Conteúdo

Nets vencem os Bulls com facilidade, Lakers tem derrota decepcionante para os Kings com péssima atuação de Westbrook e Knicks atropelam Dallas; confira como foi a rodada desta quinta na NBA

13 de janeiro de 2022

(por Matheus Correia)

A rodada desta quarta-feira (13) pela NBA pode não ter sido recheada de emoções, mas contou com ótimas atuações individuais, chocolates e derrotas decepcionantes. Confira a análise das partidas a seguir:

Surpresas e decepções

Mais uma dura derrota para os Lakers, desta vez, contra os Kings. A franquia de LA foi melhor na primeira etapa, mas sucumbiu no terceiro período após uma sequência de 15 pontos de Sacramento. A equipe de De’Aaron Fox teve uma estratégia certeira: realizar jogadas ofensivas em cima dos defensores mais velhos e menos móveis dos adversários. Fox foi o grande destaque dos Kings ao anotar 29 pontos, 4 assistências e 4 rebotes. Já pelos Lakers, vale ressaltar a boa atuação de LeBron, que anotou 34 pontos, 7 rebotes e 6 assistências, e também a pífia performance de Russell Westbrook, que anotou 8 pontos em 37 minutos em quadra, com um aproveitamento grotesco de 14% nos arremessos de quadra (2/14). 

E no duelo texano, tivemos um vencedor surpreendente. Apesar dos Spurs não estarem na melhor fase, é difícil cogitar uma vitória dos Rockets em cima de qualquer time na liga. Mas a franquia de Houston conseguiu, contando com uma ótima atuação de Eric Gordon. Se utilizando de jogadas de infiltração e arremessos do post, os Rockets ficaram na frente do placar pela maior parte do confronto, deixando San Antonio assumir a liderança apenas no terceiro período. Gordon contribuiu com 31 pontos, 3 rebotes e 3 assistências. 

Perder para Miami não é nenhuma decepção, assim como vencer Atlanta não é nenhuma surpresa. Mas esta partida entra nesta categoria por conta da atuação tenebrosa dos Hawks. No que foi provavelmente a pior partida da franquia na temporada, Trae Young & companhia tiveram uma aproveitamento de apenas 37% nos arremessos de quadra durante todo o confronto, e ficaram atrás dos adversários em todas as estatísticas (exceto a de roubos de bola). E bom, Miami, que não tem nada a ver com isso, fez um ótimo jogo coletivo e conseguiu uma vitória tranquila. Foram 7 jogadores com dígitos duplos de pontuação, com destaque para Tyler Herro, que anotou 21 pontos, 9 rebotes e 11 assistências. 

Briga pelo topo

No duelo entre duas equipes que disputam o topo da conferência leste, os Nets conquistaram uma senhora vitória sobre o Chicago Bulls. Com mais de 20 pontos de diferença no placar final (112-138), Kevin Durant (27 pontos e 9 assistências) e James Harden guiaram a equipe nova-iorquina para o triunfo após um terceiro quarto espetacular no setor ofensivo. E foi nesta área que Brooklyn se destacou durante todo o confronto: 56% de aproveitamento nos arremessos de quadra (49/87), 53% nos arremessos de três pontos (17/32) e 58% nos arremessos de dois pontos (32/55). A franquia de Chicago ficou muito aquém do que vinha demonstrando nas últimas partidas, sem conseguir emplacar uma boa sequência no ataque a ponto de incomodar os adversários. Importante enfatizar a atuação impecável de Harden, que anotou 25 pontos, 7 rebotes e impressionantes 16 assistências. 

Vitórias tranquilas

Os Cavs não tomaram conhecimento do Utah Jazz e aplicaram um verdadeiro atropelo fora de casa. Em noite de excelentes atuações individuais, a equipe de Cleveland quebrou um duradouro tabu: desde 2014, a equipe não vencia em Salt Lake. Lamar Stevens saiu de quadra como o grande destaque com 23 pontos, sendo 15 deles no terceiro quarto. Noite boa também para Darius Garland, que conquistou um triplo-duplo: 11 pontos, 10 rebotes e 15 assistências; e Evan Mobley, com 15 pontos, 10 rebotes e 7 assistências. Mesmo com Donovan Mitchell em quadra, Utah teve uma péssima performance no ataque, e saiu de quadra com uma merecidíssima derrota.

