Conteúdo

Ricciardo diz que Michael Masi precisa de ajuda no cargo de diretor de provas

12 de fevereiro de 2022

(por Mattheus Prudente)

Não é segredo para ninguém que ainda há uma polêmica envolvendo o título mundial de pilotos do ano passado, e essa é a continuidade de Michael Masi como diretor de provas. Em meio à essas investigações e incertezas, Daniel Ricciardo, compatriota do executivo, afirmou que Masi precisa “de ajuda” no cargo. 

Comparando a situação de Masi em Abu Dhabi com um “árbitro de futebol”, Ricciardo compartilhou a sua visão sobre o acontecido. 

“É como se ele fosse um árbitro, você não pode vencer. Você sempre terá alguém contra você. Eu nunca estive na posição dele durante as corridas, e eu não sei tudo que ele passa, mas eu acredito que tentar entender (a decisão) e dar um pouco de apoio é uma solução simples para tentar ajudá-lo.” Disse Ricciardo. 

Ricciardo não foi o único a se pronunciar fora da bolha da Mercedes e Red Bull. Sebastian Vettel afirmou que Masi “não deveria perder o seu emprego” por conta de um erro. Além disso, o alemão, quatro vezes campeão do mundo, afirmou que essa questão virou mais um “conflito de interesses”, e que é “uma pena para Masi.” 

Lando Norris, companheiro de Ricciardo na McLaren, também defendeu a continuidade de Masi no cargo, dizendo que o australiano vem fazendo “um trabalho melhor a cada ano que passa”. Norris disse, também, que seria uma pena se ele fosse demitido, pois ele é uma “ótima pessoa”, mas tem certeza de que ele ficará. 

A FIA lançou uma investigação para tentar entender os acontecidos daquele dia, dizendo que a federação vai tomar uma decisão sobre o futuro antes do início da próxima temporada. Não se sabe ainda se Masi terá o seu emprego no ano que vem, mas a FIA teria muitos problemas para substituí-lo, já que eles não teriam ninguém preparado para ocupar o cargo.