Conteúdo

Preview Playmaker Brasil – NFL Playoffs: Kansas City Chiefs x Buffalo Bills

22 de janeiro de 2022

(por Mattheus Prudente)

Tida como uma “final antecipada” da AFC, Kansas City Chiefs e Buffalo Bills se enfrentam novamente no Arrowhead Stadium em Kansas City. Esse é o confronto de dois dos melhores ataques da NFL, mas, mais do que isso, dois dos melhores times da NFL, já que as duas defesas estão jogando muito bem.

Os dois times têm históricos bem parecidos na temporada. Ambos passaram por momentos de dúvida sobre a sua força, e tiveram dificuldades para conquistar os títulos das suas respectivas divisões. No entanto, no fim da temporada, se viram cada vez melhores e se firmaram como duas equipes fortes, conquistando vitórias contundentes no Wild Card.

Por isso, o confronto de Chiefs e Bills é muito maior do que apenas a disputa entre Patrick Mahomes e Josh Allen, é a reafirmação de uma das maiores rivalidades recentes na Liga. Kansas City venceu a final de conferência na temporada passada, e os Bills vêm com sede de vingança.

No entanto, os Chiefs também têm a sua vingança própria, já que, na partida da temporada regular, as coisas mudaram de lado, e os Bills conquistaram uma vitória de forma acachapante. O confronto tem tudo para ser muito equilibrado, e, para duas das torcidas mais fanáticas da Liga, existe muita ansiedade pela nova rivalidade da NFL.

Retrospecto: 27 vitórias dos Bills, 23 vitórias dos Chiefs, 1 empate

KANSAS CITY CHIEFS

Os Chiefs são uma das histórias de superação da NFL nesta temporada. A equipe começou o ano passado não tendo um ataque como tinha antes, com muitos turnovers e problemas no jogo terrestre, além de uma das piores defesas da história da NFL em números. Quando enfrentaram os Bills anteriormente, Kansas City tinha o pior número de jardas cedidas da história da Liga.

Mesmo assim, os Chiefs mudaram completamente o seu estilo de jogo, fazendo o uso de jogadas mais simples e contando com uma melhora de sua linha ofensiva para fazer com que o ataque andasse melhor. Do outro lado da bola, a força defensiva do final da temporada foi clara, e a equipe conseguiu parar bons ataques da Liga, conquistando algumas boas vitórias por conta disso.

Agora, os Chiefs, apesar de passar longe da mesma equipe que perdeu o Super Bowl no ano passado, voltaram com a sua força ofensiva, e tem uma defesa até melhor do que as dos últimos anos. No entanto, contra equipes com muita amplitude ofensiva, a equipe etve dificuldades, como quando perdeu para o Cincinnati Bengals.

É difícil encontrar uma fraqueza clara em ambas as equipes no momento, mas os Chiefs, mesmo assim, tiveram um problema claro na temporada, que foi a falta de armas confiáveis para Mahomes fora de Tyreek Hill e Travis Kelce, e é uma das coisas que a boa defesa dos Bills podem se aproveitar;

Qualidades: Jogo complementar entre ataque e defesa

Falhas: Problemas jogando contra dois safeties (Jordan Poyer e Micah Hyde)

Quem pode decidir?: Clyde Edwards-Helaire, Jerick McKinnon e Darrel Williams, em corridas e recebendo passes curtos

BUFFALO BILLS

Os Bills também tiveram que mudar muita coisa na sua temporada para conseguir melhorar depois de alguma inconsistência, que teve uma ameaça muito grande do New England Patriots pela divisão. Allen, que era muito bom contra blitz em 2020, teve problemas com a mesma em 2021, mas Buffalo deu um jeito de fazer com que isso não o afetasse tanto.

Ao fazer isso, Buffalo redescobriu uma força que Allen sempre teve desde os seus tempos de Universidade: a força na corrida. Contra os Chiefs na temporada regular, essa foi uma das formas de punir os seus atuais rivais, já que ele passou com facilidade pelos níveis defensivos da equipe de Kansas City.

Além disso, outra coisa que melhorou muito nos Bills na temporada foi a linha ofensiva. Apesar de várias mudanças, a equipe conseguiu montar um sistema interessante para fazer com que seu QB ficasse menos exposto nas blitzes. Mesmo assim, a equipe se complicou quando teve alguns tipos de defesa que pressionam bem o quarterback.

As blitzes criativas dos Chiefs podem ser um problema para Allen, mas, ao mesmo tempo, ele pode se aproveitar dos confrontos no mano a mano entre seus recebedores e a secundária dos Chiefs. Então, apesar da possibilidade clara disso ser problemático para os Bills, isso também pode ser uma vantagem.

Qualidades: Habilidade com as pernas de Allen e maneiras de queimar blitz

Falhas: Blitzes criativas dos Chiefs podem complicar a leitura de Allen

Quem pode decidir?: Gabriel Davis, Dawson Knox e recebedores “secundários”

O JOGO

Como já citado anteriormente, Chiefs e Bills trazem estilos de jogo muito parecidos. Os dois têm ataques fulminantes, e defesas que podem muito bem complicar esses dois sistemas ofensivos. Os Bills tiveram a melhor defesa da NFL durante a temporada inteira, e a dos Chiefs foi a melhor em pontos cedidos no fim da temporada.

Isso quer dizer que os dois têm poder de fogo para marcar muitos pontos, então o jogo será decidido na parte defensiva. Quem conseguir defender melhor, deve vencer o confronto, e, nessa questão,os Bills levam leve vantagem.

Para os Chiefs, pressionar Allen da forma como vêm pressionando quase todo quarterback que enfrentaram desde a melhora defensiva, principalmente com Chris Jones, será essencial, pois a linha de linabackers da equipe, principalmente com Nick Bolton, tem sido bem sucedida em conter improvisações dos adversários.

No mais, esse é o jogo mais difícil de falar quem vai vencer, e é até injusto que eles se enfrentem em um confronto que não seja uma final de conferência. Quem vencer, terá grandes chances de chegar ao Super Bowl, e ambos precisam chegar lá novamente, por motivos distintos.

QUEM É MELHOR?

Melhor ataque: Kansas City Chiefs

Melhor defesa: Buffalo Bills

Melhor técnico: Andy Reid (Kansas City Chiefs)

Quem vai vencer?: Buffalo Bills