Conteúdo

Presidente da La Liga dispara: ‘Real Madrid tem dinheiro suficiente para contratar Haaland e Mbappé no próximo ano’

13 de setembro de 2021

(por Layo Lucena)

Nesta segunda-feira (13), Javier Tebas, presidente da La Liga, se meteu em mais uma polêmica relacionada ao futebol internacional e a outros clubes de diferentes campeonatos. Em uma entrevista ao "Partidazo Cope”, o dirigente desportivo comparou a situação econômica entre Real Madrid com Paris Saint-Germain e falou da possibilidade de Erling Haaland e Kylian Mbappé vestirem a camisa ‘merengue’.

Além disso, não perdeu a chance de “cornetar” o rival Paris Saint-Germain. “O PSG tem 500 milhões de euros em salários, perdeu 400 milhões de euros com a COVID-19 e 50% com os direitos televisivos na França. O que eles estão a fazer é economicamente impossível”.

Pouco depois, comparou a situação financeira de Real Madrid e PSG. “O Real Madrid vendeu 200 milhões de euros em jogadores, tem dinheiro em caixa para contratar Mbappé e Haaland juntos. Não perdeu dinheiro, além disso, vendeu ativos. O que não é compreensível é que quem perde 400 milhões tenha 500 na massa salarial e ainda por cima possa rejeitar ofertas como a de Mbappé. Estão a falhar as regras de controlo na França, e isso prejudica o mercado europeu como um todo”.

Atualmente, se o Real Madrid quiser contratar Haaland e Mbappé, juntos, custarão 290 milhões de euros aos cofres espanhóis. Porém, alguns detalhes importantes podem facilitar a ida do camisa 7 para o Real Madrid. O atacante francês tem contrato até julho de 2022 com o PSG e, até agora, não deseja renovar o vínculo. Com isso, Mbappé pode, já em janeiro, assinar um pré-contrato com outra equipe.

Já Haaland tem contrato com o Borussia Dortmund até 2024, mas em 2022 ficará mais acessível. Por conta de uma cláusula contratual, o atacante norueguês, na próxima temporada, terá uma multa rescisória de 75 milhões de euros, 60 milhões mais barato do que os 130 milhões de hoje.