Conteúdo

No estouro do cronômetro Tobias Harris dá vitória aos 76ers contra os Lakers, Jazz assumem liderança no Oeste e tudo sobre a rodada desta quarta-feira na NBA

28 de janeiro de 2021

Por Matheus Correia

 

Confira como foram os jogos de quarta-feira (28/01) na NBA:

 

Philadelphia 76ers 107 – 106 Los Angeles Lakers 

Com game-winner de Tobias Harris, Philadelphia venceu por pouco e assumiu a liderança da conferência leste. Os 76ers demonstraram qualidade o suficiente para liderar o placar na maior parte do confronto, se apoiando muito nos arremessos dentro do garrafão. Los Angeles não encontrou respostas para conter o volume ofensivo de Embiid, Ben Simmons e Tobias Harris, e a equipe só foi esboçar uma reação nos minutos finais da partida. Foram 13 pontos em sequência nos últimos três minutos, ficando a apenas um ponto de vantagem (105-106). Porém, com três segundos restantes no relógio, Tobias Harris avançou sobre a marcação de Alex Caruso e converteu um arremesso "pull-up" de dois pontos, para dar a liderança novamente à Philadelphia e sacramentar a vitória. Harris foi um dos destaques dos 76ers, com 24 pontos e 7 rebotes. Joel Embiid foi o cestinha da equipe com 28 pontos, 6 rebotes e 4 assistências. Ben Simmons anotou um triple-double com 17 pontos, 11 rebotes e 10 assistências. LeBron James teve excelente atuação com 34 pontos, 6 rebotes e 6 assistências. Anthony Davis contribuiu com 23 pontos e 8 rebotes. 

 

Utah Jazz 116 – 104 Dallas Mavericks 

Segue o líder! Contrariando expectativas, a equipe de Utah vêm fazendo uma excelente temporada, e assumiu a liderança da conferência oeste após uma vitória dominante sobre os Mavericks. Mesmo com Donovan Mitchell de fora, Utah liderou o placar durante todo o confronto, sem dar chance alguma para uma possível recuperação de Dallas. O cestinha da equipe foi Jordan Clarkson, com 31 pontos e 7 rebotes saindo do banco (apesar da minutagem de um titular: 33 minutos jogados). Rudy Gobert (29 pontos e 20 rebotes), Joe Ingles (21 pontos, 4 rebotes e 8 assistências) e Mike Conley (17 pontos e 6 assistências) foram outros destaques. Já Dallas teve Luka Doncic como “lobo solitário”, com o esloveno anotando 30 pontos, 4 rebotes e 6 assistências.  

 

Charlotte Hornets 106 – 116 Indiana Pacers 

Mesmo tendo machucado o joelho no início da semana, Domantas Sabonis foi um dos protagonistas da vitória de Indiana sobre Charlotte. Com um triple-double de 22 pontos, 11 rebotes e 10 assistências, o ala-pivô que foi classificado como “questionável” para esta partida teve um aproveitamento quase perfeito de field-goal: 90% (9/10). Os Pacers se aproveitaram do péssimo primeiro quarto de Charlotte para se estabelecer na frente do placar. Apesar da boa atuação de Sabonis, foi Doug McDermott, saindo do banco, que foi o cestinha do confronto: 28 pontos. Malcolm Brogdon também teve boa atuação com 25 pontos, 7 rebotes e 6 assistências. Pelos Hornets, Terry Rozier foi o destaque com 20 pontos e 4 rebotes. O sophomore PJ Washington também fez boa partida com 18 pontos, 8 rebotes e 4 assistências. 

 

Orlando Magic 107 – 121 Sacramento Kings 

O Sacramento Kings fez um de seus melhores jogos na temporada até então para vencer o Orlando Magic sem muita dificuldade. Com todos os titulares anotando mais de 15 pontos, foi um verdadeiro atropelo por parte da franquia californiana. Excelentes defensivamente e com um show de Buddy Hield nos arremessos de três, Sacramento pecou apenas na linha de lance livre, convertendo 17 de 26 tentos (65% de aproveitamento). Depois de uma fraca atuação contra os Knicks, Hield anotou 29 pontos em 58% de aproveitamento nas bolas de três, convertendo 7 de 12. Os outros titulares Harrison Barnes (21 pontos, 5 rebotes e 4 assistências), Richaun Holmes (20 pontos e 12 rebotes), Marvin Bagley III (16 pontos e 12 rebotes) e De’Aaron Fox (16 pontos, 8 rebotes e 10 assistências) também tiveram boas atuações. Por Orlando, o nem um pouco surpreendente destaque da dupla Nikola Vucevic (26 pontos e 9 rebotes) e Evan Fournier (25 pontos e 4 assistências) foi um dos poucos pontos positivos da equipe no confronto. 

 

Cleveland Cavaliers 122 – 107 Detroit Pistons 

Os Cavaliers seguem surpreendendo na conferência leste, apesar da vitória contra uma equipe mais fraca. Somando quatro vitórias nos últimos seis jogos, Cleveland até chegou a ficar atrás no placar em alguns momentos na partida, mas chegou a abrir 19 pontos de vantagem no último período. O destaque individual do confronto não poderia ter sido outro: Collin Sexton. Se estabelecendo como um armador nível All-Star, Sexton anotou 29 pontos, 5 rebotes e 5 assistências. Outro destaque foi o ex-Pistons Andre Drummond, que anotou 23 pontos, 16 rebotes e 5 steals. Jerami Grant foi o cestinha de Detroit, anotando 26 pontos. 

 

Miami Heat 82 – 109 Denver Nuggets 

As coisas não estão muito boas para o vice-campeão da NBA. Em mais uma partida com péssima performance ofensiva, Miami foi completamente arrasado pelos Nuggets. Mas justiça seja feita, a lista de desfalques importantes da equipe é extensa (Jimmy Butler, Tyler Herro, Goran Dragic...). Denver, que não tem nada a ver com isso, teve vida fácil na American Airlines Arena, chegando a colocar uma diferença de 27 pontos no placar no fim do segundo quarto. Nikola Jokic teve boa atuação, com 21 pontos e 11 rebotes. Michael Porter Jr. (17 pontos, 5 rebotes e 4 steals) e Jamal Murray (14 pontos, 5 rebotes e 4 assistências) também estiveram bem. Kendrick Nunn foi o cestinha de Miami com 17 pontos, e Bam Adebayo teve boa atuação com 15 pontos, 7 rebotes e 6 assistências. Miami pode até colocar esta derrota na  conta das importantes ausências, mas nada justifica as atuações de Kelly Olynyk (9 pontos, 33% de aproveitamento) e de Duncan Robinson (8 pontos, 27% de aproveitamento). 

 

Toronto Raptors 108 – 115 Milwaukee Bucks 

Se aproximando do líder na conferência leste, os Bucks conseguiram a vitória sobre os Raptors na cidade de Tampa. O confronto foi equilibrado, mas Toronto teve dificuldade em conseguir uma boa sequência de pontos para assumir a liderança no placar. A equipe conseguiu esboçar uma reação no fim do terceiro período, mas a pausa parece ter sido prejudicial; no início do último quarto, Milwaukee já havia se recuperado e conseguiu colocar uma diferença considerável no placar. O destaque dos visitantes foi a dupla Antetokounmpo-Middleton. O grego anotou 24 pontos, 18 rebotes e 9 assistências, enquanto Middleton contribuiu com 24 pontos, 10 rebotes e 7 assistências. Por Toronto, Norman Powell (26 pontos e 5 rebotes) e Kyle Lowry (21 pontos e 6 rebotes) foram os melhores em quadra. 

 

San Antonio Spurs 110 – 106 Boston Celtics 

Ainda tentando se encontrar em quadra, os Celtics foram derrotados pelos Spurs, que contaram com o poder decisivo de DeMar DeRozan. Boston foi superior no primeiro quarto, mas fez um segundo período terrível, com um aproveitamento de 28% nos arremessos, e San Antonio, que teve um aproveitamento de 68%, rapidamente abriu uma larga vantagem no placar. Porém, a equipe teve dificuldade em se manter na liderança, e os Celtics contaram com Jayson Tatum e Jaylen Brown para se recuperar e virar o placar no fim do terceiro período (82-84). Os visitantes tiveram a oportunidade de ganhar nos minutos finais, mas DeMar DeRozan conseguiu converter um belo arremesso pull-up para dar dois pontos de vantagem à sua equipe com menos de um minuto no relógio. Dejonte Murray ainda teve tempo para conseguir uma roubada de bola "clutch" na posse de Boston, aproveitando o contra-ataque para adicionar mais dois pontos e sacramentar o resultado. DeRozan terminou o confronto com 21 pontos, 5 rebotes e 7 assistências. LaMarcus Aldridge (20 pontos) e Keldon Johnson (18 pontos e 10 rebotes) foram outros destaques da equipe. Por Boston, Jayson Tatum (25 pontos, 7 rebotes e 4 steals) e Jaylen Brown (24 pontos, 4 rebotes e 5 assistências) tiveram boas atuações. 

 

New Orleans Pelicans 124 – 106 Washington Wizards 

Os Pelicans atropelaram os Wizards em uma partida que sem sombra de dúvidas foi de extrema frustração para Bradley Beal. O ala-armador de Washington anotou 47 pontos, e mesmo assim sua equipe perdeu por 18 pontos de diferença. New Orleans contou com as ótimas atuações de Brandon Ingram (32 pontos, 6 rebotes e 8 assistências) e Zion Williamson (32 pontos), liderando o placar durante todo o confronto. Além de Beal, os Wizards, que não contaram com Westbrook, tiveram apenas Garrisson Mathews (15 pontos) e Robin Lopez (14 pontos) com dígitos duplos de pontuação. 

 

Phoenix Suns 97 – 102 Oklahoma City Thunder 

Com boa atuação defensiva, OKC conseguiu a vitória sobre a equipe de seu ex-armador. O jovem elenco de Oklahoma se viu perdido em quadra no primeiro tempo, com Chris Paul comandando o ataque de Phoenix. Os mandantes chegaram a abrir 17 pontos de diferença no placar no início do segundo quarto. Entretanto, a defesa adversária foi se encaixando aos poucos, e o volume de jogo dos Suns rapidamente decaiu; a equipe converteu apenas 4 arremessos de 25 tentativas no segundo período. OKC conseguiu assumir a liderança e construir uma vantagem, que foi rapidamente alcançada por Phoenix no terceiro período. O equilíbrio foi extremo no último quarto, mas a defesa fez diferença para a franquia de Oklahoma City, que venceu após uma sequência de sete pontos nos últimos minutos da partida. Al Horford se destacou nos dois lados da quadra, anotando 21 pontos e 11 rebotes. Shai Gilgeous-Alexander teve boa atuação com 21 pontos, 7 rebotes e 8 assistências. Por Phoenix, Chris Paul foi o destaque com 32 pontos, 5 rebotes e 5 assistências. A equipe não contou com Devin Booker (distensão do tendão esquerdo). 

 

Golden State Warriors 123 – 111 Minnesota Timberwolves 

Outro atropelo na rodada foi o de Golden State contra os Wolves. Minnesota até demonstrou um pouco de seu basquete e chegou a liderar no primeiro tempo, mas após a volta do vestiário, o domínio foi total dos Warriors. Surpreendentemente, o destaque dos mandantes não foi Stephen Curry; o armador teve uma partida “abaixo” do normal, com 16 pontos, 6 rebotes e 8 assistências. Podemos dizer que o destaque da franquia de San Francisco foi o novato James Wiseman, que anotou seu career-high: 25 pontos. Além disso, contribuiu com 6 rebotes e 2 tocos. Kelly Oubre também esteve bem (outra surpresa), com 20 pontos e 9 rebotes. Por Minnesota, Malik Beasley (25 pontos e 5 rebotes) e o novato Anthony Edwards (25 pontos e 4 rebotes) tiveram boas atuações, assim como Naz Reid, que anotou impressionantes 5 tocos, além de 19 pontos e 7 rebotes.