Conteúdo

Segundo fontes, Russell Wilson quer um contrato novo de 5 anos e US$ 250 milhões

4 de junho de 2022

por João Zarif

Qualquer um dos interessados conhecidos publicamente em comprar o Denver Broncos, no que será no final deste ano a venda mais cara da história da liga, é melhor verificar bem "as chaves da casa".

Como eles aprenderão, se ainda não souberem, o quarterback da equipe, sozinho, poderia buscar – e supostamente deseja – um quarto de bilhão de dólares em um novo contrato.

"A prioridade do negócio para o novo proprietário será assinar com Russell Wilson uma extensão de contrato", informou Mike Klis, da 9News, na quarta-feira. "Cinco anos e US$ 250 milhões será o preço pedido." (Klis mais tarde reclassificou esses números como sua "presunção" e afirmou que "ninguém pediu nada neste momento").

Wilson, 33, tem mais um ano restante no contrato de US$ 140 milhões que assinou com o Seattle em 2019. O astro deve receber um salário base de US$ 19 milhões para a próxima campanha, o sétimo mais alto entre todos os jogadores da NFL. Seu valor médio anual de US$ 35 milhões ocupa o oitavo lugar entre todos os QBs.

Mal pago em um mercado astronomicamente em expansão, Wilson conseguirá um contrato de correção de curso dos Broncos - é uma questão de quando, não se. E quanto. O boato é que Wilson queria US$ 50 milhões por ano dos Seahawks, que se recusaram a atender sua alta demanda. Esse impasse prejudicou irreparavelmente as partes e foi a força motriz por trás da saída de Wilson para Denver, onde a postura continua.

Mike Florio, do Pro Football Talk, sugeriu em abril que o staff de Wilson tentaria um contrato na faixa de Deshaun Watson: "pelo menos" US$ 46 milhões por ano, "com cada centavo garantido". Dependendo de quão fundo os bolsos do próximo dono do Broncos vão, esse pode ser o piso da negociação e não o teto. "Tenho certeza de que falaremos em breve", disse o gerente geral George Paton em 18 de março. "Não fizemos essa troca para não tê-lo aqui por muito tempo".

Provavelmente levará semanas, ou talvez meses, até que Wilson coloque a caneta no papel. Mas a hora está chegando, e mesmo o próprio Rob Walton não pode reverter o custo.