Conteúdo

Pistons saindo da fila, DeMar DeRozan inspirado, e outras vitórias surpreendentes; confira como foi o domingo da NBA

20 de dezembro de 2021

(por Cassiano Pinheiro)

E finalmente o dia chegou, após 14 derrotas seguidas o Detroit Pistons voltou a sentir o gosto da vitória. Jogando em casa contra o Heat e sem seu principal jogador, Jerami Grant, a equipe fez jogo duro com o Heat, que também estava bem desfalcado. Grandes destaques para nomes não muito badalados; por Miami, o “undrafted” Max Strus foi o melhor do time; vindo do banco, o ala-armador marcou 24 pontos. Melhor ainda foi Saddiq Bey por Detroit, sendo o cestinha do jogo com 26 pontos.

Blazers e Grizzlies se enfrentaram em papéis opostos. Atualmente o Portland é o 12º colocado da Conferência Oeste, e Memphis ocupa uma ótima quarta posição. Nos últimos anos nos acostumamos a enxergar exatamente o contrário, os Blazers lá em cima brigando por mando de quadra e os Grizzlies disputando as últimas vagas dos playoffs. Jogo duro, com os Blazers conseguindo a virada somente no último quarto. Destaques para Dillon Brooks, com 37 pontos (maior pontuação da carreira) e Damian Lillard, com 32 pontos. Duas vitórias seguidas de Portland em muito tempo.

Kings e Spurs se enfrentaram em Sacramento, foi um duelo direto de duas equipes que estão muito próximas na tabela de classificação. E a dupla H&H (Hield e Halliburton) só não fez chover; 29 pontos para Hield e 27 pontos mais 11 assistências para o jovem Halliburton.

Jogaço entre duas das camisas mais “pesadas” da NBA. Os Lakers foram até Chicago enfrentar os Bulls, e, mesmo sem Anthony Davis, a equipe jogou bem e deu muito trabalho para o vice-líder do Leste. LeBron, mais uma vez, comandou o time com 31 pontos e 14 rebotes, mas quem tomou o holofote mais uma vez foi DeMar DeRozan, assim como no primeiro duelo contra os Lakers nesta temporada. DeMar marcou de novo 38 pontos; detalhe, 19 foram somente no último quarto, determinando assim a virada e a vitória dos Bulls - a sexta nos últimos 10 jogos. Já os Lakers perderam a segunda seguida e viram sua tentativa de embalar ser freada.

Os Suns estão em estado de graça, terceira vitória seguida para o grande líder do Oeste, que simplesmente amassou o Charlotte Hornets. O jogo mal tinha começado e os Suns já tinham aberto uma vantagem enorme que só foi crescendo, 20, 25, 30 pontos de diferença. Phoenix parece estar pronto para buscar o que lhe foi tirado na final do ano passado, o time está simplesmente voando. Destaque para a pontuação coletiva, nove jogadores marcaram 11 ou mais pontos.

Embalou! Em mais um duelo direto do Oeste, os Timberwolves venceram os Mavericks que sofreram demais sem Luka Doncic. Os lobos conseguiram ser superiores e mais uma vez Karl-Anthony Towns brilhou com 24 pontos, D’Angelo Russell também foi muito bem com 22 pontos. Quarta vitória seguida para os Timberwolves que agora ocupam a sétima posição da conferência.

Destaques do Dia

Cestinha: DeMar DeRozan (38 pontos)

Melhor jogador: DeMar DeRozan

Menção honrosa: Dillon Brooks (37 pontos – career high)

Melhor atuação coletiva: Phoenix Suns

Pegou o elevador: Minnesota Timberwolves

Sinal amarelo: Los Angeles Lakers

Sinal vermelho: Dallas Mavericks

Sinal verde: Phoenix Suns, Chicago Bulls, Minnesota Timberwolves

Todos os resultados:

Miami Heat 90 x 100 Detroit Pistons
Portland Trail Blazers 105 x 100 Memphis Grizzlies
San Antonio Spurs 114 x 121 Sacramento Kings
Los Angeles Lakers 110 x 115 Chicago Bulls
Dallas Mavericks 105 x 111 Minnesota Timberwolves
Charlotte Hornets 106 x 137 Phoenix Suns