Conteúdo

Punido e muito criticado em Jedá, Verstappen se diz injustiçado e acusa Hamilton

9 de dezembro de 2021

(por Rafael Lima)
 

Max Verstappen apresentou uma pilotagem um tanto quanto questionável no GP da Arábia Saudita, fato que acabou acarretando em cinco punições para o piloto. Porém, para o piloto holandês, ele foi e vem sendo injustiçado. “Bom, claramente não se aplica a todo mundo. As coisas que eu fiz na defesa [não disse exatamente qual parte da defesa] também foram feitas por outros dois caras e não rendeu menção ou punição. Não entendo, porque pensei que estava apenas sendo duro. O que aconteceu, para mim, não merecia de punição. Outras duas pessoas fizeram e não receberam. Só eu que recebi e, claro, como estou brigando na frente, as pessoas foram mais críticas, creio. Eu não entendo”, disse o líder do campeonato.

Além de se defender, Max ainda acusou Hamilton. “Não acho que eu estava errado, mas, de alguma forma, apenas eu estava errado. Outras pessoas fizeram exatamente a mesma coisa e não foram punidos porque nós dois saímos da pista. Ficamos do lado de fora da linha branca na curva um. De alguma forma, julgaram que foi culpa minha, algo com que não concordo. A outra punição também, não concordo com ela, depois ele [Hamilton] me empurrou para fora da pista”, afirmou o holandês, que seguiu com as críticas ao rival e aos critérios de punição. “Até olhou para mim e simplesmente não fez a curva, empurrou para fora da linha branca na borda da pista e recebeu somente um aviso. Definitivamente, não é como deveria e não é justo, porque outros pilotos podem fazer coisas diferentes e parece que só eu recebo punição. No fim das contas, as críticas sempre existem, mas, para mim, não foi justo e fui tratado diferente dos outros. Claramente, outros pilotos podem escapar com isso e eu, não. É um problema”, encerrou Verstappen.