Conteúdo

Ryan Hollins diz que Kyrie Irving aprendeu a ser um líder ruim com LeBron James

28 de junho de 2020
15h 43

(por Rafael Lima)


Ryan Hollins, ex-pivô, que atuou com Kyrie Irving no Cleveland Cavaliers, deu algumas declarações interessantes sobre o armador do Brooklyn Nets ao podcast de Brandon “Scoop B” Robinson. “Kyrie é uma ótima pessoa. Ótima. Humilde, legal, com os pés no chão. Só não é muito fã em seguir os padrões ou tentar ser popular aos olhos dos outros. Não se importa em ser o cara ‘fora da casinha’, mas é uma ótima pessoa. Eu creio que, de forma geral, ele só está tentando se descobrir ainda e receber o respeito que sabemos que merece”, disse Hollins.

Além de elogiar Kyrie, Hollins também indicou que os problemas de liderança do “Uncle Drew” se devem a influência de LeBron James quando retornou aos Cavs. “Kyrie precisava amadurecer, como qualquer menino de uns 25 anos. E acho que ficou com uma imagem desgastada por ter tido problemas e ‘batido cabeça’ com o LeBron – que, aliás, também fez coisas questionáveis naquela relação. Em certos aspectos, Kyrie aprendeu a ser um líder ruim com LeBron e buscou uma abordagem diferente. Ele está tentando fazer as coisas do seu jeito”, analisou o ex-pivô.

Para completar, Hollins ainda afirmou que Kyrie não tem a personalidade de um grande líder e que o próprio astro tem consciência disso. “Eu não acho que Kyrie seja um líder natural. Acredito que ele esteja tentando crescer e aprender a ser uma liderança, mas lidou com algumas situações equivocadamente. Ele mesmo admitiria que gostaria de voltar atrás em certas coisas que já disse”, finalizou o ex-atleta.