Conteúdo

Ravens despacham os Colts e seguem vivos na divisão

9 de novembro de 2020

(por Henrique Rodrigues)


Após perder para os Steelers na semana passada, os Ravens precisavam de uma vitória para se manterem perto de Pittsburgh na disputa pela AFC Norte. Do outro lado, os Colts queriam a vitória também para seguirem na cola dos Titans, ainda sonhando com o título da AFC Sul.

O jogo começou com um excelente duelo defensivo, com oito campanhas acabando em punts no primeiro tempo, além de um touchdown defensivo. A única campanha ofensiva acabando na end zone durante os primeiros dois quartos veio em uma de 60 jardas dos Colts. Contando com algumas boas jogadas, incluindo uma corrida de 16 jardas do DeMichael Harris, a equipe de Indianápolis anotou o TD com o calouro Jonathan Taylor correndo uma jarda.

Os Ravens entraram no placar após um fumble forçado no próprio Taylor, recuperado por Chuck Clark, que correu 65 jardas para anotar o TD defensivo. Além do belo trabalho da defesa dos Ravens, a jogada contou também com a pior tentativa de tackle já vista.

https://twitter.com/FieldYates/status/1325507796268412930

Para fechar a pontuação do primeiro tempo, Rodrigo Blankenship anotou um field goal de 43 jardas, deixando o placar em 10x7 para os Colts indo para o intervalo.

O segundo tempo começou bem parecido com o primeiro, com ambas as defesas forçando turnovers. Em uma campanha promissora, os Ravens chegaram dentro da linha de 10 jardas apenas para ver Gus Edwards sofrendo um fumble, que foi recuperado por Darius Leonard, que também perdeu a bola, mas ela acabou com os Colts. Literalmente na jogada seguinte, Phillip Rivers foi interceptado em uma jogada que vai gerar muita discussão nos próximos dias.

Marcus Peters interceptou o passe, as zebras deram fumble de Peters, recuperado por Chuck Clark (tá bem ele nos fumbles). O problema é que não parece que Peters completou o processo de recepção, com algumas pessoas falando que deveria ter sido passe incompleto.

Os Ravens aproveitaram o turnover e conseguiram uma bela campanha, que teve uma boa conexão de Lamar para Hollywood Brown para ganhar 20 jardas. Gus Edwards novamente correu com a bola na boca da end zone, mas dessa vez conseguiu segurar a bola e anotar o TD, virando o placar para o time de Baltimore.

Os Colts visivelmente sofreram o baque, conseguindo apenas uma jarda na campanha e vendo os Ravens entrarem novamente na end zone, dessa vez com Lamar Jackson correndo 9 jardas.

No último quarto, os Ravens apenas administraram o placar, segurando os Colts em duas tentativas de quarta descida e convertendo um field goal, dando o placar final.


 

Fim de jogo: Baltimore Ravens 24x10 Indianapolis Colts