Conteúdo

Novak Djokovic tem visto cancelado e será deportado da Austrália

5 de janeiro de 2022

(por Mattheus Prudente)

Uma das polêmicas do começo do ano de 2022 é a batalha entre Novak Djokovic e a Austrália para o tenista sérvio participar do Australian Open mesmo não estando vacinado. Após receber permissão para entrar no país mesmo sem a vacina, o jogador teve o seu visto cancelado nesta quarta-feira (5) e deve ser deportado amanhã, segundo informações de Paul Sakkal, do The Age. 

Os advogados de Djokovic vão recorrer da decisão das autoridades australianas para garantir que o número um do mundo participe do primeiro Grand Slam do ano. Segundo Greg Hunt, ministro da saúde da Austrália, Djoko não conseguiu “atingir os padrões necessários para entrar no país”, sendo barrado ainda no aeroporto e, posteriormente, deportado. 

A Austrália tem restrições pesadas para indivíduos não vacinados que querem entrar no país, e, por isso, todos os jogadores que não estão vacinados não podem jogar o Australian Open nesse ano. Djokovic sempre foi muito aberto em relação ao seu status de vacinação, afirmando que não se vacinaria nem para jogar o Grand Slam. 

No entanto, a Austrália deu uma permissão para que ele entrasse no país mesmo não estando vacinado, o que dividiu opiniões dentro do país e no mundo do tênis. Com ou sem Djokovic, o Australian Open está para começar no dia 17 de janeiro.