Conteúdo

Rajon Rondo é acusado de ameaçar matar mãe de seus filhos; NBA vai investigar

17 de maio de 2022

(por Layo Lucena)

Na noite desta segunda-feira (16), a NBA anunciou que está “reunindo mais informações” após Rajon Rondo, do Cleveland Cavaliers, ser acusado de ameaçar matar uma mulher com uma arma na semana passada.

Ashley Bachelor, de 36 anos, é uma ex-namorada de Rondo e mãe de seus filhos, um menino e uma menina. Ela entrou com pedido de medida cautelar de emergência na sexta-feira (13) em Louisville, Kentucky. A ordem foi concedida mais tarde naquele dia, tanto para Ashley quanto para as duas crianças.

Segundo a ‘ESPN’ norte-americana, a vítima afirma que, na quarta-feira (11), Rondo e o garoto estavam jogando videogame quando ela pediu para a criança separar a roupa suja. Rondon ficou irritado com aquilo, de acordo com a vítima, e teria arremessado o videogame na parede e quebrado outros objetos da casa, deixando o garoto e a outra criança chateadas.

A mulher alega que Rondo lhe disse "você está morta" antes de sair de casa, para voltar logo depois, desta vez com uma arma e exigindo ver uma das crianças. A mulher disse que ficou com medo da situação, então ela trouxe a criança para baixo, e Rondo puxou a criança para fora, supostamente enquanto ainda segurava a arma, enquanto gritava com ele. Ele então exigiu ver a outra criança também, e ela também saiu, enquanto Rondo gritava com os dois por terem medo dele, alegou a vítima.

De acordo com a ‘ESPN’, a mulher ligou para a ex-chefe interina da polícia metropolitana de Louisville, Yvette Gentry, que acabou chegando à casa. No entanto, a mulher disse que Rondo não permitiria que Gentry entrasse. A mulher disse que se trancou em casa com as crianças, e Gentry disse que Rondo tinha ido embora, e que ela estava com a arma dele.

A mulher pediu a ordem de proteção na sexta-feira, dizendo que temia pela segurança das crianças e que Rondo tem um histórico de "comportamento volátil, errático [e] explosivo". A ordem foi concedida mais tarde na sexta-feira, com um juiz dizendo que Rondo deve ficar a pelo menos 500 pés de distância da mulher e das crianças, e deve entregar temporariamente qualquer arma de fogo ao Gabinete do Xerife do Condado de Jefferson.

Um representante da NBA, Mike Bass, afirmou à ‘ESPN’ que a liga está ciente do que supostamente aconteceu e está "no processo de coletar mais informações".