Conteúdo

Revista acusa Djokovic de ter adulterado teste e apresenta provas

12 de janeiro de 2022

(por Rafael Lima)
 

A polêmica sobre a participação de Novak Djokovic no Australian Open e a entrada do jogador no país ganhou mais um capítulo. A revista alemã Der Spiegel publicou uma matéria onde aponta indícios de que o exame positivo apresentado pelo jogador tenha sido manipulado.

A publicação escaneou o ‘QR Code’ referente ao teste do atleta de 16 de dezembro e o mesmo deu negativo às 13h19 para às 14h33 dar positivo, fator que gerou dúvidas e desconfiança. 

Além disso, se não bastasse esse indício, a numeração do teste apresentado tem numeração 50.000 mais alta do que as dos outros testes do dia 16 na Sérvia, sendo uma grande inconsistência, já que o número do documento apresentado por Djoko se encaixa nas testagens de 26/12.

A matéria da Der Spiegel termina pedindo explicações sobre as alterações para Djokovic e o governo Sérvio, porém, não obteve reposta.