Conteúdo

Pato voa? Na Indy sim! Pato O'Ward decola nas voltas finais, ultrapassa cinco na relargada e vence o espetacular GP de Detroit deste domingo (13)

13 de junho de 2021

(por Jefferson Castanheira)

Patrício O'Ward, ou como chamamos, "Pato” O'Ward, teve um desempenho deslumbrante na segunda etapa do GP de Detroit, na pista de rua de Belle Isle, no estado de Michigan, nos Estados Unidos. Largando apenas na 16ª posição, o piloto mexicano surpreendeu todo o grid e, contando com bandeiras amarelas e doze ultrapassagens, fez a McLaren sorrir novamente e vencer pela segunda vez na temporada - que agora inclusive ele lidera.

O grande momento da corrida foi após o disco de freio de Romain Grosjean explodir e pegar fogo, causando uma bandeira amarela que colocou a prova para terminar em relargada com seis voltas para o fim. Neste momento, Josef Newgarden era o líder (e havia feito a pole-position), seguido de Colton Herta, Alex Palou, Graham Rahal e Pato O'Ward. Relargada acontece, Newgarden consegue disparar e abrir 1.3 segundos de modo quase imediato, enquanto atrás do piloto da Penske o "pau torava na timeline": O'Ward fez ultrapassagem espetacular em Rahal e deixou também Palou para trás na mesma volta, até que na seguinte também ultrapassou Colton Herta. A vantagem de Newgarden para O'Ward caiu rapidamente, muito pelo desgaste dos pneus da Penske de Josef, e o piloto mexicano começou a calcular o momento da ultrapassagem que lhe daria a vitória. 

Com duas voltas para o final, na maior reta da pista, O'Ward colocou por fora e, até tocando seu carro no outro, conseguiu ultrapassar Newgarden e abrir para a vitória. Enquanto Pato guiava até o fim, Newgarden fez de tudo pra segurar Alex Palou, com Herta e Rahal fechando o Top 5. 

Pato O'Ward agora lidera o campeonato com 299 pontos, 1 pontinho na frente de Alex Palou. Scott Dixon (que foi 6° na corrida) está em terceiro na tabela de classificação. 

A próxima etapa da IndyCar Series 2021 será a última dos ovais da temporada, em Gateway. Será a estreia de Romain Grosjean em ovais na Indy, além da participação de Tony Kanaan e Hélio Castroneves.