Conteúdo

Pittsburgh Steelers dá show, atropela Cleveland Browns e continua invicto

18 de outubro de 2020

(por João Zarif)

A torcida do Pittsburgh Steelers ainda tinha dúvidas sobre a capacidade da equipe, já que o time havia vencido os quatro primeiros jogos, mas contra times teoricamente fracos: New York Giants, Denver Broncos, Houston Texans e Philadelphia Eagles. O jogo contra o Cleveland Browns seria uma espécie de teste de fogo, já que o rival da AFC Norte vinha de bons jogos, com quatro vitórias seguidas sobre Cincinnati Bengals, Washington Football Team, Dallas Cowboys e Indianapolis Colts. Mas, se alguém questionava a capacidade do time de Pittsburgh, esse questionamento acabou hoje. Além da atuação da equipe, o quarterback “Big” Ben Roethlisberger ampliou seu “domínio” sobre o Cleveland Browns, e agora tem 24 vitórias, 2 derrotas e 1 empate contra a franquia rival.

Um atropelamento, foi o que vimos no Heinz Field, casa dos Steelers. O time começou com uma campanha que terminou em field goal, que indicava um equilíbrio no jogo, porém, a partir daí, a surra começou. Baker Mayfield, quarterback dos Browns, foi interceptado pelo safety Minkah Fitzpatrick, que retornou 33 jardas para a end zone de Cleveland. A vantagem de 10-0 em pouco mais de 6 minutos de jogo começava a mostrar a verdadeira “cara” do jogo. Em seguida o ataque veio para o campo e após uma longa campanha de 73 jardas, James Conner correu para abrir 17-0.

A tentativa de Cleveland de reagir parou mais uma vez nas mãos de um defensor do time anfitrião. Baker Mayfield foi interceptado pelo cornerback Cam Sutton em mais uma decisão equivocada, ainda no segundo quarto. Já no meio de campo, foram necessárias apenas 4 jogadas para “Big” Ben encontrar o recebedor James Washington na endzone em um passe de 28 jardas. Com 24-0 no placar, os Steelers precisavam apenas controlar o jogo, e foi o que fizeram, apesar de ainda no primeiro tempo sofrerem um touchdown após passe de 13 jardas de Baker Mayfield para Rashard Higgins. 24-7 no intervalo.

No terceiro quarto os Steelers marcaram um touchdown com o recebedor novato sensação Chase Claypool, em uma corrida pela esquerda faltando três jardas para a enzone. 31 a 7 e jogo praticamente definido. Após retomar a posse no início do último quarto em uma tentativa frustrada de conversão de quarta descida dos Browns, os Steelers percorreram 55 jardas em 9 jogadas para o corredor reserva, Benny Snell, entrar na endzone pelo meio da linha ofensiva em jogada de 1 jarda. 38-7, surra completa e freguesia renovada.

 

Final: Pittsburgh Steelers 38x7 Cleveland Browns

Os Steelers seguraram o ataque de Cleveland para apenas 220 jardas totais, além de conseguir duas interceptações e dois turnovers on downs. A equipe tem armas defensivas e ofensivas explosivas, e mostra que a sequência de vitórias não é nenhuma obra do acaso. A franquia se posiciona como uma das favoritas na conferência e vai brigar pelo título da divisão com o Baltimore Ravens. Cinco vitórias, nenhuma derrota, e liderança consolidada.

Para Cleveland resta juntar os cacos após o revés, que com certeza trouxe o time de volta à realidade. A equipe deve brigar por uma vaga de wildcard na pós-temporada, com uma campanha de quatro vitórias e duas derrotas no momento. Nada funcionou no jogo, e a superioridade adversária ficou muito clara. O time simplesmente não está no patamar das grandes equipes da temporada.