Conteúdo

Pirelli culpa “zebras agressivas” e desgaste acentuado por pneus furados no Catar

22 de novembro de 2021

(por Mattheus Prudente)

Muitos problemas com pneus aconteceram na primeira corrida da Fórmula 1 no circuito de Losail, no Catar. Depois de Pierre Gasly sofrer com um pneu furado na classificação, Valtteri Bottas, George Russell, Lando Norris e Nicholas Latifi foram outras vítimas desse problema, e a Pirelli tem uma resposta pronta para esse caso.  

A fabricante de pneus vai lançar uma investigação para saber qual foi o problema dos furos de pneu, mas suspeita que as “zebras agressivas” do circuito, junto com o alto desgaste de pneus tenha causado o problema. Esse desgaste acentuado teria sido causado por várias curvas de média e alta velocidade, características da pista. 

“Losail era uma pista nova e relativamente desconhecida, e trazia algumas curvas de alta velocidade. Com isso, as equipes foram para a corrida com informações limitadas, já que só tiveram uma sessão de treinos representativa. No entanto, ficou claro que a estratégia de uma parada requeria um alto controle dos pneus. 

Alguns pilotos sofreram com os pneus no final da corrida, isso se dá por uma combinação de um desgaste acentuado por conta dos stints prolongados e a alta velocidade contra algumas zebras agressivas. Quando voltarmos para o laboratório, investigaremos o que houve.” Disse Mario Isola, diretor da Pirelli na Fórmula 1. 

Isola usou o exemplo de Lewis Hamilton e Max Verstappen, dizendo que os dois foram até o limite com a estratégia que escolheram e terminaram muito na frente de Fernando Alonso em terceiro. A Pirelli decidiu levar uma gama de pneus mais duros nesse fim de semana, usando o seu conjunto mais conservativo, para limitar o desgaste. 

As zebras mais agressivas e permissivas são um fruto do projeto do circuito de Losail, que tem um design feito para as corridas de MotoGP, onde as zebras precisam ser dessa forma para que haja uma maior tração dos pilotos na saída das curvas. Além desses pilotos, Charles Leclerc e Nikita Mazepin tiveram problemas no chassi por conta dessas zebras. 

A Fórmula 1 retorna ao Catar em 2023 para cumprir o seu contrato de 10 anos com o país. No entanto, não se espera que Losail seja utilizada novamente para as corridas, já que existe um projeto para um novo circuito sendo construído na capital Doha.