Conteúdo

Rei das polêmicas, Sean Avery sai da aposentadoria e assina com equipe da ECHL

23 de fevereiro de 2022

(Por Diego Dias)

Sean Avery, um dos jogadores mais controversos da história da NHL, encerrou sua aposentadoria dos rinks para assinar um contrato com o Orlando Solar Bears da ECHL (liga menor) nesta quarta-feira (23). Os Solar Bears são afiliados ao Tampa Bay Lightning.

"Tive sete meses para me preparar fisicamente." disse Avery, de 41 anos. "Meu retorno esteve cada vez mais próximo e agora me sinto pronto." completou.

Sean havia pendurado os patins em 2012, quando atuou pelo New York Rangers em segunda passagem e pelo então afiliado da AHL Connecticut Whale. Ele defendeu ainda Detroit Red Wings, Los Angeles Kings e Dallas Stars, somando 247 pontos e 1.533 minutos de penalidade em 580 partidas.

Avery ficou mais conhecido por suas polêmicas ao longo da carreira. Em 2008, em seu primeiro período pelos Rangers, ele deixou de disputar o puck para tentar atrapalhar Martin Brodeur, do New Jersey Devils, em uma partida de playoff balançando as mãos e o stick em frente ao goleiro. No dia seguinte, a NHL aplicou punições ao jogador, em sanção hoje conhecida como "A regra Avery".

No ano seguinte, pelos Stars, Avery foi suspenso por 6 jogos por "conduta nociva ao jogo de hockey" depois de dizer que outros jogadores, que namoravam suas ex-namoradas, estavam apaixonados pelo que ele chamou de "seus segundos displicentes" em referência aos seus relacionamentos. Os Stars depois anunciariam que Sean teria seu contrato rescindido.

Mesmo já aposentado, Avery não se afastou de mais polêmicas. Em 2016, a justiça concedeu medida protetiva à sua sogra contra ele devido acusações de assédio.