual New York Yankees. Em 1903, o Baltimore Orioles original se mudou para a grande metrópole americana e passou a se chamar Highlanders, não em homenagem ao herói escocês, mas pelo fato do campo estar sediado em Upper Manhattan, no Hilltop Park, uma área elevada da cidade. Suas maiores conquistas foram o vice-campeonato da American League em 1904, 1906 e 1910. Em 1913 a equipe passou a mandar jogos no Polo Grounds (estádio do New York Giants – que depois se mudaria para São Francisco) e o nome Highlanders perdeu o sentido, já que o estádio ficava na área baixa da cidade. Assim, o apelido Yankees, que já havia sido dado desde 1904, passou a ser o nome oficial da equipe. O resto da história vocês conhecem.

Washington Senators (1961-1971)

Bem antes de Ottawa ter o Senators na NHL (1992), a capital americana já homenageava seus congressistas na MLB. Não houve apenas um, mas dois Washington Senators, que, no entanto, eram franquias diferentes. O primeiro Senators foi fundado em 1901 e se extinguiu em 1961, quando foi levado para Minnesota, onde persiste até os dias atuais como os Twins. Contudo, pela maior parte do tempo, o time se chamou Washington Nationals (1905-1955), muito embora esse nome não tenha “pegado”, de forma que os fãs continuavam se referindo à equipe como Senators (nome sob o qual jogou apenas 7 temporadas entre 1901-1904 e 1956-1960). Os Nationals tiveram seus anos de glória com um título em 1924 e outros dois vice-campeonatos em 1925 e 1933, já os Senators nunca tiveram uma temporada com mais vitórias do que derrotas, até que em 1960, após terminarem na última colocação pela terceira vez seguida, o dono decidiu levar a franquia para Minnesota. A saída só foi possível com a expansão da MLB, que garantiu a Washington um novo time, pois, fazendo jus ao nome, os parlamentares americanos não estavam dispostos a perder seu passatempo favorito.

Foi assim que surgiu o novo Senators, completamente desvinculado do seu predecessor, uma vez que teve autorização somente para usar o nome, enquanto o histórico da equipe permaneceu com a franquia antiga. John F. Kennedy deu o arremesso inaugural dos novos Senators em 1961, porém nem mesmo o presidente conseguiria mudar o histórico de derrotas, que parecia ter ficado na cidade de Washington quando o antigo time se mudou.

Os novos Senators se extinguiram em 1971 com apenas uma temporada vitoriosa (1969). Acontece que os senadores americanos não eram público suficiente para manter uma equipe da MLB “fracassada”, especialmente quando seus vizinhos, os Orioles, atraíam muito mais torcedores. Assim, os Senators deixaram a cidade sob o mote: “Washington, first in war, first in peace, last in the American League” (Washington, primeiro na guerra e na paz, último na AL) e se mudaram para Dallas, onde surgiu o Texas Rangers. Por mais que fosse um time sem conquistas, a torcida de Washington não aceitou bem a ideia de ficar sem um representante na MLB pela primeira vez em 71 anos, assim no último jogo da equipe, os fãs invadiram o campo e causaram uma grande baderna, impedindo a partida de ser encerrada regularmente. Os torcedores da cidade tiveram mais de 30 anos para pensar nessa trágica despedida, pois somente em 2005 Washington receberia um novo time: os Nationals. A escolha do nome se mostrou bem acertada, uma vez que como Nationals, a capital americana voltou ao caminho das vitórias com 4 títulos de divisão e uma World Series, enquanto os Senators jamais levantaram um troféu.