Conteúdo

See you in Philly, Trae Young! Armador dos Hawks dá show, mas Philadelphia demonstra mais repertório e força jogo 7 na série 

19 de junho de 2021

(por Matheus Correia) 

 

Em partida decisiva, Atlanta não conseguiu ter consistência para superar os Sixers na State Farm Arena. Trae Young, mais uma vez, foi espetacular, mas sentiu falta de um “backup” no ataque. Os Sixers, mesmo com atuação abaixo do esperado de suas estrelas, conseguiram fazer o necessário para conquistar a vitória e forçar o jogo sete. 

Impulsionado pela torcida, Atlanta começou a partida com tudo, anotando uma sequência de 10-2 nos primeiros três minutos de jogo. Philadelphia deu uma demonstração tenebrosa de ataque, não conseguindo criar absolutamente nada através de Ben Simmons e Embiid, dependendo de falhas defensivas dentro do garrafão para conseguir pontuar. O backcourt dos Hawks, liderado por Trae Young, encontrava sucesso ao infiltrar no garrafão, buscando bandejas ou pontes aéreas para Clint Capela. Os 76ers conseguiram se recuperar do início desastroso quando os jogadores do banco entraram em quadra. A reta final do período foi bem menos atrativa do que o excelente início de Atlanta, mas o novato Onyeka Okongwu levantou os ânimos em quadra com duas boas enterradas para colocar sua equipe à sete pontos de vantagem no fim do quarto (29 – 22).   

E se o banco de Philly entrou bem em quadra, o de Atlanta esteve muito mal tanto no fim do primeiro quarto quanto no início do segundo. Gallinari e Lou Williams estiveram muito mal nos arremessos e viram o novato Tyrese Maxey liderar o setor ofensivo dos Sixers, que empataram o placar logo nos minutos iniciais do período. Mas, quando os jogadores titulares voltaram para o jogo, o cenário mudou. Apenas alguns minutos de Trae Young de volta à quadra foram necessários para demonstrar seu absurdo impacto ofensivo. Os Hawks assumiram a liderança, mas os visitantes conseguiram se manter colados no placar. Kevin Huerter pegou fogo na reta final do primeiro tempo, e Trae Young finalizou sua excelente atuação nos dois primeiros quartos com uma bola de três surreal do meio da quadra. Fim do primeiro tempo, 51 a 47. 

O armador de Atlanta foi o grande destaque da primeira etapa com 20 pontos e 7 assistências em 20 minutos. Huerter também foi excelente anotando 15 pontos e 5 rebotes. Por Philly, Tobias Harris se destacou com 12 pontos enquanto Maxey foi uma das surpresas, com 9 pontos e 6 rebotes. Embiid e Simmons acabam tendo um destaque negativo: o pivô camaronês anotou 8 pontos e 6 rebotes, mas contabilizou 5 turnovers em 18 minutos. Já Simmons jogou apenas 9 minutos por conta do acúmulo de faltas (3).  

O segundo tempo teve um início completamente oposto do que vimos no começo do primeiro. Foi a vez de Philadelphia entrar no jogo e ditar o ritmo. Com uma ótima demonstração nos arremessos de três, Seth Curry guiou os Sixers praticamente sozinho no ataque, abrindo uma surpreendente vantagem de 10 pontos num piscar de olhos. A defesa estava ajustada e conseguia limitar o poderio ofensivo de Trae Young. Os Hawks se tornaram a presa, com John Collins e Bogdan Bogdanovic apagados em quadra. Entretanto, uma ponte aérea fantástica de Young para Collins, enterrando com apenas uma mão no rosto de Embiid, levantou a moral da equipe, que encostou no placar nos minutos finais do período. Philadelphia venceu o terceiro quarto por apenas 4 pontos: 76 a 80. 

Sem grandes surpresas, o último período começou bem equilibrado. Mesmo com Trae Young no banco usando sua “armadura” de gelo no ombro, Atlanta conseguia sobreviver. Tyrese Maxey quase mudou o cenário após anotar duas bolas de três pontos em sequência. Porém, uma falta fora da bola foi marcada após revisão no segundo arremesso. Mesmo assim, a vantagem no placar era de 6 pontos para os 76ers; Trae Young voltou à quadra e em sua primeira posse, respondeu com uma bola de três. Atlanta passou a se utilizar do “Hack-a-Simmons”, forçando a ida do armador à linha de lance-livre. Entretanto, o ataque tinha dificuldades em responder na mesma medida, e Philadelphia conseguia ampliar a vantagem o no placar aos poucos. 

Com quatro minutos restantes no relógio, Joel Embiid partiu para cima de John Collins após uma falta ofensiva. O pivô dos Sixers claramente acertou Collins com o cotovelo, e no fim da jogada acabou caindo sobre o jogador de Atlanta. John Collins “empurrou” Embiid quando ambos estavam no chão, e o camaronês se levantou partindo para cima do atleta dos Hawks. Uma falta técnica dupla foi assinalada, dando a posse para os mandantes. Gallinari anotou uma cesta de três importantíssima com o relógio marcando 2 minutos e 40 segundos, diminuindo a vantagem para quatro pontos. Na posse seguinte de Atlanta, Trae Young anotou uma cesta de três pontos surreal, arremessando em movimento no estouro do cronômetro. Uma jogada tão espetacular que até apagou as luzes da quadra na saída de bola. 

Sem Bogdanovic, que foi para o banco sentindo um incômodo no joelho direito, Atlanta não conseguiu pontuar de média e longa distância. Embiid conseguiu aliviar Philadelphia com três pontos no minuto final, e a equipe conseguiu administrar o tempo muito bem para conquistar a vitória e levar a série para o jogo 7.


Resultado: Philadelphia 76ers 104-99 Atlanta Hawks
 


 

O primeiro quatro foi espetacular, mas Atlanta não teve tanque no combustível para manter a qualidade pelo restante da partida. Além disso, as atuações ruins de Collins e Bogdanovic também foram um grande problema. Trae Young foi sem dúvidas o grande destaque, anotando 34 pontos, 5 rebotes e 11 assistências. Huerter não foi muito bem no último período, mas contribuiu com 17 pontos, 11 rebotes e 4 assistências. Gallinari ajudou com 16 pontos saindo do banco, enquanto Clint Capela anotou 14 pontos e 11 rebotes. 

Philadelphia teve um início terrível, mas conseguiu fazer os ajustes necessários durante a partida para superar Atlanta. Tobias Harris (24 pontos e 5 rebotes) e Seth Curry (24 pontos) foram os melhores e mais consistentes nomes em quadra pela equipe, enquanto Embiid também teve boa contribuição com 22 pontos e 13 rebotes, apesar dos 8 turnovers. Tyrese Maxey teve ótima atuação saindo do banco, anotando 16 pontos e 7 rebotes. Ben Simmons também merece destaque, mas pela fraca performance: 6 pontos, 9 rebotes e 5 assistências; 33% de aproveitamento de field-goal (2/6), 5 faltas pessoais e um plus/minus de -7. 

O jogo 7 acontecerá neste domingo, 20/6, às 21h.