Conteúdo

Para Bernie Ecclestone, Lewis Hamilton "só terá a perder" se voltar a correr em 2022

24 de dezembro de 2021

(por Rafael Lima)
 

O futuro de Lewis Hamilton na Fórmula 1 segue incerto. Desde que perdeu a etapa decisiva do mundial de pilotos em Abu Dhabi, na última volta, o piloto britânico não se pronunciou mais e continua sem falar sobre seu futuro.

Para Bernie Ecclestone, ex-chefe da F1, Hamilton nunca mais será o mesmo e pode não voltar mais a correr na categoria. Em entrevista ao jornal suíço Blick, Ecclestone falou sobre as conseqüências da última temporada para Lewis. “Não sei, mas acho que ele não vai voltar. Sua decepção é muito grande. Você pode, de alguma forma, entender isso. Agora seria a hora de realizar seu sonho de se tornar um empresário da moda, com sete títulos mundiais, como Michael Schumacher”, disse o ex-dirigente britânico.

Além disso, Bernie Ecclestone deu sua opinião sobre acreditar que a decisão correta de Hamilton seria pela aposentadoria. “Lewis só teria a perder em 2022. Quem sabe como os novos carros vão se reposicionar no grid? Com George Russell, ele teria um companheiro de equipe ambicioso, de quem não estou tão convencido quanto muitos especialistas, aliás. E então, não nos esqueçamos de Verstappen. Com ele, Hamilton finalmente encontrou um oponente igual depois de muitos anos”, afirmou o antigo manda-chuva.

Ecclestone também abordou as decisões de Michael Masi, diretor de provas da FIA, durante o polêmico final da corrida em Abu Dhabi. “Muitas coisas deram errado nas últimas voltas. O diretor de corrida, Masi, poderia ter evitado alguns problemas se tivesse interrompido imediatamente a corrida com bandeira vermelha após a batida de Latifi. Então, haveria uma superfinal entre Max e Lewis nas últimas três voltas”, opinou Bernie. “Muita coisa deu errado. Não podemos mudar mais isso”, completou.

Para finalizar, Ecclestone também rasgou elogios a Max Verstappen. “Em Hamilton, Max teve um rival que todos valorizaram muito. O sucesso conta em dobro. E eu afirmo: Max atualmente é o melhor piloto de corrida do mundo”, comentou.