Conteúdo

(por Bruno Braz)
 

Se no primeiro treino livre, Max Verstappen liderou, com o tempo de 1:05.143, com Hamilton aparecendo somente em sétimo, com 1:05.709, as coisas se inverteram no segundo. Hamilton encaixou a melhor volta do dia, com 1:04.523, seguido por Bottas, que trouxe para casa o tempo de 1:04.712. Verstappen evoluiu seu tempo, mas ficou em terceiro, com 1:04.740.

No treino livre 1, a Ferrari marcou o segundo e o terceiro tempo com Leclerc e Sainz, mas, no segundo foi bem abaixo, com Sainz em décimo terceiro e Leclerc em décimo sexto, sem melhorar as marcas conquistadas na primeira sessão.

Consistente em ambos os treinos, a Alpha Tauri, sempre figurando entre os 10 mais rápidos, com Tsunoda à frente de Gasly. A Aston Martin apareceu bem nas duas sessões, fechando melhor no segundo, com o quarto e quinto lugares, Stroll ficou à frente de Vettel. A McLaren não pareceu, até agora, forte. Os melhores lugares foram um décimo no primeiro treino e um nono no segundo, ambos pelas mãos de Norris. Quem também não apareceu rápido nas duas seções foi Sérgio Pérez: oitavo na primeira e décimo primeiro na segunda.

O que chama um pouco a atenção é que no segundo treino apenas os três primeiros andaram relativamente próximos, separados por apenas dois décimos. Depois disso, o melhor carro, de Stroll, já apareceu com um atraso de 6 décimos em quarto lugar. Como diriam os filósofos de botequim, treino é treino, jogo é jogo. Alguém escondeu o jogo? Red Bull tirou o pé na segunda sessão? A Mercedes achou algo após as horas de trabalho no simulador de Hamilton? Certezas já não estão tão grandes como no final de semana passado, o que é interessante para o campeonato. Vamos ter que acompanhar mais de perto o terceiro e último treino livre, que é quando o compilado de informações que as equipes colhem são colocados em prática de uma única vez. 

A hora de algumas conclusões ficou postergada para amanhã, o que é ótimo, mesmo com o foco aparente da Red Bull em ritmo de corrida no segundo treino. Se esse foco foi real mesmo, Max segue favorito.

O que não mudou é que o Mazepin segue em último lugar após passar a semana reclamando que seu carro é mais pesado que o de Mick Schumacher.