Conteúdo

Resultado improvável! Villarreal consegue o empate no final, segura o Bayern de Munique na Alemanha e se classifica

12 de abril de 2022

(por Layo Lucena)

O corajoso Villarreal fez de novo. Após vencer o primeiro jogo na Espanha, o ‘Submarino Amarelo’ virou a ‘Muralha Amarela’ para este segundo confronto. Com o objetivo claro de não ser goleado pelo Bayern de Munique, os espanhóis conseguiram sobreviver aos primeiros 45 minutos sendo até melhor que os alemães. Porém, Robert Lewandowski empatou tudo no único erro dos visitantes em todo jogo.

Com isso, o Villarreal precisou mostrar toda a sua força defensiva contra o poderosíssimo Bayern de Munique, que ainda tinha a seu favor uma Allianz Arena completamente lotada. Não só segurou um ataque composto por Lewandowski, Kingsley Coman (nome da partida), Leroy Sané e Thomas Muller, como também venceu Manuel Neuer no único contra-ataque que realmente deu certo.

E a estrela de Unai Emery brilhou de novo em mata-mata, já que foi o treinador que optou pela entrada de Samu Chukwueze no segundo tempo; e o atacante, após linda jogada iniciado por Dani Parejo, ainda no campo do Villarreal, fez o que parecia impossível: vencer o Bayern de Munique na Alemanha.

O Bayern terminou o jogo com 68% da posse de bola, finalizando 23 vezes, sendo quatro em direção ao gol. Já o Villarreal teve 32% da posse, chutando quatro vezes, sendo apenas uma na direção do gol.

Agora, o Villarreal espera o confronto entre Liverpool e Benfica para saber o seu próximo adversário.

‘Muralha Amarela’

A primeira grande chance da partida foi do Bayern de Munique. Após pressionar, aos 28’, a equipe alemã quase abriu o placar com Musiala. O camisa 42 tentou de cabeça, mas Rulli fez a defesa.

O Villarreal respondeu aos 40’, após o volante Capoue se aventurar no ataque e achar Danjuma sozinho. O atacante, na velocidade, saiu na cara de Neuer, mas na hora da finalização, o camisa 15 chutou muito torto. No lance, Danjuma estava a frente, ou seja, se fosse gol, o impedimento seria marcado; mesmo assim a jogada foi perigosa.

O impossível

Logo nos primeiros segundos dos 45 minutos finais, Musiala saiu, sozinho, na cara do goleiro do Villarreal, mas Rulli foi mais rápido e desarmou o jogador. Pouco tempo depois, aos 48’, Upamecano, após passe de Sané, tentou já dentro da grande área, próximo a marca de pênalti; na finalização, o defensor acabou isolando.

Na sequência, aos 52’, a pressão ofensiva do Bayern funcionou. O Villarreal errou na saída de bola, após ser muito pressionado, e a posse sobrou para Lewandowski, que finalizou rasteiro; o chute ainda acertou a trave esquerda de Rulli e “morreu” nas redes. Bayern um a zero - confronto empatado, no agregado.

Já aos 81’, Danjuma conseguiu ganhar uma bola contra o sistema defensivo do Bayern, cortou para direita e finalizou rasteiro; o chute passou próximo do gol de Neuer.

No primeiro contra-ataque que realmente deu certo, Lo Celso lançou Moreno, que cruzou para o meio da área, Chukwueze, que entrou no segundo tempo, finalizou com força; Neuer chegou a tocar, mas não foi o suficiente. Um a um - dois a um no agregado.

Fim de jogo: Bayern de Munique 1 x 1 Villarreal (1-2)