Conteúdo

Seattle Seahawks consegue importante vitória em confronto direto da NFC Oeste

20 de novembro de 2020

(por Izabella Nicolau)


O Seattle Seahawks recebeu em sua casa, o charmoso CenturyLink Field, o Arizona Cardinals, para o segundo embate entre os rivais da NFC Oeste nesta temporada. O primeiro jogo aconteceu em Outubro e os Cardinals levaram a melhor em casa naquela ocasião. Novamente foi um jogo disputado mas dessa vez pudemos conferir o progresso na defesa do Seattle Seahawks que dominou o jogo durante os quatro períodos.
 

1° Quarto

A primeira posse começou com o Seattle Seahawks. Em um drive quase perfeito, Russell Wilson liderou o time por todo o campo até a área de field goal. Na linha de 25 jardas lançou a bola direto para as mãos do wide receiver DK Metcalf dentro da endzone para abrir o placar com o primeiro touchdown.

Em um primeiro momento a conexão Murray e Hopkins não funcionou e o time foi obrigado a chutar o punt. Neste ponto, Jamal Adams, strong safety dos Hawks, teve uma importante participação. Já com a bola, o time da casa não teve muitas chances. Em um dos snaps, Wilson dropou a bola que, por sorte, foi recuperado por seu time. Porém, na tentativa seguinte, em uma 3rd & 2, Russell Wilson foi sacado pela segunda vez no jogo, desta vez pelo linebacker Isaiah Thomas, parando o ataque.

O desempenho da defesa de ambos os times foi o destaque deste primeiro quarto. O quarterback Kyler Murray terminou o período com apenas 4 jardas passadas, resultado do bom desempenho de Seattle. O mesmo pode-se dizer dos Cardinals, que tiveram sucesso em segurar os Seahawks após o touchdown.
 

2° Quarto

Os Cardinals voltaram para o segundo quarto em boa posição de campo e com Murray um pouco mais em sintonia com seu corpo de recebedores. Pressionado, o quarterback conseguiu uma bela conexão com o tight end Maxx Williams, que colocou o time na red zone. Em um lance polêmico, quase anulado, os Cardinals marcaram seu primeiro touchdown no jogo pelas mãos do running back Kenyan Drake.

Por mais de uma vez no jogo, Wilson precisou correr para conseguir avanços terrestres para os Seahawks. Com o time claramente pressionado, o drive foi um festival de terceiras descidas - bem sucedidas, graças às chamadas de Pete Caroll. Livre na redzone, Wilson fez a conexão com o wide receiver Tyler Lockett, para mais um touchdown. O kicker Jason Myers entrou para chutar seu segundo extra point, mas não conseguiu marcar.

Faltando 5 segundos para o final do primeiro tempo os Seahawks ainda conseguiram aumentar mais a vantagem no placar com um field goal de 27 jardas do Myers, para esquecer o extra point perdido.

Final do primeiro tempo: Cardinals 7 x 16 Seahawks
 

3° Quarto

Em pouco menos de 5 minutos os Cardinals conseguiram uma campanha bem sucedida, empatando novamente o jogo com um touchdown do tight end Dan Arnold.

O ataque corrido dos Seahawks teve um papel importante durante todo o jogo e estava conseguindo produzir bem contra a defesa dos Cardinals. O running back, Carlos Hyde, que teve participação em vários avanços, entrou correndo na endzone para colocar o time novamente à frente.

O terceiro quarto terminou sem mais emoções, mas deixando clara a melhoria da defesa de Seattle comparada aos outros jogos da temporada.
 

4° Quarto

Em um drive longo, de quase 7 minutos e 15 jogadas, Kyler Murray liderou os Cardinals até a red zone. O time quase foi parado, mas, em uma 3rd & Goal, o quarterback fez a conexão com o running back Chase Edmonds para marcar o touchdown e aproximar o placar.

Os Seahawks claramente estavam aproveitando a vantagem de seu ataque terrestre contra a defesa dos Cardinals, mesmo assim isso não foi suficiente para o avanço. Three-and-out, bola novamente de Arizona.

Em jogo disputado, sem turnovers, os Cardinals cometeram um erro que entregou 2 pontos para os Seahawks. O ataque cometeu um holding, falta com punição de 10 jardas, dentro da endzone, o que automaticamente contabilizou um safety para o time da casa.

Depois de uma longa campanha após recuperar a posse de bola, os Hawks tiveram que se contentar com mais um field goal, desta vez de 41 jardas, do kicker Jason Myers.

Perdendo por uma posse de bola e ainda com 2 timeouts, os Cardinals estavam fazendo de tudo para empatar e levar o jogo ao over time. A defesa do Seahawks foi suficiente para impedir as big plays desesperadas de Kyler Murray que, ao arriscar uma uma 4th & 10, acabou sendo sacado, encerrando o jogo.

 

Final: Seattle Seahawks 28-21 Arizona Cardinals