Conteúdo

Roma faz jogo “à la Mourinho”, segura líder Napoli, mas não sai do zero

24 de outubro de 2021

(por João Zarif)


A Roma de José Mourinho recebeu o líder do campeonato italiano, Napoli, no estádio Olímpico de Roma, em um jogo que prometia muito em emoção. O time napolitano não só lidera a competição, como apresenta o melhor futebol da liga até aqui. Já o time da capital italiana tem alternado boas e más atuações e precisava da vitória para se recuperar do revés contra a Juventus na semana passada e também da goleada sofrida por 6-0 para o Bodo/Glimt, no meio da semana pela Conference League.

Apesar da expectativa de grande jogo, vimos uma péssima apresentação no primeiro tempo de ambas equipes. A Roma, mais fechada, se contentou em assistir o time visitante, que tentava, sem sucesso, entrar na defesa romana. Tirando algumas tentativas de fora da área, que não assustaram os goleiros, os únicos lances de perigo aconteceram no fim da primeira etapa. Aos 42 Fabián Ruiz encontrou Insigne no meio da área e o jogador bateu pro gol, mas para fora, e aos 45' Zielinski achou Insigne pelo lado esquerdo da área e bateu no canto direito para boa defesa de Rui Patrício. 

A segunda etapa veio, e o Napoli pareceu cansado, sem força para agredir a Roma, e aos poucos a equipe da casa se soltou no jogo. Isso tornou o duelo mais aberto, mas a primeira chance veio apenas aos 14 minutos, quando Osimhen teve chance de frente pro gol mas parou no ótimo goleiro português. O Napoli tentava pressionar e, aos 18', Zielinski cobrou escanteio e novamente Osimhen apareceu, dessa vez cabeceando na trave.

Aos 20' Mkhitaryan bateu de fora e obrigou Ospina a fazer boa defesa. Aos 21', Karsdorp encontrou Pellegrini pela direita que bateu para fora com perigo. Aos 25', novamente Pellegrini bateu da direita após passe de Zaniolo. Aos 27' o zagueiro Mancini quase marcou de cabeça após cobrança de falta de Pellegrini, que nessa altura era o melhor jogador em campo.

O jogo ficou truncado, e não produziu bons momentos até os 38 minutos, quando Elmas bateu de fora para defesa de Rui Patrício. Era pouco para o time que até então tinha 100% de aproveitamento no campeonato. A última chance da partida veio aos 44', quando Ibañez subiu e cabeceou pra fora após mais uma cobrança de Pellegrini. E assim foi encerrado em Roma um dos piores jogos do ano. Decepção com a partida do ainda líder Napoli, e conformismo com o futebol “chato” apresentado pela Roma, treinada por José Mourinho, que sempre consegue montar times competitivos apesar do futebol pouco vistoso.

Final: Roma 0x0 Napoli