Conteúdo

Phil Davis domina o “desinformado” Yoel Romero; Neiman Gracie dá show na trocação e mais; Confira como foram as principais lutas do Bellator 266

19 de setembro de 2021

(por Rafael Lima)
 

O Bellator 266 não tinha nenhuma luta de Grand Prix, mas trazia a enorme expectativa do retorno de Yoel Romero a um ‘cage’ de MMA. O adversário do agressivo cubano foi o duríssimo Phil Davis e o final não foi exatamente o que o público imaginava. Além da luta principal, os brasileiros esperavam ver novamente Neiman Gracie, que segue galgando uma disputa de cinturão, e o craque de Jiu Jitsu demonstrou um jogo em pé que ainda não tínhamos visto. Confira tudo o que aconteceu nos combates mais esperados desse grande evento.

Card Principal
 

Dominante! Phil Davis venceu Yoel Romero por decisão dividida

Todos aguardavam ansiosamente para ver o retorno de Yoel Romero, após quase dois anos, às competições de MMA. Porém, o adversário escolhido não foi dos mais fáceis. Phil Davis é um dos lutadores mais táticos do mundo, traçando sua estratégia e a seguindo do começo ao fim.

Davis rapidamente achou a distância e trabalhou os jabs e diretos para pontuar, sem correr riscos, levando o primeiro round com tranquilidade. Não ocorreram muitas mudanças no segundo assalto, mas Romero acertou alguns socos fortes, se arriscando um pouco mais. Sentindo o perigo, Davis passou a buscar quedas e conseguiu uma no fim para dificultar a avaliação dos jurados.

Sabendo que precisaria vencer o terceiro round para levar a luta sem sustos, Phil Davis quedou no início e administrou a posição durante praticamente o round inteiro, mesmo com a tentativa de guilhotina do cubano. Ao final, Romero não entendeu a entrada de outras pessoas na jaula, pois acreditava ser um combate de cinco rounds, algo inimaginável para alguém que treinou meses para o confronto. Que situação! 

Apesar da decisão dividida, Phil Davis merecia a vitória de maneira unânime, pois ele sobrou.
 

Espetacular! Neiman Gracie venceu Mark Lemminger por nocaute no primeiro round

Quando você vai assistir uma luta de Neiman Gracie, imagina que verá uma bela finalização. Porém, como o treinador Rafael Cordeiro (um dos melhores do mundo na luta em pé) havia antecipado, Neiman surpreendeu a todos.

Neiman foi para cima com um boxe bem alinhado, alternando boas sequências e, com um uppercut fulminante, deixou Lemminger sem som nem imagem. Após isso, ainda em pé, veio uma sequência de uppers e cruzados para determinar o breve fim do combate. 

Neiman Gracie agora quer um nome de peso e pediu nada menos do que Michael Page.
 

Nada de demissão! DeAnna Bennett venceu Alejandra Lara por decisão unânime

DeAnna Bennett vinha de três derrotas seguidas e lutava para manter seu emprego. A pressão parece que fez bem a americana, que dominou o combate desde o início nas duas facetas do jogo. Sendo melhor na luta agarrada e também não sofrendo na trocação. Uma vitória para apagar a sequência de reveses.
 

Vitória tranquila! Saul Rogers venceu Georgi Karakhanian por decisão unânime

Saul Rogers deu a volta por cima, após ter sido derrotado por Mads Burnell, e controlou o combate no chão, não sofrendo em nenhum momento durante os três rounds. Nem a experiência do ex-campeão do WSOF, Georgi Karakhanian, foi suficiente para quebrar o jogo tão encaixado do americano. 
 

Alguém anotou a placa?! Ben Parrish venceu Christian Edwards por nocaute no primeiro round

O estreante Ben Parrish foi ao ‘cage’ como azarão e precisou apenas de uma bomba para mudar sua condição. Um diretaço levou Christian Edwards à lona. Após isso, foi só Parrish bater mais por cima e liquidar a fatura em 38 segundos, impondo a primeira derrota da carreira de Edwards.

Confira os resultados do card preliminar:

Alex Polizzi venceu Grant Neal por decisão dividida 

Anthony Adams venceu Khalid Murtazaliev por decisão unânime 

Bobby Seronio III venceu Socrates Hernandez por decisão unânime 

Abraham Vaesau venceu Albert Gonzales por nocaute técnico no primeiro round

Shane Keefe venceu Rhalan Gracie por decisão unânime 

Edwin De Los Santos venceu Jon Adams por nocaute técnico no primeiro round

Jesse Delgado venceu Joshua Dillon por decisão unânime