Conteúdo

Renan Problema critica sistema da PFL e diz que Fabrício Werdum se esquivou de revanche: 'Sabe que vai perder de novo'

2 de junho de 2021

(por Leandro Chagas)

Com o anúncio da próxima rodada de lutas dos torneios das divisões peso-pesado masculino e peso-leve feminino, o resultado polêmico da luta entre Fabrício Werdum e Renan Ferreira voltou à tona. Após ver sua vitória por nocaute, que valeria seis pontos, sendo revertida para um "No Contest" (luta sem resultado), o que rendeu apenas um, "Problema" criticou o sistema de lutas da PFL, disparando também contra o ex-campeão do UFC. 

Ciente de que enfrentará Ali Isaev, campeão do último torneio até 120kg da companhia, Renan questionou o modo como a liga escolhe suas lutas. O goiano ainda contestou o tratamento que a companhia dá para alguns atletas, o que segundo ele, ficou em evidência após o seu embate contra Werdum. Através de um comunicado enviado à imprensa, o lutador de 31 anos aproveitou também para apara alfinetar Fabrício, que foi escalado para encarar o norte-americano Brandon Sayles, no evento que acontecerá no dia 25 de junho, em New Jersey (EUA). Vale destacar que "Vai Cavalo" acabou tendo sua partipação no card cancelada de maneira repentina. 

"Tudo isso é muito estranho. Ray Sefo disse à minha equipe que a revanche com Werdum era a luta que faria sentido a seguir. O PFL fez postagens nas redes sociais perguntando se as pessoas queriam ver e elas disseram que sim. Agora, descobrimos que estou enfrentando o último campeão, enquanto Werdum enfrenta Sayles. Acho interessante como tudo isso está acontecendo", declarou 'Problema', emendando na sequência:

"Primeiro, eles entrevistaram Werdum depois da luta, mas não me entrevistaram. Eles mostraram o replay em câmera lenta, que fez parecer que eu bati. Depois disso, a Comissão mudou o resultado da nossa luta em uma decisão tão rápida, que muitas pessoas questionaram o procedimento. Quais são os critérios deles? Não temos ideia de como funciona o matchmaking aqui, mas algumas coisas parecem meio duvidosas", disse ele, segundo o portal 'MMA Fighting'.

Por fim, antes de provocar Fabrício Werdum, Renan Problema analisou seu próximo compromisso, contra o daguestanês Ali Isaev, que apesar de estar invicto no MMA (9-0), não luta desde 2019, quando faturou o torneio dos pesados da PFL. 

"Isaev é um lutador muito bom e eu sabia que um dia iríamos nos cruzar. Estarei pronto e vou acabar com ele para avançar no torneio. Eles não serão capazes de proteger Werdum para sempre. Eu ficaria envergonhado de estar no lugar dele depois de toda m**** que ele disse depois da luta. Eu ligaria para o PFL para fazer a revanche acontecer, mas ele sabe que vai perder de novo e por isso não quer nada comigo", concluiu.

Veja abaixo o card da PFL #6