Em New York, os Knicks deram um verdadeiro baile nos Mavericks. Liderando o placar por todo confronto com certa facilidade, a equipe de Tom Thibodeau dominou completamente Luka Doncic & companhia. Com todos os titulares alcançando dígitos duplos de pontuação, a franquia de NY venceu Dallas em praticamente todas as estatísticas, conseguindo inclusive um volume ofensivo muito maior que o do adversário. RJ Barrett foi o grande destaque do confronto com 32 pontos e 7 rebotes, enquanto Julius Randle ficou perto de um triplo-duplo com 17 pontos, 12 rebotes e 8 assistências. Doncic não teve uma de suas melhores noites, apesar de anotar 21 pontos e 11 rebotes. O esloveno conquistou apenas 35% de aproveitamento nos arremessos de quadra.

Outro belo atropelo foi o do Boston Celtics em cima dos Pacers. Ainda na busca de consistência na liga, a equipe de Ime Udoka dominou o adversário do início ao fim. E a superioridade celta pode ser justificada pela ótima atuação da dupla Jay-Jay, que somaram 67 pontos em quadra (34 para Brown e 33 para Tatum). O destaque da equipe vencedora foram as bolas do perímetro (18), com um aproveitamento de 48%. 

Ótimas atuações individuais

Quem irá parar Kyle Kuzma? O ala segue acumulando boas atuações com a camisa dos Wizards. Desta vez, Kuzma ficou muito próximo de conquistar um triplo-duplo na vitória de sua equipe contra Orlando: foram 19 pontos, 10 rebotes e 9 assistências, em um aproveitamento de 64% nos arremessos de quadra. O jogo foi de domínio total da equipe de Washington, que chegou a abrir 20 pontos de vantagem e não deixou Orlando ficar na frente do placar em nenhum momento.

Já no embate entre Philadelphia e Charlotte, Gordon Hayward foi quem se destacou, ajudando sua equipe a conseguir uma grande vitória com 30 pontos, 4 rebotes e 7 assistências. Conseguindo a façanha de dominar um garrafão que possui a presença de jogadores como Joel Embiid, os Hornets lideraram o placar de maneira até mesmo tranquilo, tendo em conta o forte adversário. No geral, Charlotte fez um boa atuação coletiva, conseguindo anular o ataque dos Sixers e potencializar as atuações de Hayward, Miles Bridges e Terry Rozier.

Destaques da rodada

Cestinha: LeBron James e Jaylen Brown (34 pontos)

Melhor jogador: James Harden (25 pontos, 7 rebotes e 16 assistências).

Melhor jogada: O momento em que Russell Westbrook conseguiu converter uma cesta.

Melhor atuação coletiva: New York Knicks

Melhor jogo: Brooklyn Nets vs Chicago Bulls

Sinal amarelo: Utah Jazz, que apesar de estar em uma posição tranquila no oeste, acumula quatro derrotas seguidas.

Sinal verde: Charlotte Hornets, que conseguiu a vitória sobre um adversário pesado e entra na briga pelos playoffs.

Sinal vermelho: Atlanta Hawks, que vem de atuações tenebrosas e praticamente dá adeus à pós-temporada.

Menções honrosas: 

Jogador - Darius Garland, que conquistou o primeiro triplo-duplo de sua carreira.

Time - Brooklyn Nets, que conseguiu vencer com tranquilidades os líderes de sua conferência.

Veja todos os resultados da rodada

Sacramento Kings 125 - 116 Los Angeles Lakers

Chicago Bulls 112 - 138 Brooklyn Nets

Utah Jazz 91 -111 Cleveland Cavaliers

San Antonio Spurs 124 - 128 Houston Rockets

Atlanta Hawks 91 - 115 Miami Heat

New York Knicks 108 - 85 Dallas Mavericks

Indiana Pacers 100 - 119 Boston Celtics

Philadelphia 76ers 98 - 109 Charlotte Hornets

Washington Wizards 112 - 106 Orlando Magic