Conteúdo

Sean O'Malley pondera sobre suposto ataque de Jorge Masvidal a Colby Covington: "Isso é como uma merda de gângster bandido"

1 de abril de 2022

(por Rafael Lima)

Sean O'Malley compartilhou seus pensamentos sobre o suposto ataque de Jorge Masvidal a Colby Covington. O'Malley e seu treinador, Tim Welch, apareceram no podcast do YouTube 'This Past Weekend' com Theo Von e falaram sobre a interação de Masvidal com Colby Covington, em 21 de março, do lado de fora de uma churrascaria em Miami, Flórida.

Von perguntou a ele qual era o negócio com Colby e Masvidal e 'Suga' respondeu: “Alguma merda de gângster bandido que era. Eu cresci em Montana, então não fui criado para fazer isso. Ele (Jorge Masvidal) cresceu na p*** das ruas. Isso provavelmente parecia normal para ele. Exatamente como ele foi criado.”

Continuando, Sean O'Malley disse: “Colby postou 5 dias seguidos 50-45, 50-45, 50-45 falando merda. Mas há uma linha tênue entre entretenimento e torná-lo pessoal. Colby estava na linha de entretenimento. Jorge estava na linha pessoal, acho que Colby estava na linha pessoal também. Não é uma boa aparência para Jorge. As pessoas adoravam quando ele fazia isso com Leon Edwards. Sou fã dos dois.”

'Gamebred' esteve envolvido em uma briga nos bastidores com Leon Edwards em 2019 e naquela época os fãs adoraram. Foi depois da vitória no UFC Londres, enquanto Masvidal dava uma entrevista pós-luta, Leon Edwards passou e dirigiu alguns comentários ao lutador. Edwards, que havia derrotado Gunnar Nelson naquela mesma noite, acabou sendo socado por Masvidal, deixando ‘Rocky’ ensanguentado. Nenhuma acusação foi feita.

Não é o caso entre 'Chaos' e Masvidal. Colby realmente prestou queixa e Jorge é acusado de um crime de segundo grau por agressão agravada. Colby afirma que ficou com um dente quebrado, uma abrasão no pulso e danos em seu relógio Rolex no incidente. 'Gamebred' foi levado sob custódia e depois liberado sob fiança de US$ 15.000. Jorge Masvidal pode, de fato, enfrentar pena de prisão se for condenado.