Conteúdo

NFL Wild Card - Análise do confronto entre Seahawks e Rams

8 de janeiro de 2021

(por Edmar Jardim)

Um dos representantes da badalada NFC Oeste vai embora para casa mais cedo. O novo modelo de playoffs da NFL, com 7 equipes, colocou frente a frente, já no Wild Card, as equipes do Seattle Seahawks (#3) e do Los Angeles Rams (#6). 

Será o terceiro confronto entre os times este ano. Uma vitória para cada lado, e o desempate promete bastante emoção e "sofrência” para as torcidas. 
 

O que esperar? 

Com certeza mais uma partida bastante disputada, física e truncada, como foi a última, vencida por Seattle, jogando em casa. 

Ao cobrir aquela partida pela semana 16, já em dezembro, escrevi que a "grande diferença para o primeiro jogo entre as equipes era que a defesa dos Seahawks havia melhorado". E sem dúvida esse é o motivo do equilíbrio no confronto, diferente daquele pela semana 10, vencido pelos Rams, quando Goff e McVay expuseram de vez as já evidentes fragilidades defensivas do adversário. 

A defesa comandada por Ken Norton Jr. demorou, mas conseguiu engrenar e evoluir seus números, principalmente contra o jogo aéreo, território amplamente explorado pelo ataque comandado por McVay. Aqui cai um dos principais problemas dos Seahawks para enfrentar os Rams, mas ainda existe um “problemão” para Seattle.
 

Fator Chave 

O problemão é que na visão deste colunista o fator chave do confronto  chama-se pressão ao quarterback. 

A linha defensiva de Los Angeles, comandada por Aaron Donald, é sem dúvidas a que mais pressiona Russell Wilson ao longo dos últimos anos. Em que pesem os problemas recorrentes na linha ofensiva de Seattle, essa unidade dos Rams tem sido capaz de decidir os confrontos contra esse rival. 

Para tentar minimizar a capacidade de pressão dos Rams em Wilson, Seattle conta com os prováveis retornos de Brandon Shell e Mike Iupati em sua OL para esta partida. Se Donald conseguir pressionar e sacar Wilson com frequência, o caminho da vitória estará aberto para LA. 

Ainda sobre retornos, Jamal Adams também deve jogar na secundária de Seattle, apesar da lesão no ombro. Pelos Rams, Cooper Kupp foi ativado da lista da Covid-19, e deve jogar. Jared Goff, a então grande dúvida, e que poderia ser ponto de desequilíbrio no confronto em caso de ausência, deve estar em campo no sábado. O quarterback voltou aos treinos nesta quinta após lesionar o dedo justamente contra os Seahawks, na semana 16. 

Pela perspectiva dos Seahawks, o jogo aéreo que encantou a liga nas primeiras semanas precisa voltar a encaixar. Se Wilson encontrar Lockett e Metcalf com facilidade e comandar bem o cronômetro utilizando o jogo corrido, poderá deixar o sempre perigoso ataque dos Rams no banco por mais tempo. Drives longos e que acabem em pontuação são o caminho para os donos da casa vencerem. 
 

Palpite 

Mais um jogo equilibrado na pontuação final, definido nos detalhes e eventuais turnovers. Prevejo partida de uma posse de bola de diferença ao fim, com vitória do Seattle Seahawks